Como a doença inflamatória intestinal pode afetar a vida profissional

Como a doença inflamatória intestinal pode afetar a vida profissional

Nos primeiros meses, Ana Almeida sentiu que os colegas e os responsáveis da empresa onde trabalhava foram “compreensivos” com o impacto da colite ulcerosa, uma doença inflamatória do intestino, com que foi diagnosticada em 2012. “Porém, a dada altura, começaram a questionar tantas idas ao hospital e tantos exames. Uma vez perguntaram-me: ‘Então e procurares um médico e tratares disso como deve ser?’”, recorda. “Senti-me péssima. Parecia que não estava a esforçar-me o suficiente”, assume a copywriter, contando que a doença se manifestou inicialmente através de dores intensas e hemorragias abundantes.

Com o tempo, Ana Almeida foi constatando que mais pessoas tinham dificuldade em compreender as dores, o cansaço, as idas frequentes à casa de banho, por causa da diarreia, a má disposição e a necessidade de ir ao médico com frequência. “Em 2013, emigrei para a Suíça, e comecei a trabalhar no departamento de comunicação de uma escola de massagens. No dia em que fiz uma colonoscopia total, em altura de crise, em que me sentia fraquíssima e mal conseguia andar, obrigaram-me a ir trabalhar”, conta Ana Almeida. “Acharam-me muito pálida, mas claro que não me mandaram para casa. Trabalhei seis horas”, diz a doente, acrescentando que ”nos períodos em que a doença está mais ativa, torna-se muito difícil fazer a vida normal”.

Como adianta o gastrenterologista José Cotter, as doenças inflamatórias do intestino, que afetam cerca de 24 mil pessoas em Portugal, e cujas formas mais comuns são a colite ulcerosa e a doença de Crohn, têm um impacto significativo no quotidiano dos doentes, se não forem clinicamente controladas. “Múltiplas idas à casa de banho, mal-estar, internamentos hospitalares, necessidade de efetuar exames complementares e recorrer a consultas médicas frequentes, além de alguns cuidados alimentares (em fase aguda), limitam o desempenho de uma atividade laboral normal”, afirma o diretor do serviço de gastroenterologia do Hospital da Senhora da Oliveira, em Guimarães. “Devido ao mal-estar e às limitações da doença em fase aguda ou não-diagnosticada, os doentes ficam desanimados por não se sentirem bem, verem a sua recuperação demorada e necessitarem de apoio frequente dos cuidados de saúde”, acrescenta o médico, dizendo ainda que “às vezes, é preciso recorrer a tratamentos com efeitos colaterais”, o que acarreta ainda mais dificuldades.

Stress, ansiedade e depressão
Quando a doença não está controlada, uma simples reunião de trabalho ou um evento profissional são suficientes para causar stress e preocupação.  Ana Almeida, hoje com 38 anos, sabe bem o que isso é. “Sobretudo os encontros presenciais são momentos que antecipo com bastante ansiedade. Quando estou num local onde não sei onde ficam os sanitários, fico em pânico”, assume a copywriter. “Só o stress de sair de casa, pensar na logística que implica deslocar-me, procurar lugar para estacionar, perceber onde fica a casa de banho mais próxima são preocupações suficientes para arruinar o meu dia.”

Jorge Ascensão, psicólogo clínico, explica que o stress pode ser “um efeito bidirecional” da doença inflamatória intestinal, podendo, por um lado, agravar-se em momentos de crise da doença, e por outro, “acentuar os sintomas” da mesma por motivos familiares, profissionais ou outros. Para o especialista, o aparecimento de patologias psicológicas, como ansiedade ou depressão, “não está necessariamente relacionado com a gravidade da doença, mas com a perceção negativa que a pessoa tem de si e do mundo, a partir do momento do diagnóstico”. 

De acordo com Jorge Ascensão, 60% das pessoas com colite ulcerosa e doença de Crohn desenvolvem perturbações de ansiedade moderada a grave. “Se considerarmos ansiedade ligeira, completamos quase a totalidade das pessoas com esta doença”, acrescenta o psicólogo, que trabalha com a Associação Portuguesa de Doença Inflamatória do Intestino (APDI). Mais: cerca de um terço (30 a 40%) dos doentes apresenta “sintomas depressivos e perturbações de humor”, acrescenta.

Em muitos casos, estes doentes têm acompanhamento psicológico. “Trata-se de proporcionar a quem tem a doença e aos seus familiares um espaço onde podem trabalhar a aprendizagem da doença, dos tratamentos, [falar sobre] as dúvidas, medos e outras questões emocionais”, explica Jorge Ascensão.

Em algumas situações, os sintomas e o impacto psicológico levam os doentes a deixar de trabalhar ou a alterar a sua vida profissional. Ana Almeida decidiu deixar o emprego, para se tornar empresária. “Ter de pedir favores e compreensão, justificar faltas e compensar horas, esgotava-me quase tanto como a doença. Por isso, criar o meu horário, trabalhar ao meu ritmo e aguentar as guinadas naturais de quem trabalha por conta própria foi a solução que encontrei para ser mais feliz.”

Menos preconceitos, mais inovação

Apesar do estigma e da discriminação de que muitas pessoas continuam a ser alvo, o gastrenterologista José Cotter considera que, graças à inovação, o preconceito tem vindo a esbater-se. “São doenças não contagiosas, embora crónicas, mas que, graças aos avanços dos tratamentos, se conseguem tratar com elevada eficácia, permitindo aos doentes ter um quotidiano normal em grande parte dos casos. Isto é muito importante do ponto de vista social, laboral e psicológico, uma vez que [os doentes] passam a não acarretar qualquer discriminação, rasto ou estigma”, sublinha o especialista. Além do aperfeiçoamento dos métodos endoscópicos, e das melhorias na área da imagiologia, o médico destaca, também, o aparecimento de fármacos mais eficazes que “melhoram o prognóstico, evitando complicações e sequelas”.

Conheça a fundo a DOENÇA INFLAMATÓRIA DO INTESTINO: 40 dúvidas respondidas e 5 vídeos essenciais

CAPA DA EDIÇÃO

Mais na Visão

Mais Notícias

Outono à vista: a cor da estação

Outono à vista: a cor da estação

5 peças do seu guarda-roupa que justificam um bom investimento

5 peças do seu guarda-roupa que justificam um bom investimento

Asus anuncia placas gráficas ROG Strix e TUF Gaming baseadas nas GeForce RTX 40

Asus anuncia placas gráficas ROG Strix e TUF Gaming baseadas nas GeForce RTX 40

João Mota: O temor do ator na hora do regresso

João Mota: O temor do ator na hora do regresso

TVI sobre a próxima gala de Big Brother: “Expulsão no início”

TVI sobre a próxima gala de Big Brother: “Expulsão no início”

Instagram desenvolve filtro de nudez para mensagens diretas

Instagram desenvolve filtro de nudez para mensagens diretas

Mobi.E lança vídeos para desmistificar a mobilidade elétrica

Mobi.E lança vídeos para desmistificar a mobilidade elétrica

A primeira Constituição Portuguesa faz 200 anos

A primeira Constituição Portuguesa faz 200 anos

Teste em vídeo ao Nissan Qashqai e-Power

Teste em vídeo ao Nissan Qashqai e-Power

A proposta de valor como aspecto central na retenção e atracção de talento

A proposta de valor como aspecto central na retenção e atracção de talento

Do planeta imaginário para a terra real

Do planeta imaginário para a terra real

Blake Lively anuncia quarta gravidez com vestido semitransparente em evento dedicado às mulheres

Blake Lively anuncia quarta gravidez com vestido semitransparente em evento dedicado às mulheres

Este ano, a gripe pode chegar mais cedo e mais forte

Este ano, a gripe pode chegar mais cedo e mais forte

BCE avança com subida recorde de juros e Lagarde avisa: “Vamos continuar a aumentar as taxas”

BCE avança com subida recorde de juros e Lagarde avisa: “Vamos continuar a aumentar as taxas”

VOLT Live: o fenómeno AMI, análise dos temas que marcam a mobilidade elétrica... e uma planta que nasceu num Citroën

VOLT Live: o fenómeno AMI, análise dos temas que marcam a mobilidade elétrica... e uma planta que nasceu num Citroën

Centenas de mergulhadores em ação de limpeza em Sesimbra para tentar recorde do Guinness

Centenas de mergulhadores em ação de limpeza em Sesimbra para tentar recorde do Guinness

JL 1355

JL 1355

Giorgia Meloni: Uma loba em pele de ovelha? Quem é a mulher que assusta a Europa

Giorgia Meloni: Uma loba em pele de ovelha? Quem é a mulher que assusta a Europa

Iva Domingues partilha fotos raras da filha

Iva Domingues partilha fotos raras da filha

Cibersegurança: ataques recentes revelam “erro grosseiro” por parte das empresas

Cibersegurança: ataques recentes revelam “erro grosseiro” por parte das empresas

Cadeira R.U.M.: filha do mar

Cadeira R.U.M.: filha do mar

Vinhos: Tinto, rosé e - porque não? - clarete

Vinhos: Tinto, rosé e - porque não? - clarete

Bloco de partos de Portimão encerra entre as 21:00 de hoje e as 09:00 de segunda

Bloco de partos de Portimão encerra entre as 21:00 de hoje e as 09:00 de segunda

Especialista defende que agricultores devem pagar pela água que usam

Especialista defende que agricultores devem pagar pela água que usam

Rania da Jordânia aparece ao lado de Telma Ortiz, irmã da rainha Letizia de Espanha, em evento em Nova Iorque

Rania da Jordânia aparece ao lado de Telma Ortiz, irmã da rainha Letizia de Espanha, em evento em Nova Iorque

Criadores de cão do barrocal algarvio querem reconhecimento internacional da raça

Criadores de cão do barrocal algarvio querem reconhecimento internacional da raça

Tendências: casacos

Tendências: casacos "maxi"

Camila Morrone revela o motivo pelo qual a relação com DiCaprio terminou

Camila Morrone revela o motivo pelo qual a relação com DiCaprio terminou

A experiência de 'Miúdos a Votos' nos Domínios de Autonomia Curricular

A experiência de 'Miúdos a Votos' nos Domínios de Autonomia Curricular

Marcelo chegou a San Diego onde não ia um Presidente há 33 anos

Marcelo chegou a San Diego onde não ia um Presidente há 33 anos

Estes miúdos resolvem problemas com a ajuda da tecnologia

Estes miúdos resolvem problemas com a ajuda da tecnologia

12 (boas) sugestões para fazer neste fim de semana, em Lisboa e arredores

12 (boas) sugestões para fazer neste fim de semana, em Lisboa e arredores

Conheça os cachês dos concorrentes do

Conheça os cachês dos concorrentes do "Big Brother"

Volvo EX90, o SUV 100% elétrico vai ter LiDAR

Volvo EX90, o SUV 100% elétrico vai ter LiDAR

Quer ter sucesso a decorar a sua casa?

Quer ter sucesso a decorar a sua casa?

CARAS 27 anos de Histórias de Amor - José Eduardo Moniz e Manuela Moura Guedes são companheiros há mais de três décadas

CARAS 27 anos de Histórias de Amor - José Eduardo Moniz e Manuela Moura Guedes são companheiros há mais de três décadas

Os seus dados também foram divulgados na Internet? Há uma forma de saber

Os seus dados também foram divulgados na Internet? Há uma forma de saber

Meghan e Harry protagonistas de uma nova polémica

Meghan e Harry protagonistas de uma nova polémica

“Restos do Vento”, o novo filme de Tiago Guedes: E tudo a tradição levou

“Restos do Vento”, o novo filme de Tiago Guedes: E tudo a tradição levou

A queda do último tabu: Clítoris é reconhecido, pela Ciência, como o órgão cuja única função é dar prazer

A queda do último tabu: Clítoris é reconhecido, pela Ciência, como o órgão cuja única função é dar prazer

A PRIMA gosta dos pratos da Casa Davolta, dos novos modelos Hunter e do regresso do Chefs on Fire

A PRIMA gosta dos pratos da Casa Davolta, dos novos modelos Hunter e do regresso do Chefs on Fire

Do blazer que funciona sempre aos vestidos que ficam bem em todas as situações

Do blazer que funciona sempre aos vestidos que ficam bem em todas as situações

Artes e Ofícios: esta semana todos os caminhos vão dar a Oeiras

Artes e Ofícios: esta semana todos os caminhos vão dar a Oeiras

Sara Sampaio deslumbrante no desfile de Alberta Ferretti em Milão

Sara Sampaio deslumbrante no desfile de Alberta Ferretti em Milão

A diversidade importa

A diversidade importa