Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Glossário para perceber do que se fala na Web Summit

Web Summit

Rafael Marchante / Reuters

Para poder comunicar com eles tem de perceber esta nova linguagem utilizada pelos jovens empreendedores e não se perder na tradução durante a cimeira que decorre em Lisboa até dia 9

Um manual de A a Z para não ficar Lost in Translation durante a cimeira que decorre até dia 9 em Lisboa.

Aceleradora

> Ajuda as startups a desenvolver o negócio, com vários tipos de apoio que vão desde a parte técnica até à gestão

Business Angels

> Investidores que apostam em startups numa fase muito inicial. O objetivo é não só ter lucro um dia mais tarde mas também poder estar envolvidos em negócios que poderão marcar o futuro

Crowdfunding

> Forma de angariar dinheiro para um projeto através de uma comunidade, como uma rede social, por exemplo

Digital Currency

> São as moedas virtuais, como a Bitcoin ou a Ethereum, usadas por muitas empresas tecnológicas. Não são reguladas por nenhum banco central

Elevator Pitch

> Apresentação de uma ideia de negócio, durante 
30 segundos, a um ou mais investidores

FabLab

> Laboratório de Fabrico no qual as startups podem transformar as ideias virtuais em objetos reais

Growth capital

> O dinheiro investido nas empresas que serve para estas crescerem e ganharam escala no mercado

Hub

> Centro nevrálgico onde se concentram startups em início de atividade

Incubadora

> Organização que fornece apoio logístico, de gestão e de infraestruturas para empreendedores que queiram iniciar a atividade

Joint venture

> Modelo estratégico de aliança entre duas ou mais empresas para desenvolver um determinado projeto

Kickstarter

> A maior plataforma mundial para captação de dinheiro para apoiar novos negócios

Liability

> A responsabilidade que a empresa tem perante terceiros, nomeadamente os empréstimos, as dívidas a fornecedores, entre outros

Marketing

> Esqueça as estratégias tradicionais. Marketing para startups é um ciência completamente diferente, desde a rede de contactos ao uso das redes sociais

Networking

> A rede de conhecimentos e ligações onde se move a empresa (investidores, incubadoras, Business Angels, potenciais clientes, redes sociais, etc). Nas startups, um bom networking pode ser a diferença entre a falência e o sucesso

Operations

> A ideia de negócio é a base de uma startup. Mas gerir as operações para que essa ideia venha a dar frutos é uma tarefa bem mais difícil

Pitch

> Apresentação da ideia e do plano de negócios, de apenas 3 minutos, a potenciais investidores

QMS

> Em português, Sistema de Gestão de Qualidade. É já uma das maiores preocupações entre os jovens empreendedores que querem ter sucesso

Risk Management

> Em cada dez startups que são criadas, nove vão à falência. Por essa razão, a gestão do risco é um dos pontos críticos dos que investem nestes negócios

Startup

> Empresa com base tecnológica ou baseada em tecnologia que começa a dar os seus primeiros passos

Tec Labs

> Polo agregador de iniciativas de empresas com base tecnológica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Unicórnio

> Startup em início de atividade avaliada em mais de mil milhões de euros

Venture capital

> Investidores que apostam em projetos que estão no começo. Assumem um grande risco 
mas também 
podem obter grandes lucros

Web Summit

> O maior evento de empreendedorismo, inovação e tecnologia do mundo

XML

> Formato universal para a criação de documentos com dados organizados

Yield

> O rendimento que se obtém após um investimento. Regra geral, é medido de forma anual

Zeal

> Uma palavra cada vez mais utilizada entre a comunidade de empreendedores e significa energia, coragem e paixão em defender uma causa ou perseguir um objetivo