Luís Ricardo Duarte

Luís Ricardo Duarte

Jornalista
Se7e
VISÃO sete

Quatro livros de memórias e viagens

As memórias da filha de Saramago, novos contos de Raquel Gaspar Silva, ensaios do alemão Walter Benjamim e o regresso aos poemas de Nietzsche. Quatro livros a ter em conta

Ideias
Exclusivo

"Não se constrói um mundo forte impondo uma cultura aos outros. Nunca funcionará"

Tété-Michel Kpomassie, escritor e viajante togolês, em entrevista à VISÃO

Jornal de Letras
Jornal de letras

Sandro Veronesi: Laços de família numa Itália em mudança

Teve uma cidadela só para si, em Cascais, uma sala numa livraria (a Déjà Lu) e um “bom restaurante”. Não podia ter corrido “melhor” a residência literária que Sandro Veronesi realizou, no mês de abril, a convite da Fundação D. Luís I

Jornal de Letras
Jornal de letras

João Paulo Borges Coelho: Unir os fios do passado

Garante que se interessa mais pelo passado do que pelo futuro e os muitos anos de professor universitário e investigador comprovam essa inclinação. Da mesma forma, também os seus romances mergulham na história recente de Moçambique, quer para reviver algumas memórias pessoais e familiares, quer para reconstituir acontecimentos decisivos. É o que volta a fazer Museu da Revolução (ed. Caminho), uma viagem pelas guerras que marcaram as últimas décadas do seu país, da Guerra Colonial à atualidade

Jornal de Letras
Jornal de letras

Raquel Gaspar Silva: um pé no humano e outro na natureza

Breve encontro com Raquel Gaspar Silva

Jornal de Letras
Jornal de letras

A viúva de Pessoa

Crónica de Luís Ricardo Duarte

Jornal de Letras
Jornal de letras

Leïla Slimani: Caixa negra

Ideias

"Não podemos estar sempre a ir buscar a nossa identidade ao passado. Mesmo em relação ao 25 de Abril, já se passaram quase 50 anos, está cumprido"

"Não é preciso dizer todos os dias: ‘Viva o 25 de Abril!’" O escritor e editor Francisco José Viegas em entrevista à VISÃO

Jornal de Letras
Jornal de letras

Palavras atiçadas

Jornal de Letras
Jornal de letras

António Carlos Cortez: Bombardeamento verbal

É professor, poeta, ensaísta e crítico literário (aqui no JL) e todas essas forças criativas concentraram-se no seu primeiro romance, Um Dia Lusíada, agora nas livrarias numa edição da Caminho. Uma narrativa que é um poema, um poema que também se assume como ensaio, uma prosa que ora cria, ora glosa a obra de outros escritores e um narrador e uma personagem entregues a permanente diálogo. Sobre este “composto furioso”, que vai da Guerra Colonial ao 11 de Setembro, do ensino à revolução tecnológica, do verso à nota de rodapé, fala o seu autor e escreve Miguel Real

Ideias
Exclusivo

"Não podemos estar sempre a ir buscar a nossa identidade ao passado. Mesmo em relação ao 25 de Abril, já se passaram quase 50 anos, está cumprido"

O escritor e jornalista Francisco José Viegas, em entrevista à VISÃO

Jornal de Letras
Jornal de letras

Carla Pais: Homem e mulheres permanentemente sós

Carla Pais acaba de lançar um novo romance: "Um Cão Deitado à Fossa"

Jornal de Letras
Jornal de letras

Literatura Portuguesa em França: Entre as sementes do passado e os desafios do futuro

Jornal de Letras
Jornal de letras

Luiz Schwarcz: O lado desconhecido de um editor de sucesso

O seu percurso editorial é marcado por inúmeros êxitos, mas a sua vida não tem sido um mar de rosas. De um lado, a criação da Companhia das Letras, a mais importante e influente editora brasileira da atualidade. Do outro, uma depressão que ergue obstáculos nos momentos mais imprevistos. Pelo meio, a história de uma família, a sua, que sobre as tragédias da Segunda Guerra Mundial e da perseguição nazi lançou um pesado manto de silêncio. Sobre tudo isto fala em O Ar que me falta, um relato autobiográfico duro e redentor que nos dá o seu retrato completo, com todas as zonas de luz e sombra. Entrevista com um editor que, pela sua experiência, não tem visto desvantagens na concentração editorial

Ideias

"Temos de admitir que só há ricos porque, em algumas partes do mundo, se vive numa quase escravatura, sem direitos e sem condições mínimas de vida"

O escritor Davide Enia em entrevista à VISÃO

Jornal de Letras
Jornal de letras

Anne Carson: Com que voz

Terceiro livro de Anne Carson publicado em Portugal,"Vidro, Ironia e Deus" remete-nos para o processo de consolidação do estilo inconfundível da escritora canadiana

Jornal de Letras
Jornal de letras

Álvaro Magalhães: As paixões do Senhor Pina

A conversar, a jogar, a praticar artes marciais ou a exercer advocacia, mas sobretudo na poesia, no jornalismo e na reflexão sobre a ciência, a religião ou o cinema. A tudo se entregou de corpo inteiro, plenamente, sem hesitações. Assim era Manuel António Pina, um dos mais destacados poetas, cronistas e autor de livros ‘chamados’ de literatura infanto-juvenil das últimas décadas, Prémio Camões em 2011, de quem Álvaro Magalhães refez o percurso de vida e literário: Para quê Tudo Isto? é uma biografia de um leitor e admirador

Jornal de Letras
Jornal de letras

Juan Gabriel Vásquez: Anatomia de um século

É sabido que muitas vidas dariam um bom romance, outras são capazes de espelhar todos os movimentos que marcam um século. É o caso da de Sergio Cabrera, hoje mais conhecido como realizador, mas que no final dos anos 60 do século XX militou na guerrilha colombiana, depois de uma passagem (e formação) pela Revolução Cultural da China de Maio. "Olhar para Trás", a nova ficção de Juan Gabriel Vásquez, um dos mais destacados escritores da América Latina da atualidade, é uma tentativa de compreender esse passado, pessoal mas também coletivo, feito de causas, lutas e fanatismos, que ainda hoje tem repercussões no presente, nomeadamente na aplicação dos Acordos de Paz da Colômbia de 2016

Jornal de Letras
Jornal de letras

Jorge Vaz de Carvalho: Traduzir o génio de Dante

É um dos grandes acontecimentos editoriais de 2021: "Divina Comédia", de Dante Alighieri, tem nova tradução portuguesa, respeitando a sua "terza rima" e todas as especificidades do poema original, um dos mais importantes do cânone ocidental. Assina-a Jorge Vaz de Carvalho, homem de muitas vidas, cantor lírico nos anos 90, gestor cultural na primeira década deste século, ensaísta e estudioso, professor da Universidade Católica Portuguesa

Jornal de Letras
Jornal de letras

Paulina Chiziane: O canto das pessoas comuns

Tem sido pioneira em tudo, desde ser a primeira mulher moçambicana a publicar um romance até ser a primeira africana galardoada com o Prémio Camões. Um prémio para uma caçadora de histórias, sempre empenhada politicamente. O JL entrevista a escritora, ainda tonta com a mudança que a sua vida levou

Jornal de Letras
Jornal de letras

Mia Couto: Contra o esquecimento

São contos em forma de crónica, crónicas em forma de conto, uma vez por mês, na revista VISÃO, e agora recolhidas no livro "O Caçador de Elefantes Invisíveis", uma edição da Caminho já nas livrarias. O JL entrevista o escritor que defende uma superação pela positiva do passado, sem esquecimentos