Relacionados

Repórter EI

O que se passa na cabeça de um jogador de videojogos?

A Emotai é uma startup que pretende monitorizar o cérebro dos jogadores de e-sports. A fita usada tem quatro elétrodos e um sensor cardíaco e ajuda a recolher ondas cerebrais e ritmo cardíaco, oferecendo aos jogadores dados sobre stress, focos ou emoções. A tecnologia capta cinco bandas de frequência e ajuda a desenvolver planos de treino.

Repórter EI

Como as micro-ondas podem ajudar a detetar cancro da mama

Investigadores do Instituto Superior Técnico estão a desenvolver uma tecnologia que vai ajudar no rastreio do cancro da mama. O projeto Medical Microwaving Imaging prevê a utilização de micro-ondas, nas frequências de 2 a 5 GHz, para detetar e localizar tecidos potencialmente doentes. O protótipo já construído tem oito antenas e uma câmara e os testes são feitos num manequim de polímero que replica a mama feminina.

Repórter EI

Senior Inclusive, o tablet está em vias de entrar na terceira idade

Uma startup portuguesa tem por objetivo desenvolver um conjunto de equipamentos como tablets ou relógios inteligentes destinados aos mais velhos. O projeto é apoiado pelo Portugal 2020 e deverá contar ainda com um avatar e uma app para familiares e cuidadores de idosos.

Repórter EI

As melhores empresas para trabalhar em Portugal

A revista Exame divulgou o ranking de 2018 no qual é possível saber quais são as cem melhores empresas para se trabalhar, na opinião dos seus próprios trabalhadores

Repórter EI

Como a tecnologia ajuda à produção de fármacos para quimioterapia no Garcia de Orta

A plataforma Vision4Lab junta QR Codes câmaras de filmar foi criada pela portugusea Quantico e ajuda a otimizar a farmácia do Hospital Garcia de Orta. Os técnicos usam a ferramenta para fabricar medicamentos administrados a doentes com cancro durante a quimioterapia. Cada procedimento é filmado e efetuado com o reconhecimento de códigos QR. A farmácia produz mais de cem doses diariamente, agora de forma mais segura e controlada.