25 imagens da histórica visita do Papa ao Iraque como “peregrino da paz”

“Venho como peregrino (…) para implorar ao Senhor perdão e reconciliação, depois de anos de guerra e terrorismo (…) e eu venho entre vós como peregrino de paz”, sublinhou o Papa, na quinta-feira, numa mensagem de vídeo publicado na véspera da sua partida.

A agenda papal inclui encontros com a comunidade católica, composta por 590 mil pessoas, cerca de 1,5% da população iraquiana, além de cristãos de outras Igrejas e confissões religiosas, líderes políticos e o grande aiatola Ali Sistani, a maior autoridade xiita do país. O Papa vai passar por Bagdade, Najaf, Ur, Erbil, capital do Curdistão iraquiano, Mossul e Qaraqosh.

Segundo a agência Ecclesia, em 2003 havia cerca de 1,4 milhões de cristãos no Iraque.

Antes do exílio, a maioria dos cristãos encontrava-se na província de Nínive, cuja capital é Mossul.

De acordo com dados da Ajuda para as Igrejas Necessitadas (ACN), nos três anos de guerra contra o Estado Islâmico (EI), 34 igrejas foram totalmente destruídas, 132 foram incendiadas, 197 parcialmente danificadas, assim como mais de mil casas de cristãos foram totalmente destruídas e mais de três mil incendiadas, mostrando o grau de perseguição a esta minoria religiosa que se concentra sobretudo no norte do Iraque.

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Nizar Kheirallah, acentuou o simbolismo da visita de Francisco. “Que responsável estrangeiro poderá agora recusar-se a vir ao Iraque se o papa o fizer?”, enfatizou o responsável da Presidência iraquiana.

Em três dias, o papa deverá percorrer mais de 1.445 quilómetros de helicóptero ou avião e sobrevoará por vezes zonas onde se escondem ainda elementos ativos do grupo ‘jihadista’ EI. Símbolo das atrocidades dos fundamentalistas do EI é Mossul, a terceira maior cidade do Iraque, onde o papa fará uma oração pelas vítimas no domingo.

Não sendo o distanciamento físico e o uso da máscara práticas muito seguidas pelos iraquianos, os organizadores da visita papal limitaram os lugares para as missas.

O estádio de Erbil, com 20.000 lugares, apenas deverá receber cerca de 4.000 fiéis para a missa de domingo e Francisco será privado dos habituais banhos de multidão.

Será ainda decretado um confinamento nacional durante todo o período da visita do papa e “as forças de segurança serão destacadas para proteger as estradas”, explicou o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Nizar Kheirallah.

Além das preocupações com a covid-19, a segurança estará alerta, tendo em conta que Erbil e Bagdade, a segunda capital mais populosa do mundo árabe, com cerca de 10 milhões de habitantes, foram palco recentemente de ataques de ‘rockets’ contra interesses norte-americanos.

O Papa Francisco visita o Iraque entre 05 e 08 de março.

com Lusa

Mais na Visão

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Dose de reforço para maiores de 50 vacinados com Janssen arranca domingo

A vacinação para a população com mais de 50 anos a quem foi administrada a vacina da Janssen contra a covid-19 arranca no domingo e os utentes devem aguardar a convocatória por SMS, foi hoje divulgado

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Utentes devem considerar apenas SMS de reagendamento para novo centro de vacinação em Lisboa

Os cidadãos com marcação prévia para centros de vacinação agora encerrados em Lisboa, devem considerar apenas o reagendamento recebido por mensagem para comparecerem no novo espaço, na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações, foi hoje divulgado

Sociedade
Exclusivo

Mensagens na garrafa na edição especial nº 1500: Ideias e reflexões de 28 personalidades, em 1500 caracteres

As ideias, lições e propostas de 28 personalidades, das artes à ciência, da política às empresas, para o País e o mundo. Na edição 1500 da VISÃO, mais do que recordar o passado, preferimos manter o olhar focado no futuro

Mundo

Covid-19: Proibição de viagens internacionais não impede propagação da variante Ómicron

A OMS recomendou hoje às pessoas a partir dos 60 anos ou com comorbilidades o adiamento de viagens, advertindo que a proibição de viagens internacionais não impede a propagação da nova variante do coronavírus

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Hospital de Almada fecha urgência e consultas de pediatria por caso de Ómicron

Os serviços de urgência pediátrica e consulta externa de pediatria do Hospital Garcia de Orta, em Almada, encerram por 14 dias na sequência de caso de covid-19 da variante Ómicron

Sociedade

Fomos à procura de autotestes. E sim, encontrámos, mas na maioria dos locais estão esgotados

Entrámos em todas as farmácias e supermercados entre o Areeiro e o Martim Moniz - só quatro tinham autotestes ao SARS-CoV-2

Bolsa de Especialistas

Revolução de Prata. Todas somos Paulina.

Idadismo ou etarismo… conhece este preconceito? Afeta as mulheres de forma inexorável, em particular quando começam a aproximar-se da menopausa. Por que razão a fase em que as mulheres tendencialmente ganham maior poder pessoal é a mais desprezada pela sociedade? A ex-modelo Paulina Porizkova veio levantar esta questão

Parag Agrawal Exame Informática
Exame Informática

Parag Agrawal. Quem é o novo CEO do Twitter?

O antigo diretor de tecnologia (CTO) está no Twitter há uma década e o seu trabalho tem sido essencial para o sucesso da empresa

Mundo

Covid-19: Sobe para 44 o número de casos confirmados de variante Ómicron na Europa

O número de casos confirmados na Europa da variante Ómicron do SARS-CoV-2, considerada de preocupação, subiu hoje para 44, anunciou o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças

Desporto

Conselho de Disciplina da FPF abre processo "com natureza urgente" ao Belenenses SAD

O Conselho de Disciplina da Federação instaurou um processo disciplinar com "natureza urgente" ao Belenenses SAD, devido à insuficiência de jogadores no jogo com o Benfica

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Água do mar mais quente faz aumentar taxas de 'divórcio' entre albatrozes

Os albatrozes são habitualmente fiéis, mas estão a separar-se mais. Cientistas apontam para o aumento das temperaturas do mar como causa: as aves têm de viajar mais longe na busca de alimentos e estão sob maior stresse, originando mais conflitos com os parceiros, conclui um estudo coautorado por investigadores portugueses

Bolsa de Especialistas

A ditadura do desejo sexual

É preciso esclarecer que o problema não é a diminuição do desejo dela. O problema é a discrepância entre o desejo de um e o desejo do outro porque se os dois tivessem o mesmo nível de desejo, não haveria nenhum problema. O problema só se coloca porque um quer sexo mais vezes do que o outro. A explicação da psicóloga e investigadora Ana Alexandra Carvalheira