Relacionados

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Quem deve ser o parceiro privilegiado da UE nas relações comerciais internacionais: EUA ou China?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

É viável uma política comum de Defesa sem a constituição de um exército europeu?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Que soluções vislumbra para o “inverno demográfico” na União Europeia?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Defende um imposto europeu sobre as grandes multinacionais que evitam a malha fiscal dos Estados-membros?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Qual é a medida mais urgente a ser aprovada pelo Parlamento Europeu nos próximos cinco anos?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 caracteres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Qual a maior ameaça ao europeísmo: os populismos ou a indiferença em relação ao projeto europeu?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 caracteres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Deveríamos caminhar para o federalismo com a eleição direta de um presidente ou um governo europeu?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Faz sentido avançarmos para o Orçamento comum e um ministro das Finanças da zona euro?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

O Eurogrupo devia passar a ser um órgão formal da União Europeia?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Rui Tavares: "Estas eleições podem ser a última oportunidade"

Rui Tavares: "Estas eleições podem ser a última oportunidade"

Rui Tavares é, pela segunda vez, o cabeça-de-lista do Livre ao Parlamento Europeu. O historiador tenta regressar a Bruxelas, onde já esteve durante cinco anos, eleito pelo Bloco de Esquerda, e recusa dar por garantida a vitória da extrema-direita nas eleições do final de maio. "É possível uma maioria progressista no Parlamento Europeu", defende

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Defende algum modelo de mutualização das dívidas públicas?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Como reforçar as políticas de coesão sem perder o apoio dos cidadãos dos países com maiores contribuições?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

Depois das palhinhas, dos cotonetes e dos copos de plástico, por onde deve passar o combate contra as alterações climáticas?

Compreende as razões apresentadas pela Hungria para fechar as fronteiras a refugiados?

Pedro Marques, Paulo Rangel, João Ferreira, Marisa Matias, Nuno Melo e Paulo Sande respondem a tudo. Até 23 de maio, fique a saber o que pensam estes seis candidatos portugueses ao Parlamento Europeu em temas como as migrações, a segurança, o clima, os impostos ou os populismos. As respostas em 280 carateres, como num tweet

PRECISAMOS DE SI, CARO LEITOR A INFORMAÇÃO INDEPENDENTE É UM PILAR DA DEMOCRACIA. APOIAR O JORNALISMO INDEPENDENTE É UM DEVER DE CIDADANIA.

É PRECISO TER VISÃO

ASSINE

Mais na Visão

Exame

Como o império de Isabel dos Santos em Portugal começou a ruir numa semana

Venda das participações em algumas empresas portuguesas e a saída de administradores da sua confiança. Como têm evoluído os negócios de Isabel dos Santos em Portugal após o Luanda Leaks

O teu destino para 2020

O que está a acontecer um pouco por todo o lado é termos os lugares mais bonitos do mundo invadidos por gente de todo o mundo que ao procurar essa beleza, a asfixia

Estamos a 100 segundos do apocalipse

A escalada nuclear, as alterações climáticas e as novas tecnologias de "desinformação" colocam a humanidade cada vez mais próxima do fim do mundo. O relógio do Apocalipse está agora ainda mais próximo da meia-noite

Ana Gomes: A ativista de serviço

Quem tem medo de Ana Gomes?

Uma candidatura de Ana Gomes é a pior notícia possível, não para Marcelo Rebelo de Sousa mas para… André Ventura. Ana Gomes navega, em parte, nas águas que o líder do CHEGA pensava ter, para si, como um mare clausum: o combate à corrupção, a denúncia dos podres da política e dos negócios, o ataque… ao sistema

As novas descobertas macabras da tragédia do Vesúvio

Análises forenses aos cadáveres de Pompeia revelam que muitas das vítimas da erupção do Monte Vesúvio, em Itália, tiveram uma morte mais dolorosa do que apontavam estudos anteriores

Exame

Isabel dos Santos sai da Efacec

Depois dos Luanda Leaks, esta é a segunda saída de Isabel dos Santos do capital de uma empresa portuguesa em menos de uma semana.

Centros comerciais amigos dos animais

Ir às compras ao shopping e levar o amiguinho de quatro patas é possível no Mar Shopping Algarve, que está a apostar forte no 'Woof Land'

Ler Saramago em Esloveno

E como é traduzir uma metáfora? É preciso ir atrás do autor e a certo momento calha que se apanha o estilo dele

“Os tubarões azuis nos Açores tinham todos marcas de ‘encontros’ com os humanos”

Nuno Sá é o nosso mais prestigiado cameramen subaquático e já viu de tudo: paisagens virgens, profundezas misteriosas, espécies fascinantes, mas também animais feridos por humanos e rios de lixo

Exame Informática

Teste aos óculos Bose Frames que dão música

Analisamos uns óculos da Bose que parecem “normais”, mas que têm colunas integradas capazes de uma reprodução de som que surpreende pela positiva

Exame Informática

Conheça a nova missão científica do navio-escola Sagres

O navio-escola Sagres vai replicar o trajeto que fez Magalhães, uma circum navegação ao planeta, com vários objetivos entre os quais medir o campo elétrico da Terra, algo que não é feito pelos cientistas há mais de cem anos. A viagem vai durar até janeiro de 2021

Mudar de vida

Queira deitar-se neste, se faz favor. Fi-lo, timidamente, deixando os pés de fora da cama para não sujar nada, É assim que dorme? perguntou-me com rispidez. Não era, mas não tinha coragem de me enrolar em posição fetal à frente dos outros clientes que passeavam pelas avenidas bordejadas de camas com o “Last Christmas, I gave you my heart” a servir de banda sonora. Levantei-me ao fim de alguns segundos, Tem de ficar deitada pelo menos cinco minutos, repreendeu--me a funcionária