Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'Sex Education', na Netflix: Afinal a teoria não é tudo

TV

Puberdade, borboletas na barriga, desejo sexual e muitas dúvidas em Sex Education, comédia dramática com sotaque britânico que se estreia esta sexta, 11, na Netflix

Na série, o ator Asa Butterfield contracena com Gillian Anderson, a eterna Dana Scully de Ficheiros Secretos, que tem a oportunidade de mostrar o que vale no universo de comédia, um género pouco habitual na sua filmografia

Na série, o ator Asa Butterfield contracena com Gillian Anderson, a eterna Dana Scully de Ficheiros Secretos, que tem a oportunidade de mostrar o que vale no universo de comédia, um género pouco habitual na sua filmografia

Sam Taylor/Netflix

É estranho quando um adolescente passa a ser terapeuta sexual, tornando-se assim popular entre os restantes alunos da escola secundária. A estratégia parece inovadora e tem tudo para resultar, principalmente, porque Otis Milburn é filho de um casal de terapeutas sexuais, entretanto divorciado. Otis ficou a morar com a mãe e cresceu a escutar, através das fendas do soalho, as consultas de Jean, que atendia os seus pacientes em casa. Ouvir falar sobre sexo de forma franca, crua e aberta, poderia ter-lhe dado, eventualmente, ferramentas para ser um adolescente mais desenvolto sexualmente. Mas o trauma de ter apanhado o pai a trair a mãe com uma paciente criou-lhe uma certa fobia em relação à sua sexualidade. Otis tem tanto de expert, sendo quase um superpoder seu, como de reprimido.

Em Sex Education, o ar ingénuo e meio tonto do ator britânico Asa Butterfield, 21 anos, que em criança protagonizou filmes como Hugo e O Rapaz do Pijama às Riscas, assenta que nem uma luva à personagem de Otis. Aos 50 anos, a atriz norte-americana Gillian Anderson, a eterna agente Dana Scully de Ficheiros Secretos, tem oportunidade de mostrar o que vale no universo de comédia, um género pouco habitual na sua filmografia. Jean Milburn é uma mulher independente, com sentido de humor e não usa qualquer tipo de filtro para conversar com os seus doentes. Desde sempre fez questão de nunca proteger Otis e de falar com ele como se fosse crescido. Agora, com o filho a chegar à idade adulta, Jean teme que toda essa liberdade de expressão, no que ao sexo diz respeito, possa ter tido o efeito contrário. Só quando Otis chama a atenção de Maeve (Emma Mackey), uma miúda destemida que gosta de ser a má da escola, a sua visão sobre o sexo muda para sempre. Juntos, mais o amigo Eric (Ncuti Gatwa), gay e filho de pais severos e religiosos, abrem uma clínica de terapia sexual secreta para ajudar os colegas a ultrapassar os seus problemas. Ao analisar a vida sexual dos outros, Otis percebe que talvez ele também precise de terapia, porque afinal a teoria não é tudo.

Veja o trailer da nova série Sex Education

Sex Education > Netflix > Estreia 11 jan, sex