Relacionados

Internet

Flame foi criado pelos serviços secretos israelitas e americanos

O código malicioso Flame foi produzido em parceria pelos serviços secretos de Israel e dos EUA.

Internet

Malware: Flame comete "suicídio"

Os autores do Flame parecem estar a tentar cobrir o seu "rasto" digital, e deram ordens para que o malware se remova a si mesmo das máquinas infetadas.

Internet

Hacker rouba 6 milhões de passwords do LinkedIn

Um utilizador Russo afirma ter roubado mais de seis milhões de passwords da rede LinkedIn.