“Todo o plástico retirado do mar será sempre uma gota de água no oceano”

Foto: Luis Barra

O plástico que está à superfície – ou seja, aquele que vemos e tanto nos impressiona – representa 1% de todo plástico nos oceanos. Apenas 1%. A esmagadora maioria, 94%, está no fundo e 5%, nas praias.
Continuamos a ter uma imagem demasiado ingénua do que se passa no mar e, para o resolver, só existe uma solução: consumir menos. “Tudo o resto não vai funcionar”, explica à VISÃO a presidente da Associação Portuguesa do Lixo Marinho, investigadora no MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, e professora na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova.

Paula Sobral é a primeira a reconhecer a utilidade de “tentar retirar o lixo do mar e promover atividades de recolha nas praias e reciclar”, às quais está intimamente ligada, mas reconhece que essas ações por si só nunca irão resolver o problema do lixo marinho. Até porque “todos os anos entram no mar 12 milhões de toneladas de plástico”. É por isso que “todo o plástico que retirarmos será sempre uma gota de água no oceano”. Nas suas aulas e frequentes palestras recorre, muitas vezes, a uma metáfora: “Imagine que chega a casa e tem uma inundação. O que vai fazer? Começar a limpar ou fechar primeiro a torneira? Vai certamente fechar a torneira. É isso que temos de fazer.”

Com uma carreira dedicada às causas ambientais, Paula Sobral foi recentemente galardoada com o “Iconic Women Creating a Better World for ALL”, no Internacional Women Economic Forum. Recebeu o prémio com duas colegas docentes e, no seu caso, foi salientado precisamente o papel no combate ao lixo marinho e aos microplásticos. Um combate que se materializou, por exemplo, na parceria entre a Associação do Lixo Marinho e a Doca Pesca, “Pesca por um mar sem lixo”, que envolve os pescadores na recolha do lixo que encontram no mar. A maioria vem inclusivamente nas próprias redes, e os pescadores, em vez de o deitarem borda fora, guardam e trazem para terra.

O projeto implica, acima de tudo, recolher os restos de redes “eternamente a pescar no mar”, causando a morte a inúmeras tartarugas, tubarões, mamíferos marinhos e outros peixes. Com esta iniciativa os pescadores passam a fazer parte da solução, pelo que a aceitação tem sido bastante positiva.

As máscaras e luvas são descartadas um pouco por todo o lado, sem o cuidado de as colocar no contentor certo. Num país como Portugal, onde existe gestão de resíduos, não há desculpa para esses materiais acabarem na praia

PAula sobral

O confinamento foi aproveitado para dar “frequentes passeios à beira-mar” e para a “simples contemplação dos espaços naturais”. Foram a sua terapia, embora não resistisse muitas vezes e lá ia “olhando para o que estava praia”, porque esta professora universitária tem, sobretudo, notas negativas para o comportamento negligente de muitos portugueses – e a primeira vai diretamente para os fumadores, responsáveis pelo item de lixo que, “de longe”, se encontra em maior quantidade no mar: as beatas.

As máscaras e as luvas de proteção, por causa da pandemia, são outra fonte de preocupação atual. “São descartadas um pouco por todo o lado, sem o cuidado de as colocar no contentor certo. Num país como Portugal, onde existe gestão de resíduos, não há desculpa para esses materiais acabarem na praia”. Mas acabam, “arrastados diretamente pelas chuvas para as linhas de água, ou, indiretamente, através dos esgotos pluviais”.

Paula Sobral, fotografada naTrafaria. Foto: Luis Barra

Outra nota negativa vai para quem consome plástico em excesso, muitos justificando-se com a reciclagem. “Reciclamos apenas 9% do plástico enviado. Não somos só nós, Portugal, é o mundo inteiro.” Pela sua parte já decidiu e evita todas as “embalagens idiotas”. E existem muitas, “os supermercados estão cheios de coisas ridiculamente embaladas”. Ora, “se todos consumirmos menos plástico, a indústria vai produzir menos plástico”, o que me parece evidente. Se queremos parar esta calamidade, “temos de fechar a torneira”!

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e a organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis. Saiba mais sobre esta missão comum.

Tenha acesso ilimitado a toda a biblioteca digital enquanto espera pela próxima edição

Comece a ler já hoje!

Leia já!

Relacionados

Oceano de Esperança

A Amazónia está em risco. João quer ajudar a salvá-la com as comunidades locais

Aos 36 anos, João Campos-Silva está numa missão para salvar o peixe gigante da Amazónia. E, com ele, todo o ecossistema do rio

Oceano de Esperança

“Os tubarões azuis nos Açores tinham todos marcas de ‘encontros’ com os humanos”

Nuno Sá é o nosso mais prestigiado cameramen subaquático e já viu de tudo: paisagens virgens, profundezas misteriosas, espécies fascinantes, mas também animais feridos por humanos e rios de lixo

Oceano de Esperança

“Numa semana, corais saudáveis, vibrantes e cheios de cor ficaram completamente brancos”

A jovem bióloga inglesa Emma Camp está numa corrida para salvar a Grande Barreira de Coral na Austrália. Será que vai a tempo?

Oceano de Esperança

Uma missão comum

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis

Mais na Visão

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Uma Rainha que não desce da cruz

Isabel não quer ser uma rainha emérita. Para ela, e para a sua casa real de Windsor, o Reino Unido só tem um soberano

Política

Covid-19: Costa destaca que foram administradas 183 mil vacinas entre sábado e hoje

O primeiro-ministro destacou que foram administradas hoje e no sábado 183 mil vacinas contra a covid-19, considerando que Portugal caminha para cumprir os objetivos do plano de vacinação

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Sindicato dos médicos alerta para possível "catástrofe" na saúde e pede "verdadeira retoma" no SNS

O Sindicato Independente dos Médicos alertou hoje que os atrasos causados pela pandemia no SNS podem provocar uma "catástrofe" e desafiou o Governo a implementar uma "verdadeira retoma"

Ideias

"Muitos humanos preferem acreditar que somos a espécie mais inteligente, mas a única forma de obtermos uma avaliação realista disso seria procurar por outras"

O astrofísico Avi Loeb, a voz mais proeminente na defesa da existência de vida extraterrestre inteligente, em entrevista à VISÃO

Sociedade

Vídeo de OVNI triangular é verdadeiro, confirma Pentágono

O Departamento de Estado dos EUA não esclarece, porém, se já identificou a aeronave filmada pela Marinha em espaço aéreo norte-americano. Veja o vídeo

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Vacina da J&J deve ser retomada com "restrições" nos Estados Unidos, diz Fauci

A vacina da Johnson & Johnson, suspensa nos EUA e na Europa, deve voltar a ser administrada nos próximos dias, possivelmente "com restrições", disse Anthony Fauci, consultor para a pandemia

Mundo

Descarrilamento de comboio no Egito provoca 100 feridos

O descarrilamento de um comboio de passageiros no norte do Cairo, no Egito, provocou hoje cerca de 100 feridos, referem as autoridades egípcias citadas pela Associated Press (AP)

Desporto

Rochele Nunes conquista medalha de bronze em +78 kg nos europeus de judo

Judoca Rochele Nunes conquistou a medalha de bronze na categoria de +78 kg nos Europeus de Lisboa, ao precisar apenas de 50 segundos para vencer a ucraniana Yelyzaveta Kalanina, por 'ippon'

Sociedade

Covid-19: Portugal regista mais três mortes, 441 novos casos e subida dos internamentos

Portugal contabilizou hoje mais três mortes relacionadas com a pandemia de covid-19 e 441 novos casos de infeção, segundo a DGS, que regista um aumento dos internamentos

Mundo

Isabel II, a rainha que (quase) nunca chora

Esconder as emoções em público é uma opção estratégica para a qual se preparou desde cedo e que se esforçou por manter no funeral do príncipe Filipe, o seu companheiro de vida

Fotografia

20 imagens que mostram como o "G10 das Favelas" combate a fome em plena pandemia

Foram entregues, na maior favela de São Paulo, centenas de cabazes de alimentação. Até ao fim do mês devem ser entregues 30 mil toneladas de alimentos

Desporto

MotoGP/Portugal: Fabio Quartararo vence em dia de queda para Miguel Oliveira

O francês Fabio Quartararo (Yamaha) venceu hoje o Grande Prémio de Portugal de MotoGP, terceira corrida, em que o português Miguel Oliveira (KTM) foi 16.º após uma queda à sexta volta