Relacionados

Ensino à distância | Escola em casa
Mercados

Ensino à distância: Há alunos sem computador e ‘anarquia’ nas tecnologias de ensino

Associações falam em vários problemas sentidos por professores, pais e alunos. Para resolver falta de computadores, Ministério da Educação recomenda o uso dos telemóveis pelos alunos, a entrega de materiais de ensino pelos CTT e pede o apoio de empresas para que disponibilizem material informático e ligações à internet aos alunos que não os têm. Mas a dispersão dos métodos e ferramentas de ensino tem sido justamente outro dos problemas reportados pelos pais dos alunos e professores

Escola Virtual Porto Editora
Internet

Porto Editora responde a problemas na Escola Virtual: “São dezenas de milhares de novos alunos todos os dias”

Utilizadores queixam-se de bloqueios recorrentes e de dificuldades na inscrição de novos alunos na plataforma. Empresa fala em números de utilização “impressionantes” e que estão a colocar pressão na infraestrutura tecnológica

Internet

Apoio às Escolas: Direção-Geral de Educação lança site para aulas à distância

“Em cada escola/agrupamento deve ser criada uma equipa de apoio aos restantes docentes, quer porque o trabalho dos docentes estará também a ser feito a distância, quer porque poderá haver algumas pessoas menos experientes neste tipo de modalidade de ensino. Esta equipa poderá ainda organizar sessões de formação a distância ou disponibilizar recursos para autoaprendizagem”, refere a DGE

computadores secretária escolas escritórios
Mercados

Ministério aconselha escolas a migrar para software livre em substituição de Windows 7

Escolas Públicas têm as redes suportadas pelo Windows Server 2003, que foi descontinuado há cinco anos. "A sugestão de migrar para o software livre é compatível do ponto de vista pedagógico com as necessidades das escolas, resolvendo temas de segurança”, refere o Ministério da Educação