Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comida de rua

Comer

  • 333

Quem disse que uma roulotte não tem qualidade?

Uma mini cozinha ambulante, cheia de estilo, sublinhe-se, tem andado por aí e chamado a atenção. O projeto Comida de Rua nasceu há poucos meses, depois de Isabel Tavares, 40 anos, delegada de propaganda médica, ter ficado sem emprego. "Sempre tive aquele sonho adormecido, gostava de por a cozinha mais em prática", conta.

Rapidamente se apercebeu que o conceito street food tem outros contornos lá fora. Sobretudo no que respeita à qualidade. Juntamente com o marido, João Soares, e o amigo Daniel Azevedo, dois outros sócios neste projeto, contactaram o arquiteto italiano Andrea Carletti e a sua Street Food Mobile, que transforma motas Piaggio em autênticas cozinhas ambulantes, com estilo.

E é com esta mota versão cozinha que a Comida de Rua tem atraído atenções. O que se serve lá dentro é também irresistível.

As sandes de leitão quentes servidas com uma rodela de laranja (€4) são um sucesso, assim como as de cavala e a vegetariana (com beringela, cogumelos, queijo da ilha e tomate seco). "A ideia é pegar nos produtos tradicionais e dar-lhes um toque diferente", acrescenta.

Há ainda bolas de Berlim sem recheio (que podem ser recheadas com Nutella). Em breve surgirá limonada e infusões com hortelã e menta. O mais difícil nesta "aventura" de Isabel tem sido, mesmo, a obtenção de licença para parar esta cozinha ambulante na rua. Certo, certo, é que a poderá encontrar em vários locais de Matosinhos e na Avenida dos Aliados, no Porto.

Mas para saber por onde anda a Comida de Rua, o melhor é ir consultando a página www.facebook.com/comida.derua ou ligar para 91 4991843.