Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Metade dos clientes do segmento de luxo da Remax são portugueses

Imobiliário

Remax Collection assegura mais de 1700 operações em seis meses, um crescimento homólogo de 24%. Dinâmica leva marca a abrir uma agência por mês especializada no segmento do luxo

A Remax Collection, segmento de luxo do grupo Remax, viu crescer no primeiro semestre deste ano o número de transações em 24%, registando 1.745 operações. Os apartamentos representaram cerca de 73% dos negócios nesta área e os portugueses mantêm-se como os principais clientes da rede imobiliária, assegurando metade das transações.

A procura crescente está a levar a marca a apostar em novas aberturas de agências e durante este período seis lojas, uma média de uma por mês, abriram portas, em Lisboa, Porto, Açores e Setúbal.Até ao final do ano a marca prevê abrir mais cinco.

“A abertura das novas agências RE/MAX Collection vem reforçar a nossa posição neste mercado, que tem registado um crescimento notável nos últimos anos. No volume de negócios total da RE/MAX Portugal, nos primeiros seis meses deste ano, Collection representa já 17,7% do volume de negócios e 5,5% das transações realizadas. Esta liderança, transversal ao mercado de luxo, deve-se em larga medida à forte aposta nos agentes, na sua formação e especialização neste segmento, bem como aos nossos canais digitais e capilaridade da rede.”, sublinhou Beatriz Rubio, CEO da RE/MAX Portugal.

Oeiras a destacar-se

Os clientes portugueses mantêm-se como os principais clientes da RE/MAX Collection, com intervenção em cerca de metade das transações. Nos últimos anos os clientes brasileiros e franceses têm tido um peso ascendente, verificando-se uma expansão da procura. Os investidores brasileiros representam já 10% das transações, os franceses acima de 8% e os chineses ultrapassam os 5%. O destaque de 2019 é a variação do peso dos clientes nacionais que, em 2018, era de 62,3%, fixando-se em 50,3% no final do primeiro semestre, refere a empresa em comunicado.

A grande fatia do mercado Collection é referente ao distrito de Lisboa, que inclui concelhos importantes para este segmento como os de Cascais e Oeiras, com um volume de negócio de 77,60%. Porto, Faro, Setúbal e Coimbra fecham o top dos principais distritos.

ASSINE POR UM ANO A VISÃO, VISÃO JÚNIOR, JL, EXAME OU EXAME INFORMÁTICA E OFERECEMOS-LHE 6 MESES GRÁTIS, NA VERSÃO IMPRESSA E/OU DIGITAL. Saiba mais aqui.