Luís Ribeiro

Luís Ribeiro

Jornalista
Entrei na VISÃO em 1999, com 23 anos acabados de fazer. Escrevi o meu primeiro artigo sobre Ambiente dois meses depois – uma reportagem sobre pesticidas. Em 2001, assinei a primeira capa da VISÃO sobre alterações climáticas em Portugal, quando ainda poucos sonhavam com a importância que o tema ganharia. Seguiram-se centenas de notícias, entrevistas e reportagens sobre sustentabilidade e clima. Assisti aos efeitos do aquecimento global onde eles são mais profundos, na Gronelândia e em Longyearbyen, a cidade mais a norte do mundo. Cobri desastres naturais terríveis, dos incêndios em Portugal e das enxurradas da Madeira às cheias em Moçambique. Testemunhei in loco aos impactos das alterações climáticas na Grande Barreira de Coral, na Austrália. Dormi numa tenda no Saara, o deserto que ano após ano se aproxima mais um pouco do nosso país. Atravessei a costa alentejana a pé, de Troia a Odeceixe, que me deu uma perspetiva única sobre as ameaças ao nosso último litoral (relativamente) selvagem. Estas mais de duas décadas de jornalismo de Ambiente não me tornaram otimista. A humanidade atravessa o momento mais crítico da sua História: o ponto em que já tem poder suficiente para danificar o planeta sem esforço e ainda não o suficiente para o reparar sem sacrifícios. Mas acredito mais que nunca que uma informação credível, de base científica, é o melhor caminho para encontrarmos as respostas certas e tornarmos o mundo um pouco melhor. Espero fazer a minha parte.
ESG Talks

Luísa Ferreira Nunes: “As soluções baseadas na natureza são sempre sustentáveis”

A bióloga propõe que tiremos lições da natureza – e até imitá-la – no caminho da inovação para a sustentabilidade

ESG Talks

Inflação vs sustentabilidade: "As empresas com visão de curto prazo vão ficar em desvantagem face às que avançam na transição"

A crise não pode ser desculpa para a inação; as empresas que ignoraram o ambiente terão grandes dificuldades, incluindo no acesso ao crédito. Foi este o alerta dado durante um debate que juntou representantes da Galp, da Águas de Portugal, da Delta e do novobanco

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Rita Neto: “Responsabilidade social das empresas? Se pudermos ter um papel positivo para a sociedade, temos de o fazer”

A diretora de Marketing de A Padaria Portuguesa fala sobre algumas medidas que a empresa tem tomado para reduzir o desperdício, desde compotas feitas com casca de laranja a cogumelos produzidos a partir de borras de café

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Carlos III, o Rei Verde

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Rebeca Atencia: "Quando vejo chimpanzés atrás das grades, fico de coração partido"

A diretora-executiva do Instituto Jane Goodall diz que estar entre chimpanzés é como voltar atrás no tempo e encontrar alguém como nós - mas lembra que, naquele ambiente da selva, são mais inteligentes do que nós

VISÃO VERDE
VISÃO Verde
Exclusivo

Alterações climáticas: O pesadelo já começou

Até agora, temos falado do aquecimento global como um problema no futuro. Mas o futuro já chegou. Fenómenos extremos absolutamente extraordinários – secas milenares, longas ondas de calor e temperaturas que pareciam impossíveis – têm estado a ser cada vez mais frequentes, um pouco por todo o mundo. Quais as consequências para as nossas vidas? O que devemos fazer para enfrentar os novos tempos? E ainda podemos evitar o pior?

Mundo

A visita do século: quando a Rainha de Inglaterra veio a Portugal visitar Salazar

Em 1957, o Tejo vestiu-se de gala para receber a visita de Isabel II de Inglaterra e do seu marido, Filipe de Edimburgo. Salazar, famoso pela sua avareza, não olhou a despesas para proporcionar ao casal uma inesquecível «segunda lua de mel», como a imprensa internacional chamou à faustosa visita oficial

Sociedade
Exclusivo

O que faz desta seca diferente – e uma das mais extremas dos últimos séculos

Rios secos. Culturas agrícolas devastadas. Barragens sem água para produzir energia. Incêndios. Um pouco por todo o mundo – de Portugal e Espanha ao Reino Unido e à Alemanha, na Índia, na China, nos EUA… –, secas extremas e longas têm provocado o caos. Não é nada que nos deva surpreender: há muito que os cientistas alertam para o aumento do risco de secas, um dos principais impactos das alterações climáticas. E, no futuro próximo, as notícias também não são boas: as previsões meteorológicas de longo prazo para Portugal dão menos chuva do que a média, pelo menos até fevereiro

Guerra na Ucrânia

Seis meses de guerra na Ucrânia: e agora, o que se segue?

Hoje assinala-se meio ano do início da invasão. O avanço russo parece ter estancado e a Ucrânia tem estado a destruir alvos militares a centenas de quilómetros da linha da frente, incluindo no coração da Crimeia. Mas será que vem aí o anunciado contra-ataque ucraniano ou a Rússia ainda tem a vantagem militar do seu lado? O que fará Putin, se não conseguir avançar mais? E que consequências tem o resultado da guerra para o resto do mundo?

Guerra na Ucrânia

Toda a história do Dia da Independência da Ucrânia, que se celebra hoje

A 24 de agosto de 1991, a Ucrânia votou pela secessão do país da União Soviética, o que seria confirmado em referendo nacional em dezembro, com uma votação esmagadora pela independência – incluindo nas províncias supostamente pró-russas do leste, como Lugansk e Donetsk. Por grotesca coincidência, hoje assinala-se também meio ano de guerra

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Biocombustíveis fora de controlo? Portugal pode estar a incentivar desflorestação e fraudes no setor

Os produtores nacionais de biocombustíveis dizem que a legislação portuguesa estimula a produção de óleo de palma, provocando a destruição de floresta tropical na Indonésia e na Malásia, e encoraja as falsificações – o controlo das importações é feito apenas com documentação, não com análises laboratoriais

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

E agora, já estão a prestar atenção?

VISÃO VERDE
VISÃO Verde
Exclusivo

Ainda vamos a tempo de salvar a Amazónia? Ponto de não retorno pode estar ao virar da esquina

Sob a batuta de Bolsonaro, a floresta tropical definha. Apesar de o governo brasileiro ter assinado um compromisso internacional para reverter a desflorestação, ano após ano a destruição da Amazónia acelera, provocada pelos interesses económicos, com impactos catastróficos na biodiversidade, nos povos nativos e em todo o planeta. Especialistas avisam que pode estar próximo o ponto de não retorno – o momento a partir do qual a ruína da floresta é imparável e irreversível

Guerra na Ucrânia

Guerra na Ucrânia: os pontos mais polémicos do relatório da Amnistia Internacional

A organização acusa o exército ucraniano de colocar civis em risco ao combater em zonas residenciais. As conclusões estão a ser fortemente criticadas – entre outras coisas, insta os soldados ucranianos a lutar nas florestas em vez de nas cidades. O governo ucraniano diz mesmo que a AI faz uma equivalência moral entre agressor e vítimas. Quais são as questões mais controversas do relatório que deitou gasolina para a fogueira?

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

“Incêndios? A solução é fácil. Só temos de flsfrlslv”

Guerra na Ucrânia

Deputada e senador russos acusam EUA de terem feito experiências secretas que transformaram soldados ucranianos em “monstros cruéis”

Comissão parlamentar russa que investiga os supostos laboratórios americanos na Ucrânia diz que amostras ao sangue de militares ucranianos provam que estes foram injetados com drogas que os transformaram em “monstros cruéis e mortíferos”, o que explica as alegadas atrocidades cometidas pelos soldados contra a população civil

Conferências do Estoril

Bertrand Piccard: "Há 20 anos, as pessoas pensavam que as energias renováveis eram inúteis. Eu provei que serviam para fazer coisas impossíveis"

O homem que marcou o seu nome na História ao dar a primeira volta ao mundo em balão e num avião movido a energia solar fala à VISÃO em antecipação das Conferências do Estoril, onde marcará presença, sobre o potencial das tecnologias sustentáveis, a sua família invulgarmente ilustre e o que o levou a tornar-se um pioneiro. “Devemos estar atentos a todos os momentos decisivos nas nossas vidas, e imaginarmos aonde a vida nos levará se dissermos sim ou não”

VERIFICADO

Fact Check: Os incêndios só ocorrem por mão humana?

António Costa disse esta semana que todos os incêndios têm origem humana, "voluntariamente ou por distração". É verdade? E qual a causa principal: acidente ou incendiarismo?

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

As temperaturas estão a descer: o máximo de hoje foi 2,6º C mais baixo do que o de ontem

A Amareleja recuperou o posto de local mais quente do País, atingindo esta quarta-feira os 43,7º C, depois de, no dia anterior, a Lousã ter chegado aos 46,3º C. Por outro lado, a humidade subiu, o que deverá ser uma grande ajuda na luta contra os incêndios

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

44º C: A temperatura mais alta em Portugal às 14h

Reguengos de Monsaraz era a localidade mais quente no País às três da tarde. Quarenta e três estações do IPMA encontravam-se a essa hora acima dos 40 graus, incluindo doze acima de 42º C

Guerra na Ucrânia

25 localidades foram “capturadas” pelo menos duas vezes e uma nem sequer existe – as incoerências do Kremlin sobre as conquistas militares na Ucrânia

Um projeto russo de investigação analisou todos os briefings do porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia e identificou várias falsidades, incluindo a destruição de (muitos) mais aviões do que aqueles que a Ucrânia possui, além de localidades capturadas várias vezes e regiões ou vilas que não existem