Relacionados

Cartel da banca - BCP, Santander, CGD, BBVA e BPI recorrem das multas
Exame

Cartel da banca - BCP, Santander, CGD, BBVA e BPI recorrem das multas

Só dois dos bancos - BCP e Caixa - viram ser-lhes aplicadas multas no valor total de €140 milhões, quase dois terços do valor total das coimas decididas ontem pela Autoridade da Concorrência.

Miguel Moura e Silva: o caçador de cartéis
Economia

Miguel Moura e Silva: o caçador de cartéis

Durante os dez anos em que liderou o Departamento de Práticas Restritivas da Autoridade da Concorrência, Miguel Moura e Silva enfrentou alguns dos maiores grupos económicos do País, desmantelou vários cartéis e aplicou multas de várias dezenas de milhões de euros. Afastado do cargo em 2013, regressa agora como vogal da direção

A história interminável do cartel da banca
Economia

A história interminável do cartel da banca

A investigação começou em 2012 e envolveu 15 bancos, um dos casos mais complexos de sempre da Autoridade da Concorrência

O cartel que aumentou o preço do pão
Economia

O cartel que aumentou o preço do pão

Economia

O cartel das escolas de condução da Madeira

Economia

A denúncia anónima que acabou com o cartel do sal

É um daqueles produtos que todos temos em casa, mas que, devido ao seu baixo valor, poucos sabem ao certo quanto custa. Talvez por isso ninguém imaginasse que existia em Portugal uma poderosa associação entre as empresas que produzem sal para conseguirem manipular os preços de venda ao público. A investigação da Autoridade da Concorrência (AdC) começou após uma denúncia anónima, feita por email, que descrevia, ao pormenor, o modo como estas empresas atuavam. Os produtores de sal atribuíam quotas de produção a cada um dos membros do cartel, não tentavam “roubar” 
o negócio aos outros e reuniam-se periodicamente para avaliar as vendas de cada um. Os que ultrapassavam essas quotas tinham de pagar uma indemnização aos seus parceiros. E, desta forma, a concorrência deixava de existir, podendo as empresas praticar o preço que quisessem. A prática era de tal forma lucrativa que uma dessas empresas pagou aos restantes membros do cartel cerca de meio milhão de euros durante os anos em que o acordo esteve ativo. Para investigar o caso, a AdC conseguiu um mandado de busca. Mas quando começou a vasculhar as empresas envolvidas, as provas já tinham sido destruídas. Conseguiu, mesmo assim, encontrar um arquivo que continha os registos das reuniões e o montante que cada um tinha a receber ou a pagar aos outros elementos. A fonte que deu origem a este processo ainda hoje permanece anónima, apesar das várias tentativas de contacto por parte da AdC.

Mais na Visão

Sociedade

Explosões em Beirute: Até 300 mil pessoas ficaram sem casa

Até 300.000 pessoas terão ficado sem casa em Beirute devido às explosões que abalaram na terça-feira a cidade, matando mais de 100 cidadãos, indicou hoje o governador da capital do Líbano

Anthony Levandowski Exame Informática
Mercados

Era o novo menino prodígio de Silicon Valley. Agora foi condenado a 18 meses de prisão

Anthony Levandowski ajudou a criar a divisão de carros autónomos da Google e mais tarde tornou-se um executivo de topo, na mesma área, na Uber. Agora o tribunal dá como provado que o engenheiro norte-americano roubou documentos com propriedade intelectual para benefício próprio

Bolsa de Especialistas

5 dicas para parecer mais bronzeada

Nesta altura do ano, uma tez dourada é um desejo comum a muitas mulheres. Mesmo que a sua melanina não seja a sua melhor aliada, existem algumas dicas que a vão ajudar a salientar o bronze e a fazer com que a sua pele pareça ainda mais beijada pelo sol. As dicas da especialista em moda Inês Margarida Martins

Sociedade

Beirute/Explosões: Português pediu ajuda para regressar

Um cidadão português, a morar há um ano no Líbano, pediu ajuda para regressar a Portugal após as explosões que atingiram a capital libanesa, Beirute, na terça-feira, disse hoje à Lusa fonte oficial

Opinião

PanConspirações

A conspiração vive do obscurantismo que se previne com mais conhecimento disponível e com mais literacia. A conspiração vive do contágio que se previne com inoculação

Crónicas

Alice

Todas as nossas melhores fotografias vão acabar numa mesinha de cabeceira, junto a um copo de água com uma dentadura a boiar lá dentro, antes de serem embrulhadas na mortalha de algum jornal velho

Economia

De milhões a "tostões": como o património do BES foi vendido ao desbarato

Os ativos do Grupo Espírito Santo foram vendidos pelo Novo Banco e pela Rioforte como se nada valessem. Fundos abutres pagaram ninharias por hotéis, seguradoras e imóveis. Lucraram milhões, em negócios da China que prejudicaram acionistas e lesados do BES, enquanto o Novo Banco continua a sorver dinheiro público

Opinião

A dialéctica do racismo

A extrema-esquerda diz que a sociedade é racista. A extrema-direita afirma a pés juntos que não há racismo em Portugal. Afinal, o racismo, além de apresentar um histórico de pecado social demasiado longo, agora serve de mote para a luta na arena política

Sociedade

Beirute/Explosões: Mais de uma centena de mortos e 4.000 feridos - Cruz Vermelha

Mais de uma centena de pessoas morreram e mais de 4.000 ficaram feridas nas duas violentas explosões no porto de Beirute, de acordo com um novo balanço da Cruz Vermelha

Economia

António Mexia investe 24.535 euros no aumento de capital da EDP

O presidente do Conselho de Administração Executivo da EDP, com funções suspensas, António Mexia, subscreveu 7.738 ações, num investimento de 24.535 euros, no aumento de capital de mais de mil milhões de euros do grupo

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Três QI políticos

Deveria ser mandatório, numa nação nuclear, nunca ter um débil com acesso ao botão

Sociedade

Cascais, refúgio da realeza, mas não desta vez?

A costa do sol e a famosa casa em tempos ocupada pela família real espanhola ficou de novo debaixo dos holofotes, mas apenas por breves momentos: do paradeiro do rei emérito nem sinal