Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais uma foto da Amazónia que não é da Amazónia

Mundo

Caters/Avinash Lodhi

A imagem de um macaco a chorar a morte do seu filho tem sido muito partilhada nas redes sociais para ilustrar os incêndios na Amazónia. Mas a foto foi tirada na Índia, e o macaco bebé não estava morto

"O pulmão do mundo está a arder. Como é que é possível? Sem palavras." O lamento de Carolina Deslandes no Instagram é acompanhado pela fotografia de um macaco que parece estar a chorar o seu filho morto - presumivelmente uma vítima dos incêndios que lavram na Amazónia. O post tem já cerca de 30 mil gostos.

Instagram

A cantora não foi a única a partilhar esta foto no contexto do desastre ambiental na maior floresta tropical do mundo. Uma pesquisa no Instagram por #prayforamazonia devolve inúmeros resultados com a mesma imagem. A foto, no entanto, foi tirada em 2017 e do outro lado do planeta: na região de Jabalpur, no centro da Índia. Além disso, ao contrário do que indicia o aparente desespero do macaco, a história não é trágica. O fotógrafo Avinash Lodhi pressionou o botão da máquina no momento em que o macaco adulto (que se supõe ser a mãe) segura a cria, depois de esta ter tropeçado e caído. Imediatamente depois da foto tirada, o macaco mais pequeno voltou a andar, como se nada se tivesse passado.

Tal como a VISÃO noticiou ontem, este não é o único exemplo de imagens falsas ou descontextualizadas a serem partilhadas na internet (incluindo na página oficial do Bloco de Esquerda, Esquerda.net, que entretanto já assumiu o erro e retirou a foto) para ilustrar os bem reais fogos florestais no pulmão do planeta. Mas a mais bizarra é provavelmente a fotomontagem de um coala com uma floresta de eucaliptos a arder nas suas costas. Os coalas, recorde-se, vivem na Austrália, não na Amazónia.

Instagram

ASSINE POR UM ANO A VISÃO, VISÃO JÚNIOR, JL, EXAME OU EXAME INFORMÁTICA E OFERECEMOS-LHE 6 MESES GRÁTIS, NA VERSÃO IMPRESSA E/OU DIGITAL. Saiba mais aqui.