Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bairro Alto hotel esconde segredos

Dormir

  • 333

O Bairro Alto Hotel reabriu renovado e com um novo restaurante que promete surpreender

TICO TICO/ NOVO RIO Av. Rio de Janeiro, 19C-21A; T. 21 849 1495; Seg-dom 9h-23h. Imperial €1,10, croquete €1,10.
1 / 10

TICO TICO/ NOVO RIO Av. Rio de Janeiro, 19C-21A; T. 21 849 1495; Seg-dom 9h-23h. Imperial €1,10, croquete €1,10.

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h).
2 / 10

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h).

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h), carapaus alimados com batata doce €6.
3 / 10

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h), carapaus alimados com batata doce €6.

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h).
4 / 10

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h).

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h).
5 / 10

SOL E PESCA R. Nova do Carvalho, 44; T. 21 346 7203; Seg-qua 12h-2h, qui-sáb 12h-4h. Copo de vinho €1,50 (até às 22h).

SILK R. da Misericórdia, 14, Lisboa; T. 91 796 1934; Ter-qua 19h-1h, qui-sáb 19h-4h . Tapas de €4,60 a €6,50, tábuas de queijo e enchidos de €17 a €30 (2 pessoas).
6 / 10

SILK R. da Misericórdia, 14, Lisboa; T. 91 796 1934; Ter-qua 19h-1h, qui-sáb 19h-4h . Tapas de €4,60 a €6,50, tábuas de queijo e enchidos de €17 a €30 (2 pessoas).

SILK R. da Misericórdia, 14, Lisboa; T. 91 796 1934; Ter-qua 19h-1h, qui-sáb 19h-4h . Tapas de €4,60 a €6,50, tábuas de queijo e enchidos de €17 a €30 (2 pessoas).
7 / 10

SILK R. da Misericórdia, 14, Lisboa; T. 91 796 1934; Ter-qua 19h-1h, qui-sáb 19h-4h . Tapas de €4,60 a €6,50, tábuas de queijo e enchidos de €17 a €30 (2 pessoas).

SILK R. da Misericórdia, 14, Lisboa; T. 91 796 1934; Ter-qua 19h-1h, qui-sáb 19h-4h . Tapas de €4,60 a €6,50, tábuas de queijo e enchidos de €17 a €30 (2 pessoas).
8 / 10

SILK R. da Misericórdia, 14, Lisboa; T. 91 796 1934; Ter-qua 19h-1h, qui-sáb 19h-4h . Tapas de €4,60 a €6,50, tábuas de queijo e enchidos de €17 a €30 (2 pessoas).

À PARTE 2 Av. Defensores de Chaves, 14B, Lisboa; T. 21 354 3068; Seg-sex 18h-1h, sáb 19h30-1h.
9 / 10

À PARTE 2 Av. Defensores de Chaves, 14B, Lisboa; T. 21 354 3068; Seg-sex 18h-1h, sáb 19h30-1h.

À PARTE 2 Av. Defensores de Chaves, 14B, Lisboa; T. 21 354 3068; Seg-sex 18h-1h, sáb 19h30-1h. Flûte de champanhe €5, ostra €1/cada.
10 / 10

À PARTE 2 Av. Defensores de Chaves, 14B, Lisboa; T. 21 354 3068; Seg-sex 18h-1h, sáb 19h30-1h. Flûte de champanhe €5, ostra €1/cada.

Foram dois meses de portas fechadas, porque as obras de conservação e manutenção não se foram fazendo, como é costume no mundo da hotelaria. O hotel fechou mesmo, para ser tratado de alto a baixo.

E, dois meses depois, o Bairro Alto Hotel reabriu com colchões novos, almofadas novas, cortinados, colchas e papéis de parede novos. São pequenos detalhes, às vezes pouco visíveis, mas que fazem a sua diferença.

O Café Bar BA lá está, igual a si mesmo, com entrada pela Rua do Alecrim e a sua mesa preta de design original a chamar ao convívio.

Hotel adentro, a caminho do lobby, passa-se pela Boutique, entregue à Elements e às suas peças de joalharia contemporânea (com coisas da dinamarquesa Georg Jensen, os anéis e alianças da Meister, as joias da Niessing e as do carioca António Bernardo).

Do outro lado do lobby, já junto à Rua das Flores, mantém-se um restaurante. Mas não o mesmo. Este tem almofadas a aconchegar as bancadas de pele que correm junto às paredes, uma mesa comprida no meio da sala, candeeiros ao melhor "estilo" dos anos 70, a condizer com os azulejos verdes e alaranjados que se destacam nas paredes. O antigo Flores chama-se agora Flores do Bairro e abre-se não só à rua (das Flores ou outra qualquer) como a todo o Bairro, com muito mais proximidade do que antigamente.

Deixou as madeiras escuras para adotar um ambiente descontraído e cosmopolita. Tem uma ementa cheia de surpresas para picar, onde facilmente se cai no embaraço da escolha - prefere ceviche de corvina com coentros e coco ou beringela gratinada com húmus e queijo da ilha? A açorda de lascas de bacalhau ou os croquetes de pato com chutney de manga verde? Trilogia de peixes curado, fumado e avinagrado ou corridinho de ovos mexidos com croutons e lascas de presunto?

Para provar um pouco de tudo, há que lá ir... e voltar. Porque além dos 15 petiscos, ainda há a carne, o peixe e o que não é nem carne nem peixe, para agradar a todos.

Cá em baixo, no rés-do-chão do hotel - um cinco estrelas cheio de distinções - muita coisa mudou. E pelos corredores que dão para os 51 quartos (e quatro suites) também. O que não mudou - e ainda bem - foi o terraço, no sexto andar. Continua lá no topo, aberto a todos. Com o conforto de sempre, a olhar para o rio.

BAIRRO ALTO HOTEL Praça Luís de Camões, 2 www.bairroaltohotel.com