“Os pinguins enfrentam ameaças no mar e em terra. É uma combinação explosiva”

Diz que não sabe bem se foi ele que escolheu os pinguins ou se foram eles que o escolheram, mas Pablo García Borboroglu sabe que quando visitou pela primeira vez uma colónia – tinha então 18 anos, hoje tem 50 – ficou maravilhado.

“Popi”, como sempre lhe chamaram, cresceu a ouvir contar histórias de pinguins. Os avós fugiram da Turquia no início do século passado e estabeleceram-se em Comodoro Rivadavia, na Argentina. Foi nessa pequena cidade, em plena orla atlântica patagónica, que a avó descobriu estas pequenas criaturas e se apaixonou por elas. Mais tarde, já em Mar del Plata, passou esse amor ao neto e este, quando cresceu, tornou-se um dos maiores especialistas mundiais da espécie – e o seu grande defensor.

Depois desse primeiro encontro, não tardou muito até que o jovem Borboroglu tomasse a decisão de fazer uma pausa sabática nos estudos, juntando-se a uma legião de voluntários que procurava salvar os pinguins dos derrames petrolíferos. Nessa altura, entre os anos 1980 e 1990, as marés negras eram bastante frequentes, matando em média 40 mil pinguins por ano. Pablo e todos os outros voluntários lavavam os animais com água e sabão, salvando milhares. Nunca conseguiram levar a tribunal um único responsável, mas despertaram a opinião pública para o tema e obrigaram o governo a criar rotas mais afastadas da costa para os petroleiros e as empresas alterarem as suas práticas. Uma grande vitória, mas que não deixava os pinguins fora de perigo.

Basta dizer que, hoje, além da poluição global que leva estes animais a procurarem alimento cada vez mais longe, os pinguins são uma das espécies de aves mais afetadas pela indústria da pesca e com um território mais diminuto. Tanto que a International Union for Conservation of Nature (IUCN) classificou 14 das 18 espécies existentes como estando ameaçadas. “Mais de metade das espécies de pinguins no planeta estão em risco. Enfrentam ameaças no mar e em terra. É uma combinação explosiva”, explica.

Mais de metade das espécies de pinguins no planeta estão em risco

PABLO GARCIA BORGOROGLU

Na linha da frente, Borboroglu é o primeiro a afirmar que “ajudar os pinguins é ajudar os oceanos e ajudar os oceanos é ajudar-nos a nós próprios”, mas nem mesmo ele poderia prever como, ao desembarcar numa pequena ilha perdida algures na imensidão da Patagónia Argentina. A história é um clássico: ele estava lá para ajudar pinguins, ela para salvarlobos-marinhos. Apaixonaram-se, casaram-se, tiveram dois filhos e viveram felizes para sempre. Ou, pelo menos até agora. Em 2009, a sua mulher, Laura Reyes, foi também fundamental para a criação da Global Penguin Society (GPS). Desde então, a organização já conseguiu proteger 3 230 000 hectares de área marítima e terrestre. Uma área superior à da Bélgica, maior do que um terço de Portugal.

O mundo está atento ao seu trabalho e, em 2018, Borboroglu recebeu um Whitley Gold Award, considerado o Oscar verde da conservação. Nos prémios, “a voz do planeta”, Sir David Attenborough, explicou que “as pessoas adoram os pinguins, mas desconhecem o seu declínio. A GPS concebeu soluções para solucionar esse problema”. No ano passado, foi a vez de a Rolex distinguir este biólogo como Associate Laureate. Os Rolex Awards for Enterprise, atribuídos por um grupo de cientistas internacionais de renome, destacam esta iniciativa global que abrange três continentes, estratégias de conservação mais eficazes e sobretudo o envolvimento das comunidades locais na luta. Especialmente as crianças, que participam ativamente em ações de conservação. Até ao momento, já envolveram mais de 7 000 miúdos porque, como gosta de dizer, “a mudança começa com eles. E começa agora”.

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis. Saiba aqui mais sobre esta missão comum.

Palavras-chave:

ESTE VERÃO ASSINE A VISÃO, EM PAPEL OU DIGITAL, E RECEBA ATÉ SEIS MESES DE LEITURA GRÁTIS

PRECISAMOS DE SI: ASSINE!

ASSINE

Mais na Visão

Política

Costa ataca "joguinhos políticos" e diz que não aproveitará sondagens para abrir crise

O secretário-geral do PS defendeu hoje que Portugal precisa de estabilidade, criticou "joguinhos políticos" e afirmou que não aproveitará boas sondagens para abrir uma crise política

Flor de Sal

Quando as mulheres são as piores inimigas das mulheres

Ghislaine era a amiguinha de Jeffrey, partner in crime das suas patifarias, nas quais também participava. Quando as jovens eram aliciadas pelo monstro, Ghislaine desempenhava um papel fundamental para as apanhar na rede; protegia-as e mimava-as, fazia de mãe, de irmã mais velha, de polícia bom, de mentora, de amiga

Mundo

Trump tem um novo logótipo para a sua campanha e é tal e qual um emblema nazi

O site oficial vende agora uma t-shirt com a mesma disposição e elementos. Só muda a suástica para a bandeira americana

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Estudar os mortos para salvar os vivos: o que nos dizem as autópsias das vítimas de Covid-19

Uma nova doença constitui um enorme desafio, não só para aqueles que estão na linha da frente no auxílio dos pacientes, mas também para os que têm como objetivo estudar o processo que levou ao enfraquecimento e à consequente morte de parte dos doentes

Economia

Covid-19: Rio considera que "reuniões do Infarmed começam a ter pouca utilidade"

O presidente do PSD considera que as "reuniões do Infarmed começam a ter pouca utilidade" e defende que estes encontros devem apresentar "fotografia muito objetiva e curta"

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Brasil ultrapassa 1,5 milhões de casos de infeção

O Brasil ultrapassou a barreira de 1,5 milhões de pessoas diagnosticadas com covid-19, totalizando ainda 63.174 mortos devido ao novo coronavírus desde o início da pandemia

Sociedade

Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada, desta vez por ser um "peixe racista"

A icónica estátua da “Pequena Sereia” em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, segundo a polícia dinamarquesa

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Londres não aprende

Sendo assim deveríamos desaconselhar, de imediato, viagens ou estadias na Inglaterra, por perigo real de uma pandemia não controlada. Ir lá, sim, coloca um risco muito elevado de contágio. Muitos países desaconselham essas viagens, e era o que faltava que não fizéssemos o mesmo

Como a VISÃO revelou as suspeitas sobre Rui Rangel
Sociedade

Rui Rangel foi interrogado no Supremo Tribunal de Justiça

O antigo juiz do Tribunal da Relação de Lisboa foi confrontado hoje de manhã, nas instalações do Supremo Tribunal de Justiça, e pela segunda vez, com os indícios criminais reunidos contra si no âmbito da Operação Lex

Economia

Covid-19: MNE britânico dá luz verde para viagens à Madeira e Açores, mas mantém quarentena no regresso

O Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico deixou de desaconselhar as viagens para a Madeira e Açores, juntamente com uma série de outros países. 

Imobiliário

UBBO recebe selo de desinfeção anti-Covid

O shopping resort foi o primeiro a receber o certificado de boas práticas no combate ao vírus

Sociedade

Autoridades dos EUA apreendem 13 toneladas de cabelo humano

Uma embarcação chinesa continha produtos que as autoridades acreditam resultar de trabalho forçado e de abusos à comunidade uigur