Relacionados

Como se testa a cibersegurança do País

Estivemos no Exercício Nacional de Cibersegurança. O simulacro juntou mais de cem profissionais de empresas e entidades públicas, com organização do Centro Nacional de Cibersegurança. Os especialistas reagiram a cerca de 90 ataques a intraestruturas críticas e cada entidade recebeu no fim um relatório confidencial sobre o que correu menos bem e quais os pontos de melhoria.

V by Vodafone, a Internet das Coisas permite monitorizar objetos em tempo real

Vamos conhecer algumas soluções trazidas pela Vodafone que tiram partido da Internet das Coisas e que permitem saber onde está o carro, o animal de estimação ou as mochilas.

Bosch e Universidade do Minho ajudam a moldar os carros do futuro

A parceria entre a Bosche e a Universidade do Minho foi estabelecida em 2013 e já levou a marca a investir mais de 70 milhões em Portugal. Mais de 400 investigadores já passaram pela iniciativa e o projeto visa ajudar a criar o carro do futuro, nomeadamente com câmaras de monitorização e outros sensores. Destaque ainda para as melhorias nos sistemas de localização precisa, modos de condução autónoma e no estacionamento com o condutor fora do veículo, através do smartphone.

Heptasense, como tornar os sistemas de videovigilância mais eficientes

A Heptasense é uma startup portuguesa que desenvolveu uma tecnologia para a análise de vídeo onde combina algoritmos, inteligência artificial e sistemas cloud. A tecnologia permite captar em tempo real comportamentos suspeitos, ajudando a processar dados e alertar as autoridades, caso seja necessário. MediaMarkt, Mercedes, Bayer e Brisa estão entre alguns dos clientes desta solução.

Conheça o sistema operativo para ETAR desenvolvido em Portugal

A Aqua in Silico é uma startup desenvolvida na Universidade Nova de Lisboa e criou um software que permite manter condições otimizadas para que as culturas de bactérias se expandam enquanto processam os detritos das águas. Este sistema operativo aplica modelos matemáticos a processos relacionados com o tratamento biológico das águas. Além de reduzir o uso de produtos químicos, a solução promete ainda reduzir os custos de manutenção das ETAR.

PRECISAMOS DE SI, CARO LEITOR A INFORMAÇÃO INDEPENDENTE É UM PILAR DA DEMOCRACIA. APOIAR O JORNALISMO INDEPENDENTE É UM DEVER DE CIDADANIA.

É PRECISO TER VISÃO

ASSINE