José Tolentino Mendonça “O barrete cardinalício é colocado na cabeça, mas não para substituir a cabeça”

Pedem-me da VISÃO que seja eu a desempenhar o papel de entrevistador por ocasião do lançamento do novo livro de José Tolentino Mendonça O Que É Amar um País. O meu papel é extremamente delicado. O seu autor é uma das figuras mais admiradas e estimadas no meio literário e intelectual português e, em simultâneo, uma das mais respeitadas figuras da Igreja Católica contemporânea. Se lhe faço perguntas fáceis, haverá leitores que me acusarão de excessiva reverência e mesmo subserviência; por outro lado, se lhe puser questões mais duras, não faltará quem me acuse de deselegância.

Tentarei cingir-me à temática abordada no seu livro. Nas minhas perguntas [enviadas por escrito], as frases entre aspas são citações dele. Seguem-se-lhe pedidos de esclarecimento e algum aprofundamento. Também procurarei fazer-lhe as perguntas que imagino surgirão na mente dos seu leitores.

A propósito de “amar um país”, ouvi na minha adolescência o filósofo católico José Enes comentar acerca do mandamento do amor: “Eu não posso amar 800 milhões de chineses! [Era esse, na altura, o número de habitantes na China]”. Como se ama dez milhões de portugueses?
Antes de tudo, tenho a dizer que é um privilégio poder pensar e conversar com as perguntas de alguém como o Onésimo Teotónio Almeida, que é um dos mais estimulantes mestres no Portugal contemporâneo. Obrigado por esta oportunidade. É interessante que a ouvir a frase “Eu não posso amar 800 milhões de chineses!”, a primeira coisa que me ocorreu foi um episódio testemunhado por Simone de Beauvoir acerca da então jovem estudante de Filosofia Simone Weil, nos corredores da Sorbonne. Havia nessa altura uma grande fome na China e Beauvoir conta que Simone Weil, referindo-se a isso, começou a chorar. E ficou-me na cabeça, como uma das frases da minha vida, o comentário de Simone de Beauvoir: “Tive então inveja de um coração capaz de bater em uníssono com o inteiro universo.” Creio que a vida não se cumpre sem um coração capaz de bater assim. Porque, no fundo, nós amamos uma pessoa em concreto para que esse amor nos ensine a compreender todas as pessoas. O singular não pode esquecer o comunitário.

Diz que Camões é “inspiração para ousar grandes sonhos”. Há ambiente para eles na sociedade portuguesa de hoje? Seremos capazes de sonhar algo mais do que esperar um bom pacote de Bruxelas?

Camões é um extraordinário exemplo porque viveu historicamente uma complexa época de paixão e crepúsculo e não se conformou. Os grandes sonhos não se fazem só quando há ambiente para isso. Na maior parte das vezes, fazem-se contra o ambiente ou apesar dele. Há que sacudir o conformismo. Gosto muito da passagem do livro do profeta Joel (2,28): “Derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos jovens alcançarão novas visões e até os velhos terão sonhos.” O que nos move é o Espírito e não simplesmente o conforto das situações históricas.

Onésimo Teotónio Almeida
Para um grande entrevistado, um grande entrevistador. Onésimo Teotónio Almeida nasceu há 73 anos na ilha de São Miguel, nos Açores, mas vive nos Estados Unidos da América desde 1972. Professor catedrático da Universidade de Brown, nos EUA, dedica-se sobretudo à história da cultura e à identidade portuguesas. Foi escolhido pelo Presidente da República para presidir às comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, em 2018.

Este artigo não está disponível no site. ASSINE AQUI e leia a edição digital da VISÃO em primeira mão.
Se JÁ É ASSINANTE da VISÃO digital, leia na aplicação a nova edição ou clique AQUI.

Palavras-chave:

Assine a VISÃO digital e receba a VISÃO Saúde, Edição Especial “70 Perguntas e Respostas sobre Saúde”, também em formato digital.

EM TEMPOS DIFÍCEIS É PRECISO TER VISÃO

ASSINE JÁ!

Mais na Visão

Sociedade

É verdade que os casais ficam parecidos com o passar do tempo?

A questão sempre nos deixou curiosos e um estudo dos anos 80 corroborou essa ideia. Mas uma nova investigação, realizada com a ajuda de um software de reconhecimento facial, conclui que não há evidências científicas nesse sentido

Eleições EUA 2020

EUA/Eleições: A mão de Trump entre insultos e aclamações

A limusina presidencial que transportava o chefe de Estado norte-americano praticamente parou para Donald Trump saudar os apoiantes no portão da Universidade de Belmont, Nashville

Visão Fest

"Não há contradição entre a prioridade de conter a pandemia e a de cuidar e preparar o futuro"

Apesar da emergência do combate à pandemia, António Costa salientou a importância de não se deixar para trás os desafios para o que diz “ser o futuro da humanidade”. O primeiro-ministro na manhã do primeiro dia de VISÃO FEST Verde

Sociedade

Relógios atrasam uma hora na próxima madrugada

Os relógios vão atrasar 60 minutos na próxima madrugada em Portugal para dar início ao horário de inverno, segundo o Observatório Astronómico de Lisboa

Sociedade

Amor, ódio, vida, morte, céu e inferno: quantas vezes aparecem estas e outras palavras na Bíblia?

Colectivo Sideline oferece leitura alternativa do livro sagrado, ao organizar as mais de 1300 páginas por ordem alfabética com o objetivo de quantificar cada palavra escrita. “Ele” surge dez vezes mais do que “ela”

Mundo

Português responsável por limpeza de hospitais condecorado pela Rainha Isabel II

O português Maciel Vinagre pensou que era mentira ou engano ao ler a notificação de que tinha sido distinguido pela Rainha Isabel II pelo trabalho como responsável da limpeza de dois hospitais públicos britânicos durante a pandemia de covid-19.  

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Hospitais têm comissão de prevenção para detetar casos entre profissionais

A ministra da Saúde explicou hoje que os hospitais têm uma comissão de prevenção da infeção, que tem "sempre detetado" os casos de profissionais infetados com covid-19, os quais estão enquadrados nos planos de contingência dos estabelecimentos de saúde

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Trump dá tudo por tudo

Robert Cahaly, especialista em sondagens do Trafalgar Group, o mesmo que em 2016, na mesma altura, e quando ninguém acreditava, deu a vitória a Trump, volta, de novo, a prever, a 11 dias das eleições, um mínimo de 270 votos do Colégio Eleitoral para o presidente, o que significa a vitória

Sociedade

Radical islâmico detido em Espanha. Andava a pregar que a Covid-19 é um “castigo contra o ocidente”

Passava o tempo a difundir material propagandístico com o objetivo de angariar mais membros para aquela organização terrorista, pedia mais tortura para os infiéis e associava a pandemia a uma vingança de Alá

Sociedade

Tal como os humanos, também os chimpanzés se tornam mais dóceis com a idade

Um estudo publicado esta semana na Science revela que há (ainda) mais semelhanças entre o Homem e o chimpanzé - tal como o seu primo humano, também ele, com a idade, se torna mais calmo e fortalece a amizade com amigos próximos

Sociedade

Discurso de Hitler vendido por €34 mil em leilão

Manuscritos dos discursos do ditador nazi foram vendidos por valores consideravelmente superiores à base de licitação. Críticos acusam a casa de leilão de encorajar neonazis

Ambiente

O peixe-mão-liso tornou-se o primeiro peixe ósseo oficialmente extinto

O peixe-mão-liso foi declarado extinto mais de 200 anos depois de ter sido capturado o último exemplar, ao fim de décadas a ser procurado, sem sucesso