O meu nome é Benedita Mendonça e tenho 18 anos. Frequento o 12º Ano no curso de Humanidades. Já fui jogadora de ténis…agora sou só preguiçosa. Sofro de um vício incurável por Coca-Cola, o que provavelmente me ajuda a perder horas de sono a ler ou a escrever. Dá-me jeito tornar essas horas em algo mais do que perdidas e é por isso que quero partilhar toda a vasta experiência que esta minha idade me oferece sobre a adolescência.

As amizades perdidas

As amizades perdidas

O auge das amizades é na adolescência. Fazemos amigos num piscar de olho, por vezes literalmente.

Benedita Mendonça
Sexo, o elefante na sala

Sexo, o elefante na sala

A sexualidade dos filhos, que se começa a manifestar mais marcadamente na adolescência, é algo assustador para os pais. Mas não se deixem enganar, para nós, jovens, também o é. Por isso, em vez de nos escondermos deste tópico, o que acham de o enfrentarmos todos juntos?

Benedita Mendonça
Cancro,

Cancro,

Queria gritar-te que não te quero aqui e que não vou sentir a tua falta quando desapareceres

Benedita Mendonça
Férias: Expectativa vs realidade

Férias: Expectativa vs realidade

A esperança de ter um verão perfeito nunca morre na mente de um adolescente. E ainda bem. Mas há tanta coisa que pode não correr bem. Ora veja

Benedita Mendonça
Trabalhador estudante, uma espécie em vias de extinção

Trabalhador estudante, uma espécie em vias de extinção

O primeiro emprego de um jovem é importante e saudável em todos os aspetos. Temos que pedir que nos seja dada uma oportunidade

Benedita Mendonça
Sim, Senhor Ministro

E quando fores grande, queres ser o quê?

Todos os adolescentes, hoje em dia, têm um novo Bicho-Papão: o raio do tal “índice de empregabilidade”!

Benedita Mendonça
Somos as novas feministas

Somos as novas feministas

Vamos todas continuar a querer ser princesas da Disney, porque são mulheres destemidas e fortes

Benedita Mendonça
Sinais de trânsito

Conduzir? É na boa!

"Ahhhh! Uma rotunda! Ok, tem calma, já fizeste isto antes. Metam pisca, seus anormais!! Vou entrar agora, é o momento perfeito. Bora, bora bora, já está! Uff!" O relato delicioso da "primeira vez" de uma jovem ao volante de um carro, sem o instrutor de condução ao lado

Benedita Mendonça
Os tios (e as tias) estão em vias de extinção

Avós: os velhinhos afinal são fortes

Para a maior parte de nós, “teenagers”, alguém com mais de trinta já é um bocado velho, a partir dos quarenta são velhos, a partir dos cinquenta são velhotes e dos sessenta são velhinhos

Benedita Mendonça
HIIT ou como perder gordura de forma eficaz e rápida

Ano Novo! Sangue, suor e fome

Adolescentes na rotina diária de exercício físico e de alimentação saudável... uma mania que anda a circular na nossa geração

Benedita Mendonça
O reino bué-bué longe

O reino bué-bué longe

Há uns meses, completei os meus 18 anos. Continuo a ser adolescente, com saudades de ser criança mas ainda mais vontade de ser adulta. Mas a liberdade ainda fica um bocado longe... bué-bué longe

Benedita Mendonça
A mentira tem perna comprida

A mentira tem perna comprida

Honestidade total é retirar um pedaço importante de nós. Aquele que num jogo de cartas se deixa revigorar pela adrenalina do bluff. Que salva sentimentos, reforça relações, mantém posições e por vezes, salva vidas

Benedita Mendonça
Das birras nas crianças

Oh! As birras de adolescente...

A realidade de que uma birra muda pouco ou nada muda é irrelevante, porque a maior parte das vezes o verdadeiro propósito delas é soltar a frustração interior. A imaturidade deste mecanismo é o que o torna tão eficaz

Benedita Mendonça
A inteligência útil do desporto

A inteligência útil do desporto

Se existe algo de que eu tenho a certeza é que não seria metade da pessoa que sou se não fosse o desporto. Ou então, talvez fosse o dobro da pessoa que sou hoje, gulosa como sou...

Benedita Mendonça
Vaidade. Definitivamente o meu pecado favorito

Vaidade. Definitivamente o meu pecado favorito

Somos uma geração vaidosa? Sim, somos. Mas tal como o meu amigo (quem me dera que fosse!) Al Pacino diz " Vanity. Definitely my favourite sin!"

Benedita Mendonça
As tribos do meu liceu

As tribos do meu liceu

Quem é nunca julgou conhecer o caráter de uma pessoa pelo cheiro a ganza que emana? Quem é que nunca julgou? É que eu já. Eu já julguei. Eu já discriminei. Eu também já errei. O liceu já acabou, agora vou para a faculdade. E sabem que mais? Quero que toda a gente seja bem-vinda na minha tribo

Benedita Mendonça
Socoooorro! Os meus pais namoram! (com sapos e bruxas)

Socoooorro! Os meus pais namoram! (com sapos e bruxas)

O que todos os pais que se separam deviam saber quando decidem arranjar namorados.Palavra de adolescente

Benedita Mendonça
Carta aos alunos do secundário

O sol dos exames

O verão chegou mas vai ter de esperar. O calor que sentimos neste momento chegou de um inferno bastante diferente, aqui o nosso sol tem outro nome: EXAMES

Benedita Mendonça
A mentira tem perna comprida

Quando a tua BFF te troca pelo namorado

As coisas que costumam acontecer quando a tua melhor amiga arranja namorado

Benedita Mendonça
Não é amor. Não é normal. É violência!

Não é amor. Não é normal. É violência!

Amar é respeitar: não é magoar, insultar, bater, desconfiar, diminuir, agredir, manipular e violentar

Benedita Mendonça
Pais, não queremos recolher obrigatório!

Pais, não queremos recolher obrigatório!

Qual é a medida certa de liberdade que se deve conceder a um adolescente?

Benedita Mendonça