Moria: O inferno é mesmo aqui ao lado

A visão do campo que nos foi revelada ao longo dos anos foi sempre devastadora. Em resumo, via-se um amontoado de barracas à volta de uma estrutura em betão com arame farpado. Construído para cerca de 3 mil pessoas, chegou a albergar perto de 20 mil. Agora, a lotação rondava os 13 mil. Sem água canalizada, luz ou recolha de lixo. Apenas uma sanita e um chuveiro para cada 500 pessoas. E uma zona com água potável disponível duas horas por dia.  

Criado para ser um ponto de passagem, foi erguido em cima de uma antiga base militar. A maioria dos primeiros recém-chegados era de origem síria. Uma população depois ultrapassada pelos refugiados do Afeganistão, país que é o pior classificado no ranking do Índice Global da Paz. No início do ano, as ONG’s que ali prestavam apoio voluntário denunciavam esfaqueamentos e violações diárias. Num local sobrelotado, devido à aplicação pelo governo grego do acordo entre a União Europeia e a Turquia, que visa a devolução de milhares de refugiados àquele país, ali vivia e morria o sonho da Europa. Ou “A vergonha da Europa”, como lhe chamavam os ativistas, que há muito pediam a retirada dos mais vulneráveis.  

Estou em Moria há 5 dias e já tivemos 6 menores esfaqueados – o que queres que te diga?Que já não me lembro quantas…

Publicado por Raul Manarte – Humanitário Músico Fotógrafo em Sábado, 1 de fevereiro de 2020

Só menores desacompanhados contabilizavam-se mais de 1200. A maioria rapazes de 13, 14, 15, 16 e 17 anos. Mas também crianças com menos de 10 anos, como assinalaram os Médicos Sem Fronteiras, depois de se terem deparado com tentativas de suicídio dos mais novos.  

Um monte de cinzas 

Agora, é menos ainda do que isto. Moria, o maior campo de refugiados da Europa, tornou-se um monte de cinzas. O fogo engoliu tudo, depois de vários focos de incêndio terem começado às primeiras horas da manhã desta quarta-feira. Uma catástrofe que não causou mortes, mas abre nova crise humanitária na ilha grega de Lesbos. Porque deixa milhares de migrantes sem abrigo no meio de uma pandemia. O campo que nasceu há cinco anos com o início da crise dos refugiados tornou-se uma metáfora viva da forma incendiária como a UE lidou com a política migratória. A comparação é dos ativistas que há muito exigem o desmantelamento daquele espaço.  

“Estou convencido de que é o seu fim”, declarou já o governador regional Costas Mutzuris ao La Vanguardia. “O campo está destruído, é impossível reconstruir o que aqui estava em tempo útil”, rematou. A fugir ao fogo, os milhares de migrantes foram acampando ao longo da estrada que conduz à localidade vizinha de Mytilene – um acesso entretanto bloqueado pela polícia. A justificação? Era preciso evitar uma emergência sanitária, já que o campo de refugiados estava em quarentena devido a um surto de Covid-19.  

Esta sexta-feira, dez país da UE anunciaram a sua disponibilidade para receber cerca de 400 menores. “Os nossos contactos com Estados-membros da União Europeia levaram 10 países a participarem nesse acolhimento”. disse Horst Seehofer, ministro alemão do interior. Alemanha e a França já anunciaram que vão receber entre 100 a 150 crianças, cada. Portugal, segundo comunicado enviado às redações, também já transmitiu a sua disponibilidade para acolher um total de 500 menores não acompanhados. Os outros continuam por lá.

Aproveite os descontos que preparámos para si, por tempo muito limitado. Só até 30 de novembro. Conheça todos os valores e opções para a assinatura da sua VISÃO aqui: https://bit.ly/tinbf2020

BLACK FRIDAY

Aproveite Já

Mais na Visão

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Vacina eficaz é da China

Optando pela Coronavac, Portugal não tem de esperar pela autorização da EMA, que quando acordasse já estava tudo vacinado, e ao Infarmed bastaria olhar para os números da pandemia na China, para concluir, acertadamente, que o produto tem uma eficácia próxima dos 100 por cento. Ou até mais, sabe-se lá

Exame
Exame

Reestruturação da TAP: Sindicato dos Pilotos apresenta providência cautelar

Sindicato dos Pilotos de Aviação Civil acusa a TAP de fornecer "informação incompleta, insuficiente e enganosa sobre os [seus] reais propósitos" e pede informação sobre o racional económico e financeiro por detrás do plano de reestruturação.

Mundo

Austrália exige à China pedido de desculpas por tweet com imagem falsa "repugnante" de um militar australiano

Em causa está uma fotografia, publicada na página oficial de um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, que parece mostrar um militar a assassinar uma criança, com a bandeira da Austrália em plano de fundo. A China recusa-se a atender as chamadas telefónicas do primeiro-ministro australiano, deixando antever que o pedido de desculpas exigido por este não será concretizado

Economia

António Mexia e Manso Neto vão deixar gestão da EDP

Os presidentes executivos da EDP e da EDP Renováveis, António Mexia e Manso Neto, suspensos de funções, manifestaram-se indisponíveis para voltar a integrar os órgão sociais do grupo

Mundo

Covid-19: OMS diz que situação do Brasil é "muito preocupante"

O diretor-geral Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, classificou hoje de "muito preocupante" a situação do Brasil face ao aumento de mortes e contágios pelo novo coronavírus, numa conferência de imprensa em Genebra

Exame Informática
Ciência

ESA contrata tenazes para limpar o espaço

Agência Espacial Europeia considera que a limpeza do espaço deixou de ser opcional e avançou com um contrato com uma startup para começar a recolher detritos e trazê-los para Terra

Exame Informática
Mercados

Smartphones: mercado em recuperação e Xiaomi ultrapassa Apple

Dados da Gartner mostram que o terceiro trimestre mostra uma recuperação no segmento dos smartphones, com quebras de 5,7%, face à redução de 20% nos trimestres anteriores

Exame Informática
Ciência

Investigadores portugueses criam ventiladores simplificados e mais baratos

A Covid-19 trouxe a necessidade de se terem mais ventiladores disponíveis e uma equipa de cientistas portugueses criou novos modelos mais simples e que custam menos de mil euros

Cultura

"As coisas mais divertidas são as proibidas": 15 citações de Mark Twain no dia do seu aniversário

Se fosse vivo, Mark Twain faria hoje 185 anos. Mas isso seria já um exagero de vida do homem que apelidou de "exagerado" o relato da sua morte. Recorde o escritor e humorista através de algumas das suas citações - incluindo os elogios a um livro português, que ele chamou de perfeito, inimitável e imortal

Bolsa de Especialistas

Os idosos e o distanciamento: será proteção ou abandono?

Estaremos nós a legitimar uma espécie de abandono em prol de um gesto aparentemente altruísta de proteção? A psicóloga Catarina Lucas reflete sobre o dilema da necessidade de proteger os idosos versus o drama da solidão, especialmente no Natal

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Covid-19: Portugal com mais 78 mortos e 3.262 novos casos

Portugal contabiliza hoje mais 78 mortos relacionados com a covid-19 e 3.262 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS)

Mundo

Portugal é o país da UE mais próximo de atingir metas climáticas para 2030

Portugal é o país da União Europeia (UE) mais perto de atingir as suas metas climáticas de redução de emissões até 2030, relativamente aos níveis de 2005