Filipe Luís

Filipe Luís

Editor Executivo
Sociedade
Exclusivo

Monarca de transição ou um rei reformador? O momento que Carlos sempre temeu

Carlos III chega para tentar cumprir o seu destino: manter “unido” um “reino” que tem esse nome e, assim, justificar a continuação da existência da instituição monárquica. Conheça os desafios que se colocam ao Reino Unido e o papel que o rei pode desempenhar neles

Irrevogável

Eurico Brilhante Dias: “Dizer que o Governo está a tentar enganar os pensionistas é fazer um processo de intenção. O Governo foi absolutamente transparente”

O líder Parlamentar do PS, Eurico Brilhante Dias, abre a porta a uma revisão constitucional para mexer na lei eleitoral. E avisa: “O próximo Orçamento do Estado poderá mexer nos impostos”

Política
Exclusivo

Adriano Moreira: Os 100 anos lúcidos e atentos do último senador

Atravessou dois regimes e foi pioneiro da Ciência Política, em Portugal, como área do saber. Intelectual respeitado, professor influente, autor prolífero, humanista reconhecido, Adriano Moreira completa 100 anos lúcidos e atentos. Das origens, em Grijó de Vale Benfeito, ao governo de Salazar, à rutura com o ditador e à liderança do CDS, no pós-25 de Abril. Do tempo do cinema mudo às comunicações por Zoom: um retrato

Opinião

Maioria absoluta, o fator de instabilidade

Seria difícil imaginar que um governo senhor de uma confortável maioria absoluta conquistada tão recentemente se afundasse, em tão pouco tempo, em tantas trapalhadas. Aconteceu com Balsemão, no início dos anos 80, e com Santana Lopes, em 2004 – mas esses eram primeiros-ministros com défice de autoridade, por não terem sido eleitos

Opinião

Montenegro, um homem de sorte

Luís Montenegro mantém um estado de graça que o Governo socialista tem feito o favor de lhe prolongar. O líder do PSD parece ser um homem de sorte: na semana em que seria empossado em congresso, o executivo de António Costa deu-lhe o mote para o discurso crítico

Política

Montenegro anuncia Programa de Emergência contra a inflação e desafia Governo a aprová-lo

Montenegro afirma que o programa é transitório e usa apenas as verbas do excedente da receita fiscal, sem tocar no Orçamento do Estado

Política
Exclusivo

1972, o ano que semeou revoluções e deu origem a algumas das maiores transformações da História

Há cinco décadas, a ditadura portuguesa vivia um annus horribilis. Começou com uma violenta homilia do bispo do Porto, contra a Guerra Colonial, e acabou com a célebre Vigília da Capela do Rato, também contra o conflito. Pelo meio, o massacre de Wiriyamu (embora só revelado em 1973), o assassínio, pela PIDE, do estudante Ribeiro Santos e o lançamento de um livro que escandalizou o regime, por três jovens autoras a que chamaram “As Três Marias”. Lá fora, nos EUA, contestava-se a Guerra do Vietname, com Jane Fonda a incendiar a opinião pública norte-americana. David Bowie marcava um antes e um depois na música popular, com Ziggy Stardust. E, no ano d’ O Padrinho, cineastas inovadores mudavam a Sétima Arte. Então, como agora, a Europa vivia aflita com a inflação... Viagem a um ano decisivo

Política
Exclusivo

As histórias mais incríveis dos políticos em férias

O coqueiro de Cavaco, o seu prato de caracóis e a sua casa da Coelha; os gastos de Sócrates no processo Marquês; a modelo em "topless" colocada no caminho de Soares; os guias de viagem preparados por Guterres; o decreto assinado de cruz por Assunção Cristas; e a "rentrée" da vida de Passos Coelho – histórias de férias que mudaram a política, demitiram ministros e, literalmente, derrubaram um ditador...

Opinião

A autocrítica estalinista de Pedro Nuno Santos

A autocrítica estalinista era feita na mira da recompensa de uma morte rápida. Pedro Nuno Santos preferiu a morte lenta. Porquê?

Política
Exclusivo

Saúde: O que tem Marta a temer?

A ministra da Saúde vive a sua “hora mais negra”. Sobrevive com o aval de Marcelo, e Costa segura-a, contra os críticos internos, embora já tenha um sucessor, no horizonte, para qualquer eventualidade. Recorde ainda os grandes casos que “destruíram” outros titulares de uma pasta que queima

Política

António Costa foi "apanhado de surpresa" com despacho e ficou "furioso" com Pedro Nuno Santos

António Costa terá sido "apanhado de surpresa" e ficou "furioso" com a publicação do despacho, por iniciativa de Pedro Nuno Santos, sobre o aeroporto. Primeiro-ministro conhecia esta solução, mas dossier estava longe de receber "luz verde"

Irrevogável

António Correia de Campos: "O SNS tem de deixar de ser governado pelo Ministério das Finanças"

"Neste momento a fase é, sobretudo, a de tentar tapar buracos"

Política

A verdadeira história da foto de Marcelo a beijar o ventre de uma grávida

Marcelo fez um comentário jubiloso sobre a gravidez da sua interlocutora e, ato contínuo, num impulso, inclinou-se e beijou-lhe o ventre

Política

Inês Sousa Real: "Não há orçamentos grátis..."

A deputada única do PAN, partido que acaba de propor a entrada de um novo crime no ordenamento jurídico, o “ecocídio”, explica o conceito. Nesta entrevista, também reivindica ter influenciado o Orçamento do Estado no sentido de acomodar 100 milhões de euros de investimento em matéria ambiental e de proteção das pessoas e dos animais. E rejeita a acusação de radicalismo ou proibicionismo: “É uma caricatura grosseira”

Política
Exclusivo

Tão amigos que nós éramos. O que mudou na relação entre Costa e Marcelo

Os tempos áureos da cumplicidade entre Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa já lá vão. Ao fim de 450 dias de mandato presidencial e de 90 de maioria absoluta, os desencontros sucedem-se. Mas nem o Presidente nem o primeiro-ministro querem passar dos limites...

Ideias

"Pedir desculpa por um acontecimento do passado é um ato estritamente político. Embora alguns historiadores admitam momentos para um julgamento moral. Como no caso do Holocausto" 

Os historiadores Paulo M. Dias e Roger Lee de Jesu em entrevista à VISÃO

Irrevogável

"Cabrita tentou sacrificar o SEF para se salvar a si próprio"

Para o presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do SEF, Acácio Pereira, a greve de uma força de segurança "não é como outra greve qualquer"

Opinião

Crónica de demasiadas mortes anunciadas

Depois dos tempos difíceis do ensino à distância e da falta de atribuição dos computadores prometidos, persiste agora, até não se sabe quando, outro entrave pedagógico, representado por uma medida de discutível justificação sanitária e que, portanto, mais uma vez, pode causar mais mal do que bem

Ideias

"Quem quiser criar um facto político prejudicial a Marcelo acaba por ter de defrontar um ‘catedrático’ nessa matéria... "

"Não há sinais de que o feitiço se possa virar contra o feiticeiro", considera Francisco Rui Cádima em entrevista `VISÃO

Política
Exclusivo

Mariana Vieira da Silva: Os trunfos da superministra com os milhões da bazuca

Saiba porque António Costa quis promover Mariana Vieira da Silva, conheça as razões que explicam a sua tutela sobre a Administração Pública e a “bazuca” europeia e siga a mudança do Governo para o edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos

Opinião

Windfall tax e puxão de orelhas a Ventura não estavam no programa (do Governo)

Nunca ouvimos Ventura, a propósito do assassínio de um polícia, perpetrado por um grupo de fuzileiros, a culpar as Forças Armadas, nem, ao menos, o corpo de Fuzileiros...