Relacionados

Repórter EI

Space Cobot, um assistente de astronauta desenvolvido em Portugal

Estivemos no Instituto de Sistemas e Robótica de Lisboa para ver conhecer o Space Cobot, um robô que voa e que pode estar em microgravidade. Este drone espacial está apto a voar em qualquer direção e pode ajudar a encaminhar comunicações, transportar objetos como ferramentas, captar imagens ou buscar informação. Os próximos passos incluem testes numa mesa com almofadas de ar e ainda uma viagem de avião com várias paragens que replicam cenários sem gravidade. O desafio passa por conseguir o financiamento necessário.

Repórter EI

Como a Realidade Virtual ajuda na reabilitação física

O VR4Neuropain usa realidade virtual para exercícios de reabilitação física. O projeto foi criado pela Collide em parceria com vários investigadores e o sistema sugere exercícios e tarefas para que os utilizadores consigam debelar lesões ou ultrapassar dores crónicas. No futuro, podem ser desenvolvidos exercícios para recuperação de acidentes vasculares cerebrais. Para já, a solução vai ser testada com um conjunto alargado de pacientes de um centro de reabilitação em Alcoitão.

Repórter EI

5G Hub, o centro de inovação para preparação da rede móvel de próxima geração

A Vodafone apresentou o 5G Hub, um pólo para fomentar a criação de um ecossistema em torno da rede móvel de próxima geração. O objetivo é reunir universidades e empresas para criar novos serviços, negócios e soluções que usem a rede 5G, que chega em 2020.

Repórter EI

Eco Rally: Arrábida, Oeiras e Sintra, sempre a acelerar

A Exame Informática esteve presente no primeiro Eco Rally organizado em Portugal. Os participantes competiram em nove classificativas, numa prova de regularidade, durante dois dias. O objetivo não era ser o mais rápido, mas sim ser o mais regular possível.

Repórter EI

Conheça a tecnologia por trás do Rock in Rio

O Vodafone Digital Rock City monitorizou vários parâmetros na cidade do rock durante os dias do festival, em tempo real. O objetivo passou por conseguir uma utilização eficiente dos recursos. Uma das novidades era o smart check-in para agendar a entrada em várias atrações. De uma edição para outra, a monitorização de consumos permitiu instalar apenas 17 geradores, face aos 52 usados no ano anterior.