Cinema

Ruy Guerra, o homem que matou John Wayne

no documentário O homem que matou John Wayne é salientada a posição de RG de luta “contra a forma de colonização levada a cabo por Hollywood no cinema, ´não deixa passar` John Wayne ou tudo o que ele simboliza

Jacinto Rêgo de Almeida
Se7e
VISÃO sete

Cate Blanchet à beira de um ataque de nervos no filme "Onde Estás, Bernadette?"

Um bem-humorado drama familiar, entre Seattle e a Antártida, num filme feito à medida de Cate Blanchett. "Onde Estás, Bernadette?" já se estreou nas salas de cinema

Manuel Halpern
Edgar Pêra: "Um guião só se escreve na montagem"
Cinema

Edgar Pêra: "Um guião só se escreve na montagem"

Quando se estreia em Portugal Caminhos Magnétykos, a última longa de Edgar Pêra, recuperamos a entrevista feita com o realizador este ano no Festival de Roterdão, onde foi homenageado

Manuel Halpern
"Do 25 de Abril à Tomada da Bastilha" Entrevista com Cristina Pinheiro
Cinema

"Do 25 de Abril à Tomada da Bastilha" Entrevista com Cristina Pinheiro

Menina, filme da lusodescendente Cristina Pinheiro, com Beatriz Batarda e Nuno Lopes, estreia em Portugal, depois de um percurso por festivais internacionais. Leia aqui a entrevista feita com a realizadora, em Gotemburgo, onde recebeu o Ingmar Bergrman Award,

Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt: O Diamante cor-de-rosa
Cinema

Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt: O Diamante cor-de-rosa

Diamantino, de Gabriel Abrantes, visto pelo crítico de Artes Plásticas, Alexandre Melo

Teresa Villaverde: "Os afetos não se alteram por ordem governamental"
Cinema

Teresa Villaverde: "Os afetos não se alteram por ordem governamental"

A crise e as suas sequelas à microescala de uma família é o pano de fundo de Colo, o novo filme de Teresa Villaverde, que se estreou no festival de Berlim echega agora às salas portuguesas. Um olhar pessoal e esteticamente apurado sobre um drama familiar imposto por condições externas subjacentes. Colo é a primeira longa-metragem de ficção da realizadora desde Cisne, em 2011. Teresa Villaverde, 51 anos, é uma das realizadoras portuguesas mais distinguidas nacional e internacionalmente. O seu primeiro filme, Idade Maior, com Maria de Medeiros e Joaquim de Almeida, é de 1991. Seguiram-se-lhe filmes como Três Irmãos (1994), Os Mutantes (1998), Água e Sal (2001) ou Transe (2006)

Manuel Halpern
Eduardo Lourenço: Nós, a oriente do Oriente
Cinema

Eduardo Lourenço: Nós, a oriente do Oriente

JORNAL DE LETRAS Eduardo Lourenço fala sobre a obra de Fernão Mendes Pinto, A Peregrinação, e a adpatação cinematográfica de João Botelho.

As Estrelas do Lisbon & Estoril Film Festival 9
Cinema

As Estrelas do Lisbon & Estoril Film Festival

Por Lisboa vão passar importantes figuras do cinema e da literatura mundial, a convite do Lisbon & Estoril Film Festival (de 3 a 13 de novembro). Saiba onde e quando as encontrar.

João Botelho: Aprender com Oliveira
Cinema

João Botelho: Aprender com Oliveira

Manoel de Oliveira e Eu, um documentário de João Botelho, estreia-se em sala no dia 13 de outubro após ter passado no IndieLisboa

Manuel Halpern
DocLisboa: Dez filmes 
a não perder
Cinema

DocLisboa: Dez filmes 
a não perder

O DocLIsboa decorre de 20 a 30 de outubro. Selecionámos 10 filmes que não deve perder

Manuel Halpern
O Abraço da Serpente - Os índios tinham razão
Cinema

O Abraço da Serpente - Os índios tinham razão

Esta é já a terceira longa metragem de Ciro Guerra e foi nomeada para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Manuel Halpern
Ivo Ferreira - Rumo a Berlim
Cinema

Ivo Ferreira - Rumo a Berlim

Manuel Halpern
O tempo dos mais velhos
Cinema

O tempo dos mais velhos

Juventude é o sexto filme do italiano Paolo Sorrentino a chegar a Cannes, um filme mais sobre a velhice do que sobre a juventude.

Manuel Halpern
O dia mais curto de 2015 celebra-se com curtas-metragens
Cinema

O dia mais curto de 2015 celebra-se com curtas-metragens

O Solstício de Inverno, que acontece hoje no hemisfério norte, é o dia do ano com menos horas de luz solar. Pretexto ideal para a programação d' O Dia Mais Curto, com dezenas de curtas-metragens exibidas em 24 cidades do país.

Minha Mãe, de Nanni Moretti - A casa da avó
Cinema

Minha Mãe, de Nanni Moretti - A casa da avó

O que Moretti diz aqui é que a morte é invariavelmente uma tragédia incompreensível e intolerável mesmo quando ocorre de forma natural e em idade avançada. E di-lo, mais uma vez, de forma dura e crua, separando-a da sátira

Manuel Halpern
'Portugal, Um Dia de Cada Vez', de João Canijo e Anabela Moreira
Cinema

'Portugal, Um Dia de Cada Vez', de João Canijo e Anabela Moreira

O retrato do Portugal em crise que vive por detrás dos montes, num documentário ao estilo de João Canijo, cheio de histórias para contar

Manuel Halpern
Montanha, a primeira longa-metragem de João Salaviza, estreia-se no Lisbon & Estoril Film Festival
Cinema

Montanha, a primeira longa-metragem de João Salaviza, estreia-se no Lisbon & Estoril Film Festival

Nanni Moretti, Wim Wenders, Jonatham Demme, Hans-Jürgen Syberberg, David Gordon Green, Don DeLillo, John Berger, Laurie Anderson são algumas das presenças de peso no Lisbon & Estoril Film Festival, que decorre de 6 a 15 de novembro, em vários locais de Lisboa e da linha de Cascais. Um festival que, apesar do nome, não é apenas de cinema. Além dos filmes em competição, de ante-estreias, retrospetivas e ciclos, aposta na Literatura, com leituras, na fotografia, na performance, com exposições, num simpósio sobre loucura e criação, com curadoria de José Gil, dias 13, 14 e 15, no CCB. Sempre com cineastas de várias geografias, mas também com escritores, artistas e pensadores da primeira linha internacional. Um “encontro anual de grandes criadores do mundo”, como diz ao JL, o diretor, o produtor Paulo Branco. Ouvimos ainda o filósofo sobre o colóquio e entrevistámos João Salavisa, a propósito da sua primeira longa-metragem, Montanha, com estreia no LEFFEST, sobre a qual publicamos a crítica de Manuel Halpern

Maria Leonor Nunes
'Por aqui tudo bem', de Pocas Pascoal - Lisboa de outros refúgios
Cinema

'Por aqui tudo bem', de Pocas Pascoal - Lisboa de outros refúgios

A tendência cíclica da História faz com que algumas visões do passado se tornem subitamente pertinentes, em leituras regeneradas. A realizadora angolana Pocas Pascoal, na sua primeira longa-metragem de ficção, vem a Lisboa para filmar uma história dos anos 80, em que duas irmãs se refugiavam da devastadora guerra civil. Os tempos eram outros e Angola não era o país próspero e pacífico (relativamente) em que portugueses se 'refugiam' da crise económica, mas antes um país dividido e altamente perigoso. É neste contexto que encontramos duas irmãs, mandadas para Lisboa pela mãe para ficarem a salvo do conflito armado, sofisticadas, orgulhosas e sem nenhum interesse especial pelo país.

Manuel Halpern
19º Queer Lisboa leva 76 filmes LGBT ao Cinema São Jorge
Cinema

19º Queer Lisboa leva 76 filmes LGBT ao Cinema São Jorge

O Festival Internacional de Cinema Queer começa esta sexta-feira, 18, no Cinema São Jorge, em Lisboa, com filmes de temática gay, lésbica, bissexual, transgénero e transexual. O mais antigo festival de cinema da capital arranca às 21h com Praia do Futuro, a última longa-metragem do brasileiro Karim Aïnouz. O cineasta vai estar no Queer para apresentar a fita, que conta a história de Donato, o salva-vidas que deixa para trás o bairro da cidade de Fortaleza e parte para a Alemanha, em busca do homem por quem se apaixonou.

Cinema: Eden, de Mia Hansen - Love: A alma dos DJ
Cinema

Cinema: Eden, de Mia Hansen - Love: A alma dos DJ

"Bem-vindos aos anos 90", poderia escrever-se num cartaz que publicitasse este filme. Já se sabe que as ondas revivalistas se propagam com um alcance de 20 anos, pelos que os anos 80 já ficaram enterrados nos anos 2000 e agora é tempo de celebrar a década seguinte. Eden, de Mia Hansen-Løve, é uma magnífica forma de o fazer, numa ficção que conta a história da eletrónica francesa, do French Touch, através de 20 anos na vida de um DJ.

Manuel Halpern
Festival Indie 2015: A voz dos avós no cinema português
Cinema

Festival Indie 2015: A voz dos avós no cinema português

Os avós estão em grande na competição nacional de longas, com duas obras exemplares de documentário íntimo, pertencente quase a um subgénero, que se poderia chamar o realizador ao espelho.

Manuel Halpern
Manoel de Oliveira: Arte, cinema e utopia
Cinema

Manoel de Oliveira: Arte, cinema e utopia

Já lá vão quase 15 anos. Foi por alturas da estreia de Palavra e Utopia que Manoel de Oliveira acedeu a dar-me uma entrevista sobre o filme (entretanto, publicada na Visão), a qual acabaria por se transformar numa conversa bem mais ampla sobre o cinema, a arte e a vida.