Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

Ícones de Xangai

A Ásia no Horizonte

O que não pode perder.

TiN Brand Studio

Nikada

Alta Velocidade
Se viaja em negócios não tem tempo a perder. O Maglev, que liga o Aeroporto Internacional de Pudong ao centro de Xangai, é um veículo de levitação magnética, conhecido por ser o comboio mais rápido do mundo. Viaja a 431 km por hora e em 7 minutos e 20 segundos faz o trajeto do aeroporto até à estação de Longyang Road, em Pudong, o centro financeiro de Xangai.

DANNY HU

Shanghai World Financial Center
Durante anos, este arranha céus foi o mais alto de Xangai. Destronado em apenas centímetros pela Torre de Xangai, o seu encanto continua inabalável. Do alto dos seus 492 metros, oferece uma das vistas mais espantosas sobre a cidade, especialmente se o fizer a partir da ponte construída no 97º andar, que parece flutuar e é altamente instagramável.

VCG

Um gigante sustentável
Com uns impressionantes 632 metros, a Torre de Xangai é o edifício mais alto da cidade e o segundo mais alto do mundo. Com um desenho assimétrico e em espiral para resistir aos fortes ventos, a torre pode orgulhar-se das suas credenciais de sustentabilidade. O edifício utiliza turbinas eólicas, recolhe água das chuvas e apresenta um excelente isolamento térmico, graças à sua pele de vidros duplos, reduzindo a pegada de carbono.

Bronze e Bambu
A fachada ondulante da Fundação Fosu é feita de tubos de bronze de vários tamanhos que evocam canas de bambu. Este inovador centro de artes e cultura, inspirado nos teatros tradicionais chineses, é a nova atração da área financeira.

Palace Rooftop
Inaugurado em 1909, o Palace foi durante anos o mais mítico dos hotéis de Xangai. Atualizado, não perdeu o seu charme. Adquirido pelo grupo Swatch, transformou-se no Swatch Art Peace Hotel, uma residência artística e trendy para criadores e viajantes, que tem um dos rooftops mais cobiçados da cidade. Localizado no Bund, com vista sobre o rio, é o lugar ideal para ver o pôr-do-sol, ou, se acordar cedo, assistir ao despertar do astro-rei, aqui chamado de “Bundrise”.

Baydar bakht