Visão Solidária

Siga-nos nas redes

Perfil

Opus Gay angaria fundos para a construção de um lar para homossexuais

Atualidade

Marcos Borga

Adelaide Ferreira, Anita Guerreiro, Manuela Bravo e Júlio Isidro são alguns dos artistas que vão participar no espetáculo de angariação de fundos

Adelaide Ferreira, Anita Guerreiro, Lenita Gentil, Eládio Clímaco, Júlio Isidro e Manuela Bravo são alguns dos artistas convidados para o espetáculo que assinala os 40 anos de carreira de Guida Scarllaty, personagem criada por Carlos Alberto Ferreira, pioneiro do "transformismo" em Portugal.

"É um espetáculo de angariação de fundos para a associação Opus Gay, mas que é dirigido ao projeto da terceira idade LGBT que é uma preocupação que nós temos", explicou António Serzedelo.

O presidente da associação explicou que muitos idosos tendem a "regressar ao armário" com o passar da idade com medo de não serem aceites ou compreendidos. O projeto Cidadania Ativa, que conta com o apoio da autarquia de Lisboa, pretende contribuir para que os idosos possam viver a sua identidade em pleno também na velhice.

Até à criação do lar ainda há um trabalho a fazer junto destes idosos, sensibilizando-os "para uma necessidade que eles têm mas que não a exprimem", acredita o ativista. A situação afetará cerca de 200 mil idosos em Portugal.

A mensagem que a associação pretende passar é que pode envelhecer-se com "alguma alegria e esperança no futuro, mesmo que o futuro seja mais um mês ou um ano", frisou.

O espetáculo 'SCARLLATY - 40 Anos, A Vida à sua Maneira' realiza-se no sábado, dia 31, no Fórum Lisboa (antigo Cinema Roma) às 21h.