Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O LBV House Hotel, no Pinhão, só tem olhos para o Douro

Dormir

  • 333

Linhas minimalistas e muito xisto assim se define o novo LBV House Hotel, no Pinhão

Decidimos partir do lado do Monsanto. O carro ficou estacionado no parque perto do Bairro da Serafina. Este é uma das portas de entrada do Parque Florestal do Monsanto, onde se iniciam diversos caminhos pedonais e cicláveis em direção à mata. Um, dois, três, aqui vamos nós!
1 / 6

Decidimos partir do lado do Monsanto. O carro ficou estacionado no parque perto do Bairro da Serafina. Este é uma das portas de entrada do Parque Florestal do Monsanto, onde se iniciam diversos caminhos pedonais e cicláveis em direção à mata. Um, dois, três, aqui vamos nós!

Passamos o viaduto sobre as linhas de comboio que fazem a ligação entre Lisboa e Sintra, e a outra margem, através da ponte sobre o Tejo. Ao fundo, as torres das Amoreiras espreitam na linha do horizonte.
2 / 6

Passamos o viaduto sobre as linhas de comboio que fazem a ligação entre Lisboa e Sintra, e a outra margem, através da ponte sobre o Tejo. Ao fundo, as torres das Amoreiras espreitam na linha do horizonte.

3 / 6

A ciclovia segue junto às obras, sendo depois interrompida pela Rua de Campolide. Por isso o caminho faz-se pela passadeira.
4 / 6

A ciclovia segue junto às obras, sendo depois interrompida pela Rua de Campolide. Por isso o caminho faz-se pela passadeira.

Uma pequena subida leva-nos até aos Jardins de Campolide. Em março passado, por ocasião dos 50 anos da Amnistia Internacional e dos 30 anos da Amnistia Internacional Portugal, a Câmara de Lisboa deu-lhe novo nome. Na horta urbana, constituída por 11 talhões, crescem, à primeira vista, couves, alfaces, hortelã, cebola de inverno e malaguetas.
5 / 6

Uma pequena subida leva-nos até aos Jardins de Campolide. Em março passado, por ocasião dos 50 anos da Amnistia Internacional e dos 30 anos da Amnistia Internacional Portugal, a Câmara de Lisboa deu-lhe novo nome. Na horta urbana, constituída por 11 talhões, crescem, à primeira vista, couves, alfaces, hortelã, cebola de inverno e malaguetas.

Uma aranha gigante serve de brincadeira para crianças.
6 / 6

Uma aranha gigante serve de brincadeira para crianças.

"É um hotel de fotografia." Luís Ferreira, gerente e proprietário do LBV House Hotel, explica assim o conceito do hotel desenhado pelo arquiteto Vivaldo Carrilho da Fonseca, do Real Risco Atelier. Elegância e sobriedade são as notas dominantes, no "ambiente intimista e acolhedor" desta unidade hoteleira, a funcionar em soft opening desde 19 de fevereiro. "Este é um lugar para admirar o Douro, com todo o conforto", acrescenta.

Situado no centro da região demarcada, do hotel avistam-se os rios Douro e Pinhão e o olhar perde-se na panorâmica das íngremes encostas de vinhas em socalco.

O LBV desfruta "do charme e identidade" da paisagem envolvente. As paredes de xisto, pedra presente no exterior ou no interior, harmonizam-se com os têxteis de tons suaves e as madeiras escuras. Tem nove quartos duplos e duas suites, decorados com mobiliário moderno, no qual sobressaem elementos do Douro Vinhateiro.

Apesar de diferentes, todos possuem fotografias, de grande formato, em jeito de papel de parede, à cabeceira. A ideia é que o hóspede descanse na companhia das vindimas, das pipas, do comboio ou da Estação do Pinhão.

A iluminação confere uma imagem contemporânea a diversas formas orgânicas, remetendo também para os socalcos e os cestos da vindima. O ideal, no entanto, é reservar uma suite, pois, além de sala de estar, tem um terraço com uma chaise-longue da marca italiana Vitra. Um convite à preguiça. E, por falar em descanso, reserve algum tempo para a piscina, o jacuzzi e a sauna ou apenas para apreciar um bom vinho, no wine bar.

 

À mesa David Ruas vai ser o chefe do restaurante Harvest, a inaugurar no final do mês, no LBV House Hotel. Fará uma "cozinha de autor", mas com substância no prato. Quem vai ao Douro, justifica o gerente do hotel, "quer comer bem e uma quantidade razoável". A carta terá seis pratos inspirados em sabores durienses.

 

LBV HOUSE HOTEL R. da Galeira, Pinhão T. 254 738 320 €60 a €190