João Wengorovius Meneses

Secretário-geral do Business Council for Sustainable Development - BCSD Portugal
VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Ode marítima

Talvez por ser algo distante, longe da vista, temos saqueado o mar sem parcimónia e feito dele o nosso balde do lixo, o lugar anónimo onde tudo desagua

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

A insustentável leveza da coerência

A coerência não é fácil por não ter nada de imediato para nos dar – olha-nos com indiferença, não nos agradece, nem nos dá likes. Mas, se pensarmos bem, precisamente por ser o nosso maior dever, seria estranho ser algo extraordinário. Nós também não agradecemos o ar que respiramos, nem a frescura das ondas do mar. Aceitar viver segundo o imperativo ético de Dostoievski – de que somos todos responsáveis por tudo, perante todos – é muito difícil

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Ser romântico

São inquietantes os resultados de um estudo recente sobre crianças e adolescentes. Por exemplo, a constatação de que facilmente reconhecem umas largas centenas de logótipos de marcas de bens de grande consumo, mas não conseguem identificar sequer dez plantas e animais nativos do seu local de residência

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Diante do apocalipse 50 anos depois

Ou mudamos de vida nos próximos anos ou corremos o sério risco de sermos corridos como espécie deste planeta magnífico num futuro relativamente próximo, sem elegância, nem glória

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

O ovo é a cena

Em Portugal, ao fim de seis anos de governação, há uma estabilidade política e orçamental de longo prazo como nunca antes houve. Não faltam, também, referenciais estratégicos recentes, do Roteiro para a Neutralidade Carbónica, ao Plano de Recuperação e Resiliência. Agora, é só uma questão de saírem do papel, sem demoras, nem disfarces. É chegada a hora de Costa mostrar que merece a confiança que lhe foi dada pelos portugueses

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

O que a História explica

Após as eleições, é urgente uma ecogeringonça, capaz de repensar o nosso modelo de crescimento, de o dotar de maior competitividade e sustentabilidade – algo que deveria ter acontecido a montante do Plano de Recuperação e Resiliência em curso

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

Pão e rosas, por favor

O ano que agora vai começar não será fácil, com tantas ameaças a pairar sobre o mundo. Mais do que nunca, precisamos de racionalidade, de ciência, mas também de diálogo, moderação e criatividade, na busca por justiça - para nós e para o planeta

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

COP26: Assim não vamos lá

Apesar de ter tido alguns pontos positivos, a Cimeira do Clima revelou-se insuficiente para cumprir os objetivos do Acordo de Paris. O que de melhor e de pior saiu de Glasgow?

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

O ser e o nada

Se as negociações da COP26 falharem, se não cumprirmos o Acordo de Paris, teremos de nos habituar a um mundo metade em chamas, metade em cheias

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

O naufrágio da economia verde

A pegada ecológica da extração e tratamento de metais raros é superior à dos combustíveis fósseis. O processo tem um grande consumo de água e de reagentes químicos altamente poluentes, destrói ecossistemas e polui o ar. Temos de encontrar tecnologias mais produtivas e soluções eficazes de reciclagem e reutilização destes metais

VISÃO VERDE
VISÃO Verde

O que nos pede o século XXI

Que condições políticas temos hoje para reinventar o futuro? Por exemplo, para instituir uma fiscalidade verde ou políticas ambiciosas de coesão social, ou para adotarmos medidas como a semana de quatro dias de trabalho, a taxa Tobin ou o Rendimento Básico Universal?