Metaverso, NFT e criptomoedas: Como vai mudar a nossa vida digital

Metaverso, NFT e criptomoedas: Como vai mudar a nossa vida digital

“Não há real, não há imaginário senão a uma certa distância. O que acontece quando esta distância, inclusive a distância entre o real e o imaginário, tende a abolir-se, a reabsorver-se em benefício exclusivo do modelo?” Poderemos estar bem mais perto de conhecer a resposta a esta questão colocada por Jean Baudrillard em Simulacros e Simulação. Quatro décadas depois da publicação deste tratado do sociólogo francês, as grandes tecnológicas mundiais começam a fazer esforços e investimentos gigantescos para desenvolverem as ferramentas que nos irão permitir socializar, conviver e trabalhar em simultâneo no mundo real e em universos virtuais. Essa aspiração de construir um metaverso – um universo virtual além do nosso universo real – não é nova. Mas este pode muito bem ser o momento big bang da próxima revolução no espaço cibernético com potencial para revolucionar as nossas vidas, até porque metade das 12 empresas mais valiosas do mundo tem planos e vai canalizar investimento para se tornar essencial na construção de metaversos.

O conceito apresentado no livro de ficção científica Snow Crash tem muitas semelhanças com o significado que atualmente se associa ao termo metaverso

Luís Gonzaga Magalhães Professor no Departamento de Sistemas de Informação da Universidade do Minho
Foto: GettyImages

Talvez, até agora, poucos o tenham feito de forma tão explícita como Mark Zuckerberg. O líder do Facebook mostrou, no passado mês de outubro, num vídeo de mais uma hora, qual era a sua visão para o futuro: “A próxima plataforma será ainda mais imersiva, uma internet incorporada em que tu és a experiência, não olhando apenas para ela, e chamámos a isso o metaverso. Irás conseguir fazer quase tudo o que puderes imaginar, estar com amigos e família, trabalhar, aprender, jogar, comprar e criar.” Para mostrar que esta é mesmo uma aposta séria, o criador da maior rede social do mundo anunciou também a mudança do nome da empresa que fundou, passando de Facebook para Meta. O termo escolhido por Zuckerberg para este novo mundo foi usado pela primeira vez há 30 anos no livro de ficção científica Snow Crash, de Neal Stephenson. Nessa narrativa – passada numa América distópica, destruída por uma crise económica causada pela hiperinflação e em que a sociedade e a economia eram controladas por gigantes empresariais em vez do Estado –, as pessoas refugiavam-se no metaverso, bastando para isso colocar óculos de realidade virtual para entrarem num universo paralelo e digital em que tinham os seus avatares em forma 3D. “O conceito que aí é apresentado tem muitas semelhanças com o significado que atualmente se associa a este termo”, observa Luís Gonzaga Magalhães, professor no Departamento de Sistemas de Informação da Universidade do Minho, à VISÃO.

Um universo de possibilidades

Praticamente todas as grandes áreas da nossa vida poderão ser vividas, pelo menos parcialmente, neste novo mundo digital

Videojogos

A indústria de videojogos tem sido precursora no desenvolvimento de metaversos e está no pelotão da frente na construção de mundos virtuais e/ou de realidade aumentada que permitam uma experiência mais imersiva e real aos jogadores.

Trabalho

A pandemia forçou uma parte significativa da população a ficar em teletrabalho. As limitações sentidas com o trabalho remoto poderão ser compensadas com a evolução do metaverso, permitindo criar escritórios virtuais onde se pode interagir com os colegas, ter reuniões e desempenhar as funções profissionais dentro desse novo mundo.

Social

O metaverso pode levar as experiências sociais a um novo patamar, permitindo reunir com amigos e conhecidos num universo virtual. Além de reduzir os constrangimentos de tempo e espaço com pessoas que já se conhecem, o metaverso poderá permitir a criação de círculos sociais paralelos. A perspetiva é que poderemos estar no metaverso com quem quisermos e quando quisermos, independentemente da distância e com novas formas de interação.

Economia

Na sua visão para o metaverso, Mark Zuckerberg espera que se transacionem centenas de milhares de milhões de euros nesse espaço. O comércio de bens e serviços digitais deverá ter um crescimento significativo nos próximos tempos, sejam roupas para os avatares, mobiliário digital para as casas do metaverso, espaços virtuais para deter nesse universo ou obras de arte digitais. Algumas empresas já estão a fazer alguns projetos-piloto para conseguirem ter presença e faturação no metaverso. Esta economia virtual poderá levar a uma maior massificação da utilização de criptomoedas nesses espaços e também de NFT (tokens não fungíveis) que atestam a originalidade e a propriedade dos bens digitais.

Saúde

A combinação entre a realidade virtual, realidade aumentada e internet das coisas pode trazer uma revolução aos cuidados de saúde, desde a formação médica até ao tratamento de pacientes e mesmo a cirurgias feitas de forma remota. A evolução tecnológica pode ajudar a mitigar algumas das limitações que a telemedicina atual enfrenta, como a falta de interação física entre profissionais e pacientes.

Cultura

Já foram feitas várias experiências de concertos ou outros espetáculos em universos virtuais. Com o metaverso essa tendência poderá intensificar-se, com concertos ou festivais virtuais. Também a nível da indústria cinematográfica, abrem-se novas portas para experiências mais imersivas e novas formas de contar histórias. Estas tecnologias podem ainda ser usadas na arte, com museus a terem exposições digitais ou a criarem os seus próprios metaversos para permitir um contacto mais próximo e interativo com obras de arte. Este novo mundo cria também a oportunidade para aparecerem artistas puramente digitais.

Educação

O metaverso e a realidade virtual prometem revolucionar as aprendizagens, permitindo fazer experiências imersivas que seriam difíceis de fazer fisicamente, seja a exploração virtual do Sistema Solar ou o “teletransporte” dos alunos para ver in loco a construção das pirâmides do Egito. Poderão também permitir aulas em espaços virtuais com professores e colegas de outras partes do mundo.

Mais na Visão

Mais Notícias

Reuniões remotas facilitadas com a Koibox-100W

Reuniões remotas facilitadas com a Koibox-100W

TVI cede ao pedido dos espectadores: Fanny volta ao “Somos Portugal”

TVI cede ao pedido dos espectadores: Fanny volta ao “Somos Portugal”

No Porto, interiores sob medida

No Porto, interiores sob medida

Renato Godinho arrasa em novas cenas de sexo em “Sangue Oculto”

Renato Godinho arrasa em novas cenas de sexo em “Sangue Oculto”

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Uma vénia ao ovo

Uma vénia ao ovo

Shell compra operador de carregamentos elétricos Volta

Shell compra operador de carregamentos elétricos Volta

EXAME de fevereiro: A Delta quer chegar ao topo do mundo

EXAME de fevereiro: A Delta quer chegar ao topo do mundo

Crianças: Já sabe o que vão fazer este fim de semana?

Crianças: Já sabe o que vão fazer este fim de semana?

Dezenas de empresas nacionais marcam presença na feira Ambiente em Frankfurt

Dezenas de empresas nacionais marcam presença na feira Ambiente em Frankfurt

Cartaz de preparação da campanha eleitoral

Cartaz de preparação da campanha eleitoral

Governo deve atender a problemas com salários que estiveram congelados

Governo deve atender a problemas com salários que estiveram congelados

Rainha Camilla recorda drama pelo qual a sua família passou

Rainha Camilla recorda drama pelo qual a sua família passou

VicBooth Gaming: A cabine feita em Portugal para quem gosta de jogar com o volume máximo

VicBooth Gaming: A cabine feita em Portugal para quem gosta de jogar com o volume máximo

Homem do Leme: Anna

Homem do Leme: Anna

Viktor & Rolf prova que há maneiras (que nem imaginávamos) de usar um vestido comprido

Viktor & Rolf prova que há maneiras (que nem imaginávamos) de usar um vestido comprido

8 camisolas de gola alta para enfrentar este frio

8 camisolas de gola alta para enfrentar este frio

Análise em vídeo ao primeiro 100% elétrico da Toyota, o BZ4X

Análise em vídeo ao primeiro 100% elétrico da Toyota, o BZ4X

Exame 466 - Fevereiro de 2023

Exame 466 - Fevereiro de 2023

VISÃO Se7e: Os melhores filmes e séries para ver em 2023

VISÃO Se7e: Os melhores filmes e séries para ver em 2023

Ucrânia, a arte da resiliência

Ucrânia, a arte da resiliência

Schiaparelli leva

Schiaparelli leva "O Inferno" de Dante à Semana da Alta Costura de Paris

Bruxelas instaura processo contra Portugal por falhar transposição de diretiva sobre impacto ambiental

Bruxelas instaura processo contra Portugal por falhar transposição de diretiva sobre impacto ambiental

Georgina Rodríguez celebra 29 anos e mostra-nos como está crescida Bella Esmeralda

Georgina Rodríguez celebra 29 anos e mostra-nos como está crescida Bella Esmeralda

Giambattista Valli apresenta estilo exuberante para a próxima estação na Semana da Alta Costura de Paris

Giambattista Valli apresenta estilo exuberante para a próxima estação na Semana da Alta Costura de Paris

Microsoft Surface Pro 9 em teste: Descubra as diferenças

Microsoft Surface Pro 9 em teste: Descubra as diferenças

Passatempo: ganha o livro 'Sami, o Rapaz que Sobreviveu a Auschwitz'

Passatempo: ganha o livro 'Sami, o Rapaz que Sobreviveu a Auschwitz'

Mais de metade dos portugueses pessimistas em relação a 2023

Mais de metade dos portugueses pessimistas em relação a 2023

Grávida do terceiro filho, Charlotte Casiraghi marca presença no desfile da Chanel

Grávida do terceiro filho, Charlotte Casiraghi marca presença no desfile da Chanel

Oscars: Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

Oscars: Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

Leão (da Peugeot) cada vez mais verde

Leão (da Peugeot) cada vez mais verde

Associação Deco alerta para rótulos

Associação Deco alerta para rótulos "eco" e "sustentável" que enganam consumidores

Quando a arte desaparece

Quando a arte desaparece

Liliana Aguiar sexy e arrasadora, desfila ao lado do filho, Miguel

Liliana Aguiar sexy e arrasadora, desfila ao lado do filho, Miguel

Aprenda a limpar a roupa com bolor com este truque caseiro

Aprenda a limpar a roupa com bolor com este truque caseiro

Fairly Normal: um pé no surf e outro na sala de reuniões

Fairly Normal: um pé no surf e outro na sala de reuniões

Custo da nova dívida do Estado triplicou em 2022 e preveem-se mais subidas nos juros

Custo da nova dívida do Estado triplicou em 2022 e preveem-se mais subidas nos juros

Expansão do metro de Lisboa evita 29 mil toneladas de dióxido carbono -- Duarte Cordeiro

Expansão do metro de Lisboa evita 29 mil toneladas de dióxido carbono -- Duarte Cordeiro

"Shrinking": No sofá com Harrison Ford

Shakespeare musical no Trindade

Shakespeare musical no Trindade

Liga estima prejuízo de 23 milhões de euros para transporte de doentes feito pelos bombeiros

Liga estima prejuízo de 23 milhões de euros para transporte de doentes feito pelos bombeiros

O elegante body da Princesa de Gales

O elegante body da Princesa de Gales