Miguel Carvalho

Miguel Carvalho

Grande Repórter
Nasceu a 25 de novembro de 1970, prova de que teve razão antes do tempo. Cresceu a beber política, jornais, Tom Sawyer, Soeiro, Marx, Groucho, Easton Ellis, MEC, Torga e épicos Marvel. Despertou para o jornalismo em plena delinquência, roubando jornais dos vizinhos e revistas nos quiosques. Fez fanzines e jornais de caserna. Gosta da palavra camarada e vacinou-se contra o coleguismo e o fascismo de unha pintada. Foi «pirata» da rádio. Tirou (mas devolveu) o curso de Radiojornalismo. Anda nisto desde 1989. Alguns acham demasiado. Publicou sete livros, o penúltimo sobre a rede bombista de extrema-direita do pós-revolução e o último sobre Amália Rodrigues. Ganhou o prémio Gazeta de Jornalismo com uma investigação de vários meses situada em 1979, para surpresa dele e escândalo nacional na era do instantâneo. O que mais gozo lhe deu foi ter um prefácio do Manuel António Pina no primeiro livro. Detesta o Portugal sentado e admira o Portugal sentido. Já escreveu a partir de Tirana, Caracas, Buenos Aires, Moscovo, Salvador, Bissau e outras cidades, mas prefere a rua dele e o coração dos outros. Consome uma droga dura (Cossery) e uma leve (gin tónico), e nunca inalou empreendedorismo. É adito a todos os vícios que pode controlar, afetos à parte. FC Porto, jornais, livros, pernil assado, poesia, Talese, Caparrós, Chien Qui Fume, Billie Holiday, Amália, Pop/Rock dos Anos 80, Carlos Paião, Douro, Alentejo e filmes argentinos são alguns dos seus dogmas. É ateu e tem raiva de quem sabe. Deseja glória ao brunch nas alturas e paz na terra aos homens de boa boutade. Veste o Porto por dentro. Cidade onde gostaria de viver até ser pó, cinza e nada.
Exclusivo

Convenção do Chega: a revolta dos ausentes, as "regras viciadas" e a "clientela"

Dois fundadores e o ex-coordenador da “pasta” da Justiça no Gabinete de Estudos traçam um perfil “rasteiro” e “autoritário” do Chega, mais preocupado em garantir capital para a “clientela”.

Exclusivo

Fundadores arrasam Ventura: "O Chega já é a Venezuela" diz Nuno Afonso, em entrevista

Críticos da liderança ouvidos pela VISÃO confirmam ausência do conclave deste fim de semana em Santarém. Consideram-no “ferido de morte” e confiam que será “chumbado” pelo Tribunal Constitucional. “O André castiga, persegue e expulsa quem o contraria. Agora imaginem-no à frente do País...” afirma Nuno Afonso, em entrevista exclusiva. Extrema-Direita europeia em peso na convenção

Política

A subida do Chega, a timidez da Esquerda e o tropeção de Costa e Marcelo: o que dizem as mais recentes sondagens

Ventura pode ter o partido a arder. Mas os “incêndios” ao lado dão-lhe mais fogo nas sondagens. A “Geringonça” já era e a Direita vai na frente, mas a passo de caracol. Sinais dos inquéritos mais recentes para tomar pulso ao País

Política
Exclusivo

O que fez Jerónimo, autarca do Chega, aos mais de 13 mil euros angariados para a Ucrânia?

Médico, militante e autarca do Chega, no Porto, não devolveu nem diz o que fez a mais de 13 mil euros de donativos para apoiar refugiados ucranianos

Política
Exclusivo

CP: Saneamento da dívida, atrasos e bloqueios põem à prova a arte de Galamba de negociar com Medina

A bem da CP, Galamba terá, pois, de ser mais do que uma espécie de pronto-socorro: conseguirá ele convencer Medina a virar uma página histórica e colocar a empresa nos trilhos há muito prometidos?

Política
Exclusivo

Como André Ventura "encolheu" a democracia

O Chega vai para a quinta convenção em três anos. Sinal de instabilidade e de um poder de cariz “militar”. A direita radical populista volta a digladiar-se. Em família

Sociedade
Exclusivo

Redes sociais: Quando o privado, afinal, é público

Investigadores e juristas avisam: mesmo o que se escreve em grupos fechados das redes sociais pode ter consequências laborais ou criminais. E nem sequer faltam interesses ocultos empenhados na rebelião das massas

Se7e
VISÃO sete

Herdade Amália, em São Teotónio: O paraíso alentejano com voz

No Brejão, ainda paira a alma da mulher que nos cantou pelo mundo fora. A casa de Amália Rodrigues junto ao mar ganhou novo fôlego e horizontes

Política
Exclusivo

Constança Urbano de Sousa sobre caso dos polícias: “Só um caso já era grave”

“Não há lugar para racistas, xenófobos e extremistas nas forças de segurança”, defende, à VISÃO, a ex-ministra da Administração Interna

PSP e GNR: Vidas no fio da navalha
Política

PSP e GNR abriram 36 processos disciplinares por práticas racistas, xenófobas e radicais

A IGAI vai investigar as publicações de “extrema gravidade” por parte de polícias e militares nas redes sociais, divulgados pela VISÃO e pelo Consórcio de Jornalistas de Investigação. Mas o que fazem PSP e GNR para combater internamente o fenómeno?

Política
Exclusivo

76% de entre quase 600 elementos das forças de segurança são simpatizantes do Chega

O Consórcio de Jornalistas de Investigação leu mais de três mil publicações de quase 600 membros das forças de segurança nas redes sociais e destapou um arsenal de ameaças, racismo e ódio a minorias, a políticos e a outras figuras públicas

Política

MAI considera de “extrema gravidade” mensagens de ódio dos polícias e determina inquérito urgente

O ministro José Luís Carneiro não perdeu tempo e pediu à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de um inquérito aos conteúdos ofensivos divulgados pela VISÃO e pelo Consórcio de Jornalistas de Investigação (CIJ).

Política
Exclusivo

Investigação: O braço armado do Chega

A retórica securitária de André Ventura e a eleição como deputado, em 2019, levaram dezenas de profissionais da GNR e da PSP, no ativo, a aderir ao Chega. Mas a filiação partidária é-lhes vedada por lei, e alguns arriscam crimes ao promoverem o racismo, a xenofobia e o ódio nas redes sociais. Vários têm medalhas de comportamento exemplar, mas também penas disciplinares, judiciais e condenações; outros surgem na amostra dos 591 elementos das forças de segurança, trabalhada pelo Consórcio de Jornalistas de Investigação, que revela práticas à margem da lei no universo digital e simpatias, superiores a 75%, pelo Chega e o seu líder. Um retrato do submundo policial e militar que contraria a tese dos casos isolados

Política

Américo Santos, pai de Pedro Nuno Santos: "Sou muito mais à esquerda do que o meu filho"

Radical de esquerda em 1975, apreciador de bons carros, empresário de sucesso, pai do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Américo Santos abriu à VISÃO as portas das fábricas em São João da Madeira e o livro de uma vida sem fugir à polémica das alegadas incompatibilidades do filho

Política
Exclusivo

Pedro Nuno Santos: A história e os segredos do negócio da família

Fait divers à volta do Maserati, emprestado pelo pai, e do Porsche, que se arrependeu de comprar, alimentaram a narrativa sobre as origens de “esquerda caviar” de Pedro Nuno Santos. A controvérsia sobre a alegada incompatibilidade de funções do ministro, por causa dos contratos públicos da empresa da família, adensou suspeitas de privilégio. Mas o que revela a viagem às raízes, em São João da Madeira? E que histórias traz à tona sobre o percurso, as convicções e os negócios do clã em que brotou o enfant terrible do Governo PS?

VISÃO DO DIA
Exclusivo

VISÃO DO DIA Livros: a última ponte?

Sociedade
Exclusivo

Devin Nunes: A discreta visita do CEO de Trump a Portugal

A recente viagem a Portugal do ex-congressista luso-americano Devin Nunes, diretor-executivo do grupo Trump Media e Tecnologia, foi, oficialmente, privada. Na verdade, passou despercebida. Incluiu acolhimento russo de luxo, negócios e política. O que andou a fazer por cá e que portas abriu para a TRUTH, a rede social do ex-presidente dos EUA?

Política
Exclusivo

Assim se vê (o resto da) força do PCP

As manifestações de 15 de outubro vão testar a força do protesto laboral contra o Governo. Estarão as lutas a pagar a “fatura” da erosão eleitoral do PCP e dos bloqueios sindicais?

Sociedade
Exclusivo

"Enquanto os políticos entram e saem, prometem, faltam e desaparecem, a rainha foi uma sólida rocha"

José de Bouza Serrano, ex-chefe do Protocolo de Estado, fez carreira diplomática em monarquias constitucionais. Dedica o mais recente livro ao reinado de Isabel II. Uma conversa com um monárquico irredutível sobre o Reino Unido e o regime em que vivemos: “A monarquia é uma reserva da república”

VISÃO DO DIA
Exclusivo

VISÃO DO DIA: Aumentar, congelar, reduzir: trio de ataque ou "embuste"?

Política
Exclusivo

"A pandemia fez aumentar a margem de recrutamento online e a adesão de gente disposta a fazer coisas até aí impensáveis"

Pertence à elite nacional da investigação criminal e da luta contra a radicalização ideológica, o extremismo violento e o terrorismo. Da pandemia à guerra na Ucrânia, da extrema-direita nacional à falta de recursos humanos para estes combates, João Paulo Ventura identifica, em entrevista à VISÃO, as ameaças às sociedades em que vivemos