Viver no fundo do mar para descobrir os seus segredos

Viver no fundo do mar para descobrir os seus segredos

Sabemos mais sobre a superfície da Lua do que sobre o fundo do mar, já o escrevemos aqui, mas Ghislain Bardout acrescenta que “90% dos nossos oceanos continuam por explorar”. Noventa por cento! Há muito ainda por descobrir neste Planeta Azul, e é esse caminho que o francês está a desbravar.

Ghislain vive praticamente no mar, num veleiro oceanográfico, junto com a mulher, Emmanuelle Bardout, com quem partilha a aventura, os filhos Tom e Robin, de 4 e 8 anos, uma cadela husky chamada Kayak e uma equipa de mais oito cientistas.

“Os humanos serão sempre exploradores”, avança Ghislain, que já mergulhou inclusivamente debaixo do Círculo Polar Ártico, no extremo mais agreste e inóspito do planeta. A grande diferença é que, “hoje em dia, as explorações devem servir um objetivo maior, a conservação ambiental”.

Ghislain Bardout, co-fundador e diretor das expedições Under The Pole (Frank Gazzola /Rolex)

Para os Bardout, isso implica alterar a forma como se explora o mar: “Antigamente, o objetivo era mergulhar cada vez mais fundo, mas hoje o desafio reside na capacidade de manter a imersão por longos períodos de tempo, com o objetivo de estudar e compreender os oceanos e a vida que aqui vive.” Para perceber melhor a ideia, imaginemos um explorador numa selva: quando chega vai alterar o comportamento dos animais e, apenas passadas algumas horas, ou dias, será possível observar esse habitat como realmente é. Debaixo de água acontece o mesmo.

Para o conseguirem, os Bardout desenvolveram uma nova cápsula que permite ficar submerso por 72 horas seguidas, servindo também de “acampamento-base” para realizar mergulhos com maior profundidade. Lá em baixo, respiram uma mistura de gazes e oxigénio, que permite reduzir brutalmente o tempo de descompressão, mas obriga-os a falar com aquela voz de quem inspirou um balão. Estas cápsulas serão um dos fatores decisivos para o sucesso da próxima expedição, a quarta: Under the Pole IV – Deep Life, que preparam já sob os auspícios da Década dos Oceanos das Nações Unidas. O objetivo será explorar as florestas marinhas na zona mesofótica, ou seja, entre os 30 e os 200 metros de profundidade, e o papel que desempenham nos ecossistemas marinhos. Viajarão uma vez mais até ao Círculo Polar, a Svalbard, em meados de março do próximo ano, e ali ficarão até junho ou julho. Regressarão depois à Bretanha, para uma escala técnica (e merecidas férias) antes de partirem de novo em setembro, desta vez para as Canárias, e dali diretamente para as Caraíbas, provavelmente em setembro, onde permanecerão até maio de 2023.

A união dos dois Bardout foi um casamento feito no céu − ou pelo menos lá em cima, no Polo Norte, onde se conheceram numa expedição científica em 2007. Ela era a comandante do navio, ele o mergulhador. Foi a paixão pela conservação que os juntou e, pouco depois, estavam a planear uma nova expedição ao Polo. Foram três anos de dificuldades e perseverança, mas, uma vez conseguido o apoio da Rolex, puderam partir em 2010. A equipa (de oito pessoas mais a Kayak) percorreu o Polo a pé, até ao ponto cardeal, realizando os primeiros mergulhos em zonas absolutamente inexploradas, e nas condições climatéricas mais difíceis, como recorda Ghislain: “O equipamento de mergulho não tinha nenhum defeito, mas as condições eram tão más que o material simplesmente não aguentava.” Ainda assim, a missão foi um sucesso e conseguiram realizar 51 mergulhos e fotografar e filmar, pela primeira vez, esse mundo maravilhoso debaixo do gelo. Essas imagens inéditas percorreram e encantaram o resto do mundo, mas a missão serviu também para perceber como “a maior parte do degelo ocorre debaixo de água, não em cima, para onde toda a gente olha”.

Prolongar o tempo submerso é o objetivo de Bardout

Regressariam quatro anos mais tarde, para continuar o trabalho de avaliação dos bancos de gelo polar e a biodiversidade da zona. Nesta Under the Pole II conseguiram realizar 400 mergulhos, até que o degelo precoce os obrigou a encurtar a missão, “os bancos estão a derreter mesmo à nossa frente, e não estão a recuperar”, avisa.

A Under the Pole III foi mais longa, começando em 2017 e terminando apenas este ano. Desta vez circum-navegaram o globo, do Polo Norte ao Polo Sul, entre o Pacífico e o Atlântico, por águas tantas vezes navegadas, mas nem por isso mais conhecidas. Mergulharam em profundidade, e descobriram uma riqueza biológica incrível, trazendo inclusivamente amostras de coral recolhidas a 172 metros de profundidade, onde antes não se admitia como possível a sua existência. Descobriram, ainda, que entre os 40 e os 60 metros existe uma maior biodiversidade de corais do que até aos 40 metros. Algo que a comunidade científica também desconhecia. São cerca de 60% dos corais, estimam, por oposição aos 25% que se pensava. Uma descoberta fundamental e que nos deve encher de esperança, pois estes corais profundos poderão ser utilizados para replantar os recifes à superfície. O que, se teme, venha mesmo a ser necessário.

Mais na Visão

Mais Notícias

Camilla recebe rainhas e princesas no Palácio de Buckingham

Camilla recebe rainhas e princesas no Palácio de Buckingham

EuRoC: um concurso europeu de lançamento de foguetes

EuRoC: um concurso europeu de lançamento de foguetes

5 dicas para proteger a casa no Inverno

5 dicas para proteger a casa no Inverno

A elegância das mulheres da família Grimaldi no jantar de gala do Dia Nacional do Mónaco

A elegância das mulheres da família Grimaldi no jantar de gala do Dia Nacional do Mónaco

18 bomber jackets para dar as boas-vindas ao frio

18 bomber jackets para dar as boas-vindas ao frio

Black Friday: o que vale mesmo a pena comprar nos descontos da Zara

Black Friday: o que vale mesmo a pena comprar nos descontos da Zara

Exclusivo: Moniz e Cristina “roubam” mais uma atriz à SIC

Exclusivo: Moniz e Cristina “roubam” mais uma atriz à SIC

Design, música e tecnologia no novo livro da Phaidon

Design, música e tecnologia no novo livro da Phaidon

Grece Ghanem: a elegância que não tem idade

Grece Ghanem: a elegância que não tem idade

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

Venha discutir a importância dos oceanos e as oportunidades da economia azul nas ESG Talks

Venha discutir a importância dos oceanos e as oportunidades da economia azul nas ESG Talks

Recrie o look chique de Catarina Gouveia

Recrie o look chique de Catarina Gouveia

Quase 200 centros de saúde com horário alargado e informação disponivel 'online'

Quase 200 centros de saúde com horário alargado e informação disponivel 'online'

E ainda... Saramago

E ainda... Saramago

Ana Moura:

Ana Moura: "Há a ideia de que um músico português nunca conseguirá ser uma estrela global, um fenómeno pop, mas não me parece que esse seja um objetivo inatingível"

Candeeiros, 10 esculturas de luz

Candeeiros, 10 esculturas de luz

LeasePlan conclui que elétricos são mais económicos para 87% dos perfis de utilização

LeasePlan conclui que elétricos são mais económicos para 87% dos perfis de utilização

Greve na escola

Greve na escola

Cristiano Ronaldo assina contrato

Cristiano Ronaldo assina contrato

Rainha Margarida da Dinamarca vai passar o Natal sem os filhos

Rainha Margarida da Dinamarca vai passar o Natal sem os filhos

Delicie-se com este puré de maça caseiro com iogurte e lascas de amêndoa

Delicie-se com este puré de maça caseiro com iogurte e lascas de amêndoa

Ainda podes votar nas fotos de animais mais cómicas de 2022

Ainda podes votar nas fotos de animais mais cómicas de 2022

Isabel Figueira na bancada de Portugal

Isabel Figueira na bancada de Portugal

Kate usa pregadeira com significado especial na receção ao presidente da África do Sul

Kate usa pregadeira com significado especial na receção ao presidente da África do Sul

Estes autores portugueses vêm passar o Natal!

Estes autores portugueses vêm passar o Natal!

VOLT Live: conversa com os líderes do Campeonato de Portugal de Novas Energias

VOLT Live: conversa com os líderes do Campeonato de Portugal de Novas Energias

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

OE2023: Centros de recolha animal com mais um milhão de euros

OE2023: Centros de recolha animal com mais um milhão de euros

Qual é o momento para aspirar a ser líder? Ontem!

Qual é o momento para aspirar a ser líder? Ontem!

OE2022: Segurança Social regista excedente de 3.358 ME até outubro

OE2022: Segurança Social regista excedente de 3.358 ME até outubro

Sugestões de decoração de Natal

Sugestões de decoração de Natal

Gautam Adani. O Rockefeller da economia indiana que se tornou no terceiro mais rico do mundo

Gautam Adani. O Rockefeller da economia indiana que se tornou no terceiro mais rico do mundo

O centenário de Saramago

O centenário de Saramago

Coluna JBL Partybox Encore Essential em teste, ideal para festas em casa

Coluna JBL Partybox Encore Essential em teste, ideal para festas em casa

8 (boas) ideias para este fim de semana, no Porto

8 (boas) ideias para este fim de semana, no Porto

JL 1357

JL 1357

Melting Gastronomy Summit: Os produtos da terra e do mar à mesa no Mercado do Bolhão

Melting Gastronomy Summit: Os produtos da terra e do mar à mesa no Mercado do Bolhão

5 restaurantes para viajar à mesa

5 restaurantes para viajar à mesa

O que se sabe sobre o casamento de Lady Amelia Spencer, sobrinha da princesa Diana

O que se sabe sobre o casamento de Lady Amelia Spencer, sobrinha da princesa Diana

Presidente PS pede ao Governo apurado sentido de orientação e maior rigor nas condutas

Presidente PS pede ao Governo apurado sentido de orientação e maior rigor nas condutas

Presidente da República promulga diploma sobre carreira dos enfermeiros

Presidente da República promulga diploma sobre carreira dos enfermeiros

Censos2021: Distrito da Guarda perde cerca de 18 mil habitantes em dez anos

Censos2021: Distrito da Guarda perde cerca de 18 mil habitantes em dez anos