Primeira bandeira nacional sustentável hasteada para a inauguração da Lisboa Capital Verde Europeia

António Pedro Santos / Lusa

Uma gigante bandeira nacional sustentável, integralmente feita de materiais de plástico reciclável recolhidos nos oceanos. Foi este o grande símbolo da cerimónia de inauguração oficial da Lisboa Capital Verde Eurpeia 2020, no Parque Eduardo VII,  que contou com a presença do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, lado a lado com o primeiro-ministro António Costa e o vice-presidente executivo da Comissão Europeia Frans Timmermans.

Na cerimónia, Fernando Medina fez as honras da casa, destacando que este galardão vem reconhecer e reforçar o compromisso do município de Lisboa com sustentabilidade ambiental.

Durante todo o ano, a cidade terá o tema da sustentabilidade e ambiente como pano de fundo de um vasto programa de atividades, exposições, conferências e eventos. “Escolhe evoluir” é o conceito da Capital Verde, que quer tocar todos os portugueses, e não apenas os lisboetas. Uma espécie de desígnio nacional para este ano.

Bandeira nacional reciclada, feita de detritos de plásticos dos oceanos

 “O galardão não se destina a premiar os feitos que conseguimos. Destina-se acima de tudo a conseguirmos utilizá-lo de forma a fazer mais. Fazer mais para vencermos em conjunto esta batalha das alterações climáticas, fazermos mais pela melhoria da qualidade de vida das cidades, fazermos mais no domínio dos parques verdes, da água, da mobilidade sustentável”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa teceu elogios a toda a equipa responsável por conseguir esta distinção: Fernando Medina, e o vereador  do ambiente José Sá Fernandes. E reforçou o papel de António Guterres enquanto secretário-geral das Nações Unidas na luta pelo planeta e no combate às alterações climáticas. “Lisboa abre o caminho, Portugal segue o caminho, a Europa apoia o caminho, António Guterres leva mais longe o testemunho universal nesse caminho. Estamos juntos e vamos vencer. Viva Lisboa Capital Verde Europeia 2020, viva Portugal”, exclamou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República falou também às gerações mais novas, ali presentes por causa do flashmob que marcou o momento final. “Vamos fazer desta capital uma capital cheia de juventude, vamos fazer deste ano um ano de juventude. Vamos mostrar aos pessimistas que é preciso ser-se otimista. Vamos mostrar àqueles que não percebem a causa do ambiente que esta é uma causa de todos. Vamos mostrar àqueles que querem adiar opções que não podemos adiá-las”, afirmou. E apelou aos mais novos para “mostrar aos poderosos do mundo que negam a evidência que há evidências que são mais fortes do que a sua negação”.

Vamos mostrar aos pessimistas que é preciso ser-se otimista. Vamos mostrar àqueles que não percebem a causa do ambiente que esta é uma causa de todos. Vamos mostrar àqueles que querem adiar opções que não podemos adiá-las

Marcelo rebelo de sousa

O Presidente da República também recebeu uma bandeira sustentável reciclada idêntica à que ficará no Parque Eduardo VII, sublinhando que é um símbolo da “ponte que vai ser este ano”, um ano que “começa com Lisboa Capital Verde Europeia 2020 e continua com o grande congresso das Nações Unidas sobre os oceanos”.

A partir de 01 de fevereiro, todos os ministros só circularão em Lisboa e na área metropolitana em viaturas elétricas, anunciou hoje o primeiro-ministro, para assinalar simbolicamente o facto de a cidade ser Capital Verde Europeia em 2020.

Neste dia, soube-se ainda que Lisboa terá uma praia artificial no Tejo, uma piscina natural que funcionará com água do rio tratada.

Relacionados

Jornal de Letras
Capas JL

Lisboa, Capital Verde Europeia 2020: Plantar o Futuro na Cidade

A ecologia na última edição do JL, agora nas bancas, a propósito de Lisboa Capital Verde Europeia 2020, com textos de José Sá Fernandes, António Costa, Manuela Raposo Magalhães, Isabel Mota, Guilherme d'Oliveira Martins, Viriato Soromenho-Marques e Fernando Medina. Tributo a Gonçalo Ribeiro Telles. Capa de José Manuel Castanheira.

Ambiente

Tudo o que vai acontecer na Lisboa Capital Verde Europeia 2020

Conferências, exposições, eventos, festas e muitas atividades vão marcar o ano em que Lisboa se veste de verde

Política

José Sá Fernandes: “Tenho tido vários apetites para meter ações populares”

Em 2020, Lisboa será Capital Verde Europeia, uma importante conquista para a cidade e o reconhecimento da evolução feita na área do ambiente, na última década. Trabalho que tem a assinatura de José Sá Fernandes, o advogado irrequieto e polémico que tantas obras embargou pelo País e que, há 12 anos, é vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Lisboa. As lutas, paixões, desilusões e conquistas do homem que nunca deixou de ser um ativista

Mais na Visão

Imobiliário

Portugueses em grande nas compras imobiliárias

Os compradores nacionais representaram 82% dos imóveis vendidos pelo grupo Remax no ano passado. São mais de 50 mil casas. Entre os clientes estrangeiros, os brasileiros já ultrapassaram os franceses

Política

Auditoria forense às contas de Pedrógão Grande fica na gaveta do presidente

Em 2018, a câmara municipal contratou uma sociedade de revisores, por 36 mil euros, para uma investigação aos quatro anos anteriores (nos quais se incluía o fatídico 2017, dos incêndios, dos donativos e das fraudes). As conclusões continuam guardadas. Valdemar Alves diz que “em breve” as divulgará

E que tal uma pulseira eletrónica para a Justiça?
Sociedade

Conselho Superior da Magistratura está a investigar sorteios dos processos na Relação de Lisboa

Notícia da VISÃO leva órgão disciplinar dos magistrados judiciais a investigar regularidade dos sorteios naquele tribunal superior. Presidente do Conselho diz que nenhum juiz deixará de ser investigado, "doa a quem doer"

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Nova técnica permite a mulher infértil dar à luz após tratamentos de quimioterapia, num caso inédito

Chama-se Jules e é o primeiro bebé filho de uma mulher que ficou infértil após tratamentos de quimioterapia para combater cancro da mama

Exame Informática
Volt

Açores: renováveis vão fornecer 65% da energia da Graciosa

”A principal característica diferenciadora do projeto é a existência de uma central de baterias que permite armazenar a energia e regular a frequência e a tensão da rede elétrica da ilha”, refere uma nota do Governo Regional

Sociedade

Afinal, os dinossauros tinham sangue frio ou quente?

Evolutivamente falando, a espécie encontra-se entre os pássaros, de sangue quente, e os répteis, de sangue frio. A sua temperatura corporal foi sempre um tema pouco consensual entre os paleontólogos, mas um novo estudo promete por fim à questão

Como o wi-fi pode denunciar cada passo que damos em casa Exame Informática
Opinião

5HSy7FZUMh2bY9yruaPKZ W3+UYF6DnCzWjRfStjFpYU=

A problemática da encriptação em análise neste artigo de opinião de Rui Ferreira da Rocha

Facebook: centenas de milhões de passwords expostas internamente Exame Informática
Insólitos

Funcionários do Facebook secavam sovacos de Zuckerberg antes de discursos

O fundador do Facebook é conhecido por começar a suar antes de intervenções públicas devido a ansiedade

Há um ponto no Oceano Pacífico tão longe de terra, que os humanos mais próximos são, muitas vezes, astronautas Exame Informática
Ciência

Sinal rádio em loop misterioso pode estar a ser emitido por alienígenas

Um professor de Harvard acredita que um sinal de rádio que está a ser captado desde o espaço exterior e que tem um padrão de repetição possa ser indício de vida extraterrestre

Bolsa de Especialistas

Comunicar em público – uma missão difícil, mas possível!

Como poderemos, então, subir ao palco sem que os nervos nos devorem como um leão? Como nos podemos tornar oradores memoráveis, que inspiram audiências com um discurso vencedor? As dicas da especialista em Linguística Sandra Duarte Tavares

Como ajudar as crianças a lidar com o luto 
Mundo

Todos os países do mundo estão a falhar proteção da saúde das crianças

Nenhum país do mundo está a proteger adequadamente a saúde das crianças, o seu ambiente e futuro, segundo um relatório das Nações Unidas e da revista The Lancet divulgado esta terça-feira

Opinião

Os dois Papas. E o povo, pá?

Muito para lá da apropriação de um e de outro por terceiros, Bento e Francisco são, em si mesmos, rostos de modos diferentes de ser Igreja no mundo do nosso tempo