Relacionados

Vodafone Future

A adolescente capaz de conectar o seu cérebro a um computador

Chadha trabalha com interfaces que ela própria criou e que depois liga ao cérebro através de elétrodos para mover robôs. O motivo que a levou a escolher esta tecnologia foi o facto de se tratar de uma área com enormes potencialidades de desenvolvimento no prazo de 20 anos “e de ter todo o futuro pela frente”.