Miguel Carvalho

Miguel Carvalho

Grande Repórter
Nasceu a 25 de novembro de 1970, prova de que teve razão antes do tempo. Cresceu a beber política, jornais, Tom Sawyer, Soeiro, Marx, Groucho, Easton Ellis, MEC, Torga e épicos Marvel. Despertou para o jornalismo em plena delinquência, roubando jornais dos vizinhos e revistas nos quiosques. Fez fanzines e jornais de caserna. Gosta da palavra camarada e vacinou-se contra o coleguismo e o fascismo de unha pintada. Foi «pirata» da rádio. Tirou (mas devolveu) o curso de Radiojornalismo. Anda nisto desde 1989. Alguns acham demasiado. Publicou sete livros, o penúltimo sobre a rede bombista de extrema-direita do pós-revolução e o último sobre Amália Rodrigues. Ganhou o prémio Gazeta de Jornalismo com uma investigação de vários meses situada em 1979, para surpresa dele e escândalo nacional na era do instantâneo. O que mais gozo lhe deu foi ter um prefácio do Manuel António Pina no primeiro livro. Detesta o Portugal sentado e admira o Portugal sentido. Já escreveu a partir de Tirana, Caracas, Buenos Aires, Moscovo, Salvador, Bissau e outras cidades, mas prefere a rua dele e o coração dos outros. Consome uma droga dura (Cossery) e uma leve (gin tónico), e nunca inalou empreendedorismo. É adito a todos os vícios que pode controlar, afetos à parte. FC Porto, jornais, livros, pernil assado, poesia, Talese, Caparrós, Chien Qui Fume, Billie Holiday, Amália, Pop/Rock dos Anos 80, Carlos Paião, Douro, Alentejo e filmes argentinos são alguns dos seus dogmas. É ateu e tem raiva de quem sabe. Deseja glória ao brunch nas alturas e paz na terra aos homens de boa boutade. Veste o Porto por dentro. Cidade onde gostaria de viver até ser pó, cinza e nada.
Política

Revolta no Chega: Conselho nacional impugnado e direção acusada de violar democracia

Ventura suspende eleições internas até um ano e gera contestação. “Núcleo dirigente meteu o líder numa bolha e abriu fosso em relação ao partido”, acusa a fundadora Fernanda Marques Lopes, que impugnou, com outros militantes e dirigentes, a deliberação do último conselho nacional

Cultura

Salgueiro Maia como nunca o vimos

O filme biográfico sobre o capitão de Abril, do realizador Sérgio Graciano, estreia dia 14. Um retrato denso sobre o homem e as suas circunstâncias que desafia o País a meter a mão na consciência

Política
Exclusivo

Nuno Melo: “Quero eleitores do Chega, da IL, do PSD e até do PS”

O novo líder desconhece a real situação financeira do CDS, mas tem um plano para salvar o partido. Qual? Ele explica em entrevista à VISÃO

Política
Exclusivo

Augusto Santos Silva: "Nos Assuntos Parlamentares, eu era intratável. Nos Negócios Estrangeiros, já era um estadista. Agora farei o papel que cabe ao presidente da AR"

Numa conversa descontraída para traçar-lhe o perfil, Augusto Santos Silva, agora segunda figura do Estado, fala à VISÃO das novas funções e da experiência governativa. Conta histórias de bastidores, revisita memórias e não abdica de ser o intelectual com tempo próprio de reflexão e um apurado sentido de humor britânico. Legados e reforma não são com ele

VISÃO DO DIA
Exclusivo

VISÃO DO DIA: 17500 dias. E a contar...

Política
Exclusivo

Salgueiro Maia: O regresso do homem que viu o futuro

Morreu há 30 anos, mas a memória ganha novo fôlego. Vem aí o filme sobre o militar que se fundiu com a pureza do ideal revolucionário, enquanto, na terra natal, a Casa da Cidadania Salgueiro Maia vai a caminho dos 12 mil visitantes em plena pandemia e em poucos meses. A (re)descoberta do espólio e de histórias do seu percurso destapa um retrato mais humanizado do anti-herói de Abril que a História teima em congelar num único dia. E depois do adeus, haverá finalmente justiça para Salgueiro Maia? 

VISÃO DO DIA
Exclusivo

VISÃO DO DIA: Mulheres, a trincheira comum

Guerra na Ucrânia

Da humilhação dos anos “90” à paranoia de Putin. Cinco respostas para descodificar a guerra na Ucrânia

Sandra Fernandes, cientista política e especialista em Relações Internacionais da Universidade do Minho, ajuda os leitores da VISÃO a perceber o conflito com a Ucrânia e as ameaças em jogo

Atualidade

Paulo Ralha, de crítico da extrema-direita a assessor do Chega

Militou no PS, apoiou Marisa Matias (BE) e radicalizou à direita. Falhada a eleição para deputado, o ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos vai assessorar os deputados do Chega nas áreas de Economia e Finanças. Ele e Ventura conheceram-se na Autoridade Tributária e são ainda amigos do fiscalista Tiago Caiado Guerreiro, antigo patrão do líder do partido e advogado de Paulo Ralha em litígios sindicais contestados internamente. Controvérsia é com ele

Política
Exclusivo

Chega: Deus, Pátria e telhados de vidro?

Filipe Melo e Rui Paulo Sousa, dois dos novos deputados do Chega, estão na berlinda por causa de dívidas e casos judiciais. Quais são as suas histórias, de que são acusados e como se defendem? Veja ainda os casos noutros partidos

Política

Secretário-geral do Chega demite-se: “Não abdico da liberdade de pensar”

Tiago Sousa Dias bate com a porta, lembra que sempre recusou ter um salário e diz: “Para o final salvei o partido de um novo pântano que nos custaria o bom resultado que tivemos nestas eleições”

Política

Das bombas de 75 a "vice" do Parlamento? Quem é e como pensa Diogo Pacheco de Amorim

O antigo dirigente político do MDLP, movimento armado de extrema-direita, é o preferido de Ventura para ocupar lugar de relevo no Parlamento. Consensual? De todo. Nem sequer no partido

Maria das Mercês Borges lidera comissão de inquérito às rendas da energia
Legislativas 2022
Exclusivo

A direita hardcore e os liberais sub-30

No Chega, há um sobrinho-neto do cónego Melo, mas na IL desconhece-se o sacerdote que abençoou bombas da extrema-direita em 1975. Os novos deputados e o que se segue

Legislativas 2022

Rio passeia no Porto a cantar vitória ao lado de Rangel, Menezes e Aguiar-Branco

Trio de ex-opositores internos juntou-se ao líder do PSD numa arruada portuense vivida com ares de quem já tem o triunfo no bolso. E nem sequer faltou um encontro de “amigos” com a comitiva da IL

Em atualização
Sociedade

Padre Mário de Oliveira hospitalizado em estado grave após acidente de carro na Lixa

Figura lendária da luta contra a ditadura, o presbítero, preso pela PIDE, foi operado de urgência em Penafiel e encontra-se nos cuidados intensivos.

Legislativas 2022

Porto "aferroado" dá gás a António Costa, "o quinto beatle"

O PS mais ferrenho do Porto juntou-se ao líder na mítica Rua de Santa Catarina. Não faltou o habitual “até os comemos!” nem o humor do ministro Matos Fernandes a legendar os momentos do líder em modo…rock star

Legislativas 2022
Exclusivo

Rui Rio e António Costa no duelo final: O que os distingue na hora de mandar

António Costa preza equipas com quem tem afinidades programáticas e pessoais e valoriza o conhecimento académico e científico. Rui Rio nunca decide emocionalmente e privilegia a palavra “não”. Como trabalham, como lideram e quem os influencia. Os pontos onde podem entender-se e os que os separam. E como e com quem pretendem formar governo

Legislativas 2022

Legislativas: O ex-PSD que prefere Costa a “Belzebu” e o alento dos mercados em dia de maré baixa

No dia em que Rio apareceu à frente nas sondagens, líder do PS recebeu apoio do ex-social-democrata Guilherme Aguiar e banho popular de arregalar o olho na Afurada e em Matosinhos. A realidade pode esperar

Legislativas 2022

“Fascista” e “extremista”? Ventura prefere as ofensas a que todos gostem dele

Porto deu momento alto de campanha eleitoral ao Chega e o líder garante: “Em terceiro estamos [nas sondagens] e em terceiro vamos ficar”

Política

Caso Selminho: "Não me vão ver a rasgar as vestes da Justiça", reagiu Rui Moreira à absolvição

Presidente da Câmara do Porto valeu-se da ironia para comentar a decisão e celebrou com familiares ainda dentro do tribunal

Em atualização
Sociedade

Rui Moreira absolvido no caso Selminho

Tribunal ilibou o autarca do crime de prevaricação por alegadamente ter beneficiado a empresa da família em detrimento do município. Ministério Público vai recorrer da decisão