Relacionados

Quanto mais se baixam as calças…

«Diz-se muitas vezes que a tecnologia anda mais depressa que a legislação – veja-se o caso dos carros autónomos e de como a demora na regulamentação está a atrasar a implementação deste tipo de veículos –, pelo que gostaria muito de ver a Apple, a Google, a Facebook, a Amazon e a Microsoft empenhadas a sério em acelerar e usar o seu poder para lutar a sério pela liberdade das pessoas sobre as quais têm tantos dados», a opinião de Paulo Matos

Porque não devemos temer a Inteligência Artificial

«A economia de custos obtida com a implantação desta tecnologia pode ser reinvestida para melhorar as comunidades nas quais as empresas operam – uma situação em que todos saem a ganhar: o planeta e as pessoas». A opinião de Nuno Igrejas, diretor de Vendas para o Segmento de PME da Ricoh

A nuvem e o futuro das PME

«Atuar com o suporte da tecnologia em nuvem vai permitir que tradicionais setores da economia participem da evolução de forma rápida e possam expandir sua atuação, conquistando mais clientes, lançando novos produtos e criando novos modelos de negócio». A opinião de Marcelo Lombardo, fundador da Omie

5G: o que muda e o que se mantém?

Quando se apresentaram os grandes objetivos do 5G, falava-se em três eixos de mudança, que eram o aumento significativo do débito, a latência das redes e a massificação das IoT mas o que é que isto significa de facto para o cidadão comum?

Já falta pouco para a sociedade sem dinheiro

«Como será uma sociedade sem dinheiro? Será construído em torno de um sistema bancário eletrónico e tecnologicamente móvel ou mesmo wearable? Ou será sem intermediários bancários, sem processadores e também sem dinheiro, como preveem os elementos da comunidade blockchain?» – a opinião de Jorge Baião, administrador da CA Serviços do Grupo Crédito Agrícola

PRECISAMOS DE SI, CARO LEITOR A INFORMAÇÃO INDEPENDENTE É UM PILAR DA DEMOCRACIA. APOIAR O JORNALISMO INDEPENDENTE É UM DEVER DE CIDADANIA.

É PRECISO TER VISÃO

ASSINE