Quito, 19 ago (Lusa) -- O ministro dos Negócios Estrangeiros do Equador, Ricardo Patiño, agradeceu, este sábado, a solidariedade da Aliança Bolivariana para os Povos da América (Alba) face à "ameaça" do Reino Unido, defendendo que a era do colonialismo já terminou.

Os representantes da Venezuela, Cuba, São Vicente e Granadinas, Nicarágua e República Dominicana, manifestaram o seu apoio durante a reunião em Guayaquil, no Equador, convocada para analisar a situação diplomática provocada pelo caso Julian Assange.

Na declaração final do encontro da Alba, o chefe da diplomacia do Equador disse que o país está "muito otimista" face à posição da Alba e à "total" solidariedade para com o Equador.