Beleza: O poder da curcuma

Debaixo d’olho Por parte da comunidade médica, o interesse em relação a esta substância também tem sido crescente, mas com cautelas Fotos: GettyImages

Beleza: O poder da curcuma

Escreva-se já à cabeça que a curcuma, rica em antioxidantes e conhecida na medicina oriental pelas suas propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e anti-bacterianas, tem fama de poder reverter os danos causados pelos raios ultravioleta B (UVB), além de tratar várias doenças de pele. Acrescente-se que a sua fama não é de hoje.

Originária das regiões do Sul da Índia, ela é utilizada na medicina ayurvédica e em toda a cultura indiana há mais de 2 500 anos, com a promessa de curar diversos males (ver caixa). Só agora, porém, esta raiz – que no Ocidente quase sempre se associa apenas a um pó de um amarelo intenso, utilizado como especiaria picante em comida – começa a surgir em marcas especializadas em cuidados do rosto.

As marcas fundamentam-se em vários estudos que sugerem que a curcumina, a principal substância ativa da Curcuma longa, é benéfica para a pele, tanto quando aplicada topicamente como quando ingerida. Por parte da comunidade médica, o interesse em relação a esta substância também tem sido, por isso, crescente, mas com cautelas porque a investigação ainda só envolveu ratinhos e coelhos, em laboratório.

Recorde-se que nem sempre os estudos realizados em animais têm a mesma eficácia em humanos.

Um dos mais citados é aquele que concluiu que a curcuma tem a capacidade potencial de ajudar a manter a pele com uma aparência mais jovem. Pegando em ratos sem pelo e que produzem melanina, Maho Sumiyoshi e Yoshiyuki Kimura, investigadores da Universidade de Ehime, no Japão, demonstraram que o extrato de curcuma ajudou a prevenir rugas, descoloração e perda de elasticidade na pele – tudo alterações habitualmente observadas na exposição crónica aos raios UVB.

Para lá da pele

Incluída em suplementos alimentares ou mesmo em receitas de cozinha, a curcuma parece trazer vários benefícios para a saúde

  • Pode reduzir a inflamação nomeadamente no caso de osteoartrite e de artrite reumatoide
  • Em testes laboratoriais, parece inibir o crescimento de tumores cancerígenos
  • Vários estudos sugerem que poderá proteger de determinados tipos de colite, assim como de úlceras de estômago e do chamado mau colesterol
  • Ao ajudar a equilibrar os níveis de açúcar no sangue, aumentará a sensibilidade das células à insulina e à glicose
  • Ao reduzir as células gordas acumuladas, pode levar à perda de peso
  • Um estudo realizado com ratinhos descobriu que o extrato de curcuma protegia contra danos hepáticos
  • Favorece a digestão, ao ativar as glândulas salivares na boca e ao estimular a produção de suco gástrico
  • Previne a flatulência e as dores de estômago, quando é tomada com água quente

“Examinámos os efeitos do extrato de curcuma nos danos da pele, incluindo alterações na espessura e na elasticidade, pigmentação e rugas causadas por raios ultravioleta B de baixa dose, a longo prazo”, lê-se no estudo, publicado na revista Phytomedicina. “O extrato (300 mg/kg ou 1 000 mg/kg, duas vezes ao dia) evitou o aumento da espessura da pele e a redução da sua elasticidade induzida pela exposição crónica aos UVB. E preveniu a formação de rugas e de melanina (1 000 mg/kg, duas vezes ao dia)”, sublinham os investigadores.

Um outro estudo que também tem sido bastante citado analisou os efeitos da curcumina em doenças como a acne, a alopécia, o eczema e a psoríase, concluindo que ela parece ser eficaz a tratá-las. Investigadores liderados pela médica dermatologista Laura Vollono, da Universidade de Roma, em Itália, começaram por examinar os estudos in vitro e in vivo mais relevantes publicados até 2019 sobre o uso dessa substância em doenças inflamatórias, neoplásicas e infecciosas da pele, que continham informações sobre a sua biodisponibilidade e perfil de segurança. Depois, explicam num artigo publicado na revista online Nutrients, realizaram uma análise computacional sobre a sua interação com os principais alvos enzimáticos identificados na literatura.

Os resultados a que Laura Vollono e os seus colegas chegaram sugerem que a curcumina pode ser “um agente eficaz de baixo custo e bem tolerado no tratamento de doenças de pele”. No entanto, ressalvam, “é essencial contornar as limitações do seu uso in vivo (baixa biodisponibilidade oral, metabolismo) para se poder realizar ensaios clínicos maiores que possam confirmar estas observações”.

Igualmente ambicioso foi um estudo publicado em 2014, na revista da Wound Healing Society, que descobriu que a curcumina reduziu significativamente a cicatrização hipertrófica em feridas de orelhas de coelhos. E, apesar de Shengxian Jia e os seus colegas da Universidade de Northwestern, no Illinois, Estados Unidos da América, terem concluído que esta sua pesquisa “apoia fortemente” a administração de curcumina para melhorar a cicatrização de feridas, notam ser necessário realizar mais estudos para otimizar a dosagem.

A comunidade científica anda de olho na curcuma, já se percebeu. Mas a pedra de toque é a falta de estudos que comprovem inequivocamente a sua eficácia na saúde da pele de humanos.

Uma moda que vai passar?

“Parece ser um daqueles ingredientes que surgem por moda, e uma moda que vai passar”, diz Helena Toda Brito, médica dermatologista. “Mal não deve fazer, mas há tantos outros ingredientes eficazes…” É, por exemplo, o caso da vitamina C, que também esteve na moda, lembra, mas para a qual já existem muitos estudos a provarem a sua eficácia nos cuidados da pele.

Pelo facto de a curcumina ser um antioxidante, poderá ajudar a neutralizar os radicais livres e, então, evitar o envelhecimento e dar luminosidade à pele, concede Helena Toda Brito. “Mas em termos de doenças, como a acne ou o eczema, não se deve inventar”, pede.

“Também é impossível que melhore cicatrizes hipertróficas – nesse caso, é necessário fazer laser, microagulhamento ou subcisão… e mesmo assim precisamos de várias sessões”, sublinha a mesma especialista. “Pode ser que, daqui a uns anos, haja evidência robusta em relação à curcuma, mas por enquanto devemos ser muito cautelosos.”

Por ser um antioxidante, poderá ajudar a neutralizar os radicais livres e, então, evitar o envelhecimento da pele, concede a médica dermatologista Helena Toda Brito

Helena Toda Brito não está sozinha nestas suas cautelas. “A curcuma é conhecida por ter propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, por isso faz sentido que seja útil em cuidados com a pele, como a hiperpigmentação e o antienvelhecimento”, notou Maryann Mikahil, dermatologista de Fort Lauderdale, Flórida, citada recentemente pelo The Huffington Post. “No entanto”, ressalvou, “são necessários estudos duplos cegos, controlados por placebo”.

Calvin Williams, dermatologista em Bedford, no Texas, afina pelo mesmo diapasão. “Por mais empolgantes que sejam as descobertas, é importante notar que os estudos foram realizados sobretudo em ambientes de laboratório, com animais, e que os estudos em humanos são insuficientes”, sublinhou ao HuffPost. Essas descobertas “demonstram a necessidade de pesquisas mais conclusivas”.

Os estudos podem não ser conclusivos, mas são promissores. Os cremes e séruns para o rosto com curcumina vão-se, por isso, multiplicando nas prateleiras das parafarmácias, perfumarias e lojas de produtos naturais. Em alternativa, também há quem experimente fazer uma das muitas receitas caseiras de “pastas” à base de curcuma, disponíveis na internet, que incluem leite ou iogurte e óleos essenciais.

Aqui chegados, não será boa ideia ir a correr ao armário das especiarias. Para ter a certeza de que não se fica parecido com uma personagem dos Simpsons, o melhor é usar apenas curcuma biológica, sem corantes artificiais, ou curcuma-selvagem (Curcuma aromatica), que não é comestível mas também não mancha a pele.

LEIA A VISÃO, ASSINE A PARTIR DE 6€/MÊS

ASSINE AQUI

Mais na Visão

Mais Notícias

Princesa Ana apanha do chão chapéu que o príncipe Carlos deixa cair

Princesa Ana apanha do chão chapéu que o príncipe Carlos deixa cair

Guia prático para preparar o seu jardim (ou varanda!) para o verão

Guia prático para preparar o seu jardim (ou varanda!) para o verão

Letizia recupera vestido vibrante durante a Cimeira da NATO

Letizia recupera vestido vibrante durante a Cimeira da NATO

Sugestões confortáveis para aproveitar os dias de sol

Sugestões confortáveis para aproveitar os dias de sol

JL 1348

JL 1348

Quem é Miguel Milhão, o excêntrico empresário da Prozis que está nas bocas do mundo pela sua posição anti-aborto?

Quem é Miguel Milhão, o excêntrico empresário da Prozis que está nas bocas do mundo pela sua posição anti-aborto?

Catarina Gouveia celebra 1 mês de Esperança com imagens ternurentas da bebé

Catarina Gouveia celebra 1 mês de Esperança com imagens ternurentas da bebé

Hyundai estreia programa Click to Buy: compre um carro sem sair do sofá

Hyundai estreia programa Click to Buy: compre um carro sem sair do sofá

CARAS Decoração de junho: retiros naturais

CARAS Decoração de junho: retiros naturais

Oceanos: Conferência da ONU em Lisboa termina hoje com declaração final

Oceanos: Conferência da ONU em Lisboa termina hoje com declaração final

Hyundai estreia programa Click to Buy: compre um carro sem sair do sofá

Hyundai estreia programa Click to Buy: compre um carro sem sair do sofá

JL 1349

JL 1349

Fotogaleria: Exame Informática powered by Peugeot no Oeiras EcoRally

Fotogaleria: Exame Informática powered by Peugeot no Oeiras EcoRally

Dez biquínis estampados para arrasar

Dez biquínis estampados para arrasar

Ecossintonia: quatro atrizes juntas na atitude sustentável

Ecossintonia: quatro atrizes juntas na atitude sustentável

Ana Sofia Martins aposta no conforto

Ana Sofia Martins aposta no conforto

Ford E-Transit em testes: Elétrico para toda a obra

Ford E-Transit em testes: Elétrico para toda a obra

NASA quer cardumes de robôs para explorar oceanos extraterrestres

NASA quer cardumes de robôs para explorar oceanos extraterrestres

Norte e Centro continuam com concentrações de pólen elevadas e muito elevadas

Norte e Centro continuam com concentrações de pólen elevadas e muito elevadas

Vera Kolodzig:

Vera Kolodzig: "Pensei muito antes de publicar esta fotografia"

A Parfois tem os mules e sandálias deste verão em promoção

A Parfois tem os mules e sandálias deste verão em promoção

F. C. Porto chega ao metaverso

F. C. Porto chega ao metaverso

Na CARAS desta semana, José Raposo e Sara Barradas em clima de romance no Rock in Rio

Na CARAS desta semana, José Raposo e Sara Barradas em clima de romance no Rock in Rio

A PRIMA gosta das cores de verão da Parfois, dos sabores frescos da Brigadeirando e da nova coleção da Joana Mota Capitão

A PRIMA gosta das cores de verão da Parfois, dos sabores frescos da Brigadeirando e da nova coleção da Joana Mota Capitão

Não cometa este erro quando hidrata a pele

Não cometa este erro quando hidrata a pele

Hyundai mostra Ioniq 6… e o design surpreende

Hyundai mostra Ioniq 6… e o design surpreende

Mariama Barbosa:

Mariama Barbosa: "Adeus cabelo lindo"

Tendência: este verão as saias querem-se mini

Tendência: este verão as saias querem-se mini

A história do Ballett Gulbenkian

A história do Ballett Gulbenkian

Sara Prata partilha vídeo amoroso da filha a cantar tema

Sara Prata partilha vídeo amoroso da filha a cantar tema "Gaivota"

4 técnicas que tornam o sexo mais prazeroso para as mulheres

4 técnicas que tornam o sexo mais prazeroso para as mulheres

Até onde vai o preço da sua casa?

Até onde vai o preço da sua casa?

Embalagens de plástico de uso único para refeições prontas sujeitas a taxa de 30 cêntimoa

Embalagens de plástico de uso único para refeições prontas sujeitas a taxa de 30 cêntimoa