Quito, 19 ago (Lusa) -- A Aliança Bolivariana para os Povos da América (Alba) alertou, este sábado, o Reino Unido para eventuais "graves consequências", caso concretize a sua "ameaça" de invadir a embaixada do Equador para deter o fundador do WikiLeaks, Julian Assange.

"Alertamos o Governo do Reino Unido para as graves consequências que se desencadearão em todo o mundo no caso de uma agressão direta à integridade territorial" do Equador em Londres, indica a Alba, sem mais detalhes, numa declaração final do encontro, que decorreu em Guayaquil, no Equador.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Alba e da União das Nações Sul-americanas (Unasul) estiveram reunidos, este fim de semana, para analisar a situação diplomática motivada pelo caso Assange.