“É uma atrocidade contra o planeta e contra a espécie humana”

Foto: José Carlos Carvalho

É impossível ignorar a baleia na sala, até porque se trata de um esqueleto com dez metros de comprimento, feito exclusivamente de plásticos brancos apanhados na praia. Uma peça de “artivismo” apontada ao problema do plástico nos oceanos que, apesar de todas as campanhas, continua a crescer à razão de mil toneladas por hora, o equivalente a um camião TIR cheio de plástico por minuto. Todos os minutos. “Uma atrocidade contra o planeta e contra a espécie humana”, comenta à VISÃO Ana Pêgo, bióloga marinha e coautora desta Baelena Plasticus que, depois de cumprido o trabalho em muitas exposições, repousa agora no quintal desta investigadora e educadora extraordinária: “Gosto muito de misturar ciência, arte e biologia para tentar fazer com que as pessoas conheçam e gostem dos oceanos, porque só assim vão estar predispostas a protegê-los.”

Nascida e criada junto à Praia das Avencas, na Parede, estudou Biologia Marinha na Universidade do Algarve e trabalhou dez anos como investigadora no Laboratório Marítimo da Guia, em Cascais, antes de enveredar por esta área da Educação Ambiental.

Ana Pêgo admite que despertou para o problema dos plásticos por volta de 2011: “O plástico já ali estava, mesmo à minha frente, só nunca tinha feito esse clique.” Mas desde então que se dedica de corpo e alma a esta luta: “Comecei a limpar a praia compulsivamente. Chegava a ir de noite, e a minha família já se interrogava se eu não teria enlouquecido.” Era uma luta naturalmente inglória, e o entusiasmo acabou por dar lugar à angústia e à indignação: “Como era possível que mais ninguém estivesse preocupado com este problema?!”, perguntava-se. “Claro que havia quem estivesse, como a professora Paula Sobral (presidente da Associação Portuguesa do Lixo Marinho, já aqui entrevistada), e outros que também apanhavam lixo na praia. Mas éramos muito poucos, e nem sequer estávamos ligados.”

Começou então a descobrir grupos que faziam esse trabalho no resto da Europa, sendo que muitos “não se limitavam a apanhar o lixo. Traçavam-lhe a origem, as rotas, emitiam alertas quando as mesmas peças surgiam em pontos diferentes, sinal de que tinham caído contentores em alto-mar”, ideia que apelou à sua formação científica. “Percebi que o lixo tinha uma história para contar, que podia ser catalogado, e foi assim que a angústia deu lugar à determinação e desta nasceu, em 2015, a página Plasticus Maritimus, no Facebook.

O plástico nos mares continua a crescer à razão de mil toneladas por hora, o equivalente a um camião TIR cheio de plástico por minuto

Dava assim início ao trabalho de identificação de exemplares desta terrível espécie invasora, provenientes dos EUA, do Canadá, e de todo o mundo, mas muitos também de Portugal, onde tem algumas irritações de estimação, como é o caso das placas de Alerta de Arriba em Perigo, colocadas pela própria Agência Portuguesa do Ambiente (APA). “Essas placas são de plástico, e quando chega o mau tempo caem e partem-se. Já foram alertados várias vezes, por mim e por outras organizações, e nada mudou. A APA já deveria ter percebido que não pode continuar a fazer sinaléticas em plástico.”

Ana Pêgo, bióloga marinha e educadora ambiental portuguesa, criadora do termo da espécie invasora que classifica como Plasticus Maritimus. Foto: José Carlos Carvalho

Plasticus Maritimus foi também o nome escolhido para o belíssimo livro editado pela Planeta Tangerina em 2018, cujo impacto ultrapassou as nossas fronteiras. Traduzido em dez línguas, chegou longe, a países como a Coreia do Sul e, brevemente, a China. O livro contém muita informação sobre a relação entre o plástico e os oceanos, descrita de uma forma lúdica, e inclui até um guia para preparar idas à praia, com o objetivo de colecionar e analisar exemplares desta espécie. Tornou-se, aliás, uma das ferramentas preferidas de professores e alunos para abordarem o tema nas escolas, ao ponto de Ana ter conhecido em Coimbra dois irmãos gémeos que sabiam de cor várias frases do livro. Mas o melhor estava guardado para o fim, quando uma das crianças lhe disse que tinha dois ídolos no mundo: “Eu e a Greta Thunberg. Até fiquei sem jeito. Elevou-me a um patamar muito alto.”

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e a organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis. Saiba mais sobre esta missão comum.

Tempos difíceis exigem a melhor informação. A Trust in News decidiu agilizar os seus planos de assinaturas e oferecer um pack mensal de revistas digitais a um preço simbólico: €9,90 mês por 9 revistas. Está garantida a melhor leitura para todos os gostos.

ASSINE JÁ

ASSINE JÁ!

Mais na Visão

Visão Saúde
VISÃO Saúde

O apelo de uma médica internista: "Neste momento precisamos da ajuda de todos"

Vera Bernardino, médica assistente hospitalar de Medicina Interna, explica na primeira pessoa como a sua rotina mudou drasticamente com a pandemia e o que é trabalhar desde março numa enfermaria com doentes Covid-19

Política

Debaixo de fogo cerrado da direita europeia, Costa avisa Hungria e Polónia que Estado de Direito vai ser cumprido na sua presidência

Costa assegurou em Bruxelas que a presidência portuguesa da União Europeia "não vai deixar parado" o processo contra a Hungria e a Polónia por violação do Estado de Direito. Em troca, os eurodeputados da direita, entre eles Paulo Rangel e Nuno Melo, apostaram em fragilizar o governante em frente a Von der Leyen, pela nomeação do procurador europeu e pelos números de mortes por Covid-19 em Portugal

Política

Marcelo admite disseminação do vírus nas escolas e diz que fecho “é uma questão que se vai colocar entre hoje e amanhã”

O Presidente da República pede uma reavaliação rápida da situação

Sociedade

Covid-19: Costa assume números "dramáticos" mas rejeita decidir "conforme as pressões"

António Costa admitiu, em Bruxelas, que os números de infeções de covid-19 em Portugal "são particularmente dramáticos", mas insistiu que não se deve "tomar decisões conforme as pressões"

Mundo

Joe Biden já tomou posse como 46º Presidente dos EUA. "Este é o dia da América e da democracia"

O democrata Joe Biden tomou posse hoje como 46º Presidente dos EUA, após ter feito o juramento de funções perante o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, nas escadas do Capitólio

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Casos da variante inglesa a "aumentar significativamente" em Portugal

A proporção de casos da variante inglesa está a "aumentar significativamente" em Portugal, revela o INSA, que calcula em 70% o crescimento entre o início de dezembro e o início deste mês

Irrevogável

Manuel Soares: “Não é possível acabar com os megaprocessos enquanto houver megacriminalidade”

O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) defende que os magistrados “não devem estar na política e depois para voltar para os tribunais”, diz que no caso das vigilâncias a jornalistas terão de ser os juízes “a decidir se as provas são ou não válidas” e garante que os tribunais administrativos e fiscais “só não funcionam porque o poder político não quer.” Critica a inércia do Conselho Superior da Magistratura na discussão de meios para combater casos como o de Rui Rangel e tem uma proposta para voltar a pôr o enriquecimento ilícito na agenda política

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Infeção de Covid-19 nas crianças dos 6 aos 12 anos disparou na última semana

Estudo mostra que a doença não para de crescer entre os estudantes do ensino básico. Entre os adolescentes, o vírus está também a espalhar-se

Política

Covid-19: Ministras da Presidência e Saúde avaliam hoje situação do país com epidemiologistas

Mariana Vieira da Silva e Marta Temido reúnem-se com epidemiologistas hoje numa altura em que aumenta a pressão para o encerramento das aulas presenciais do terceiro ciclo e do Secundário

Mundo

As imagens da forte explosão que fez desmoronar fachada de edifício no centro de Madrid

Uma forte explosão de gás num edifício no centro de Madrid cuja fachada se desmoronou causou hoje ao início da tarde pelo menos três mortos e vários feridos

Mundo

Joe Biden, o senhor da reconciliação

Joe Biden quer entrar na Sala Oval para restaurar a alma da nação norte-americana e reconstruir os laços do seu país com o resto do mundo. Será que vai ter a oportunidade de evitar o agravamento da “guerra fria civil” que se faz sentir nos EUA?

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Morrem mais de 500 pessoas por ano em Lisboa e no Porto por excesso de poluição face ao máximo recomendado

Se Lisboa cumprisse os níveis de partículas finas indicados pela OMS, salvar-se-iam 287 vidas por ano; no Porto, 228 – e mais de 1 500 se as concentrações estivessem ao nível de Tromso, na Noruega. Essa é uma das conclusões de um estudo que analisou 858 cidades europeias, incluindo14 portuguesas. Viseu está entre as menos poluídas da Europa. Veja a lista