A general view shows the Evergrande Center building in Shanghai on September 22, 2021. (Photo by Hector RETAMAL / AFP) (Photo by )
Exame

Quem é o Evergrande, o gigante chinês que trouxe de volta o fantasma do Lehman Brothers

Abalou os mercados na última semana e os próximos dias poderão ser decisivos para o futuro do conglomerado chinês, o mais endividado do mundo da área do imobiliário. O que está em causa ressuscita os receios de um contágio global - embora os analistas relativizem.

Exame

Quando as empresas mentem

Costuma dizer-se que a responsabilidade das empresas é para com os seus acionistas. Mas elas têm também uma responsabilidade perante a sociedade. Por vezes, essa segunda dimensão é esmagada pela primeira

Macro

Seis “supertendências” de investimento que podem ajudar a reconstruir o mundo

A preocupação com os fatores ambientais, sociais e de governo é cada vez maior entre os investidores. O Credit Suisse identificou seis grandes tendências que estão a moldar um mundo mais sustentável e que podem beneficiar de um elevado crescimento nos próximos anos

Macro

"Valor fundamental da bitcoin pode ser considerado negativo se descontarmos a sua pegada carbónica"

Margarida Abreu, professora de Economia no ISEG, defende que tirando a utilidade de se poder transferir de forma anónima valor para outrem, a bitcoin tem pouco valor intrínseco

Macro

Inverno demográfico ameaça sustentabilidade das contas, avisa estudo da Gulbenkian

Um novo estudo promovido pela Gulbenkian mostra o impacto dramático que o envelhecimento da população terá nas contas públicas portuguesas

Macro

Moedas digitais dos bancos centrais: a nova arma de influência geopolítica

A China quer ameaçar a era da dominância do dólar e já começou a testar uma nova arma: o e-renminbi. Nesta batalha pela influência geopolítica, a Europa não pretende ficar para trás e o BCE poderá lançar também um euro digital

Macro

Euro digital: Como pode funcionar e quais as consequências para a banca?

O BCE deverá anunciar este ano se lança um euro digital. A medida poderá ter consequências para o sistema bancário, revolucionar a relação que temos com o dinheiro e acelerar a integração europeia

Macro

“O trickle-down é um mito”

Um dos autores de um novo estudo sobre os efeitos de cortes de impostos sobre os mais ricos explica à EXAME as suas conclusões

Macro

O que mudou na forma como o Estado gasta o dinheiro desde a Troika?

É o décimo aniversário do pedido de resgate português, anunciado por José Sócrates. O que mudou na forma como o Estado gasta o dinheiro?

Exame

A riqueza não cai do céu

Um novo estudo mostra aquilo que muitos já argumentavam: a ideia de que impostos mais baixos para os ricos ajuda a criar riqueza para os mais pobres não é verdadeira. A economia “trickle-down” é um mito

Centeno emagrece o Estado até níveis do início do século
Exame

PRR dá impulso à economia entre 1,1% e 2% até 2026

Diferentes simulações do Banco de Portugal sugerem que o Plano de Recuperação e Resiliência poderá deixar o PIB português num nível até 2% mais elevado nos próximos seis anos

Os conselhos do Banco de Portugal sobre o crédito à habitação
Exame

Raio-x às moratórias: 470 mil devedores abrangidos e turismo tem mais de metade do crédito com prestações suspensas

O Banco de Portugal atualizou os dados sobre as moratórias bancárias. Há mais de 45 mil milhões de euros em empréstimos a beneficiar deste apoio, que ainda pode ser solicitado até ao final deste mês

BCE e euro digital
Macro

Revolução à vista: Contas com euros digitais cada vez mais perto

Os bancos centrais querem contra-atacar a bitcoin e a libra, do Facebook, com as suas próprias moedas digitais. O BCE poderá anunciar essa decisão ainda este ano

Macro

Os planos estratégicos ficam para a História?

Ao longo das últimas décadas, não têm faltado exercícios de planeamento estratégico em Portugal. Mas é discutível que as mudanças efetivas que trouxeram tenham correspondido à atenção mediática que receberam. Será também esse o destino da “visão estratégica” de António Costa Silva? Porque Portugal parece ter dificuldades em implementar estes planos?

Macro

Onde vai estar o emprego na hora da retoma

O que fica quando, a uma vaga inédita de destruição de emprego, se somam a incógnita do ritmo de recuperação da economia e a herança de uma transformação acelerada das profissões – tudo durante uma pandemia?

Criatividade é a chave para o sucesso na transição do RGPD
Macro

Emprego: As áreas que as empresas procuram e as dicas dos especialistas

Os especialistas em Recursos Humanos ouvidos pela EXAME apontam várias áreas que poderão vir a ter mais procura por parte das empresas no relançamento da economia

Mural da Esperança. / Foto: Margarida Vaqueiro Lopes, Beirute 2020
Exame

Beirute: “A alma das gentes” renasce

Eternizada na voz da inconfundível Fairouz, a capital do Líbano é como uma fénix obrigada a reerguer-se sem parar. E, apesar da desesperança, não há economia destruída, Governo sem rumo ou tumultos sociais que façam os libaneses baixar os braços*

Desempregados inscritos nos centros de emprego em março com maior redução de sempre
Exame

A economia aguentou melhor do que se esperava o choque Covid-19?

O PIB não afundou tanto como se esperava e o desemprego aumentou menos. A economia portuguesa está a revelar-se mais resiliente do que se antecipava? E o que é que isso nos diz para 2021?

Macro

Portugal financia-se pela primeira vez com juros negativos a dez anos

O Tesouro emitiu 500 milhões de euros em dívida a 10 anos com uma taxa de -0,012%. Na prática, os investidores aceitam perder dinheiro para poderem investir em dívida portuguesa. Os baixos custos de financiamento são um dos aliados de peso do Estado para responder à crise pandémica

Macro

Da ascensão do renminbi ao Plano Marshall verde. Os temas que vão marcar o ano na economia e nas bolsas

Após a recessão violenta de 2020, os especialistas esperam uma recuperação da economia este ano. Quais os assuntos e as apostas que poderão marcar os próximos meses?

Macro

Dinheiro em investimentos sustentáveis bate recordes. Mas nem tudo o que vem à rede é verde

O investimento sustentável tem crescido nos últimos anos e poderá vir a tornar-se a regra, impulsionado pela direção dos programas de recuperação na Europa. Mas é preciso garantir que não se está a vender castanho por verde e que as empresas não usem o rótulo da sustentabilidade apenas como golpe de marketing