Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

37 grandes sítios para comer marisco

Comer

  • 333

De Norte a Sul, os restaurantes que deve guardar na agenda se quiser viver uma experiência inesquecível com o melhor que o mar oferece

A NORTE



AVEIRO

A Praia do Tubarão

Dentro da Costa Nova encontrase um restaurante com ambiente agradável e boa cozinha regional, à base dos peixes e mariscos do mar e da ria. M.G.S.

Av. Marginal José Estêvão, 136, Costa Nova do Prado, Gafanha da Encarnação, Ílhavo

T. 234 369 602

Encerra Seg



ESPOSENDE

Camelo da Apúlia

Em Esposende pode deliciar-se com o camarão da costa, a santola recheada, a sapateira à Margarida da Praça e outros mariscos de cativante frescura. M.G.S.

R. do Facho, Lt. 14, Lj. 3, Apúlia, Esposende

T. 253 987 600

Não encerra



FIGUEIRA DA FOZ

Forte de Santa Catarina

O prato mais emblemático é o rodízio de marisco. Cada pessoa pode servir-se à discrição de mariscos de várias espécies e de frescura irrepreensível, cozidos na hora; a composição do prato é variável, de acordo com o que o mar dá, mas quase sempre inclui camarão da costa, gambas do Algarve, sapateira e percebes; têm de ser duas ou mais pessoas, pagando cada uma €18,50 pelo prato (s/ bebida). M.G.S.

Av. 25 de Abril, Tennis Club, Figueira da Foz

T. 233 428 530

Encerra Ter



 

  

MATOSINHOS

Casa de Chá da Boa Nova

Na praia de Leça da Palmeira, entre rochedos, sobre o mar, encontra-se uma das obras mais emblemáticas do arquitecto Siza Vieira. Tem viveiros próprios de marisco, onde há sempre santolas, sapateiras, lagostas e lavagantes para cozinhar ao momento, que é a melhor maneira de aproveitar a sua riqueza de sabores. Também nunca faltam amêijoas legítimas e gambas, quase sempre servidas como entrada, umas à Bulhão Pato, outras com alhinho. M.G.S.

R. da Boa Nova, Leça da Palmeira

T. 22 995 1785

Encerra Dom

O Degrau do Castelo

Bons mariscos da costa: amêijoas à Bulhão Pato, camarão da costa cozido ao momento, santola e sapateira aberta, mas não recheada, lavagante ao natural ou em salada. Mariscos vivos, que também chegam do Algarve. M.G.S.

Lg. do Castelo, 3, Leça da Palmeira

T. 22 995 2299/3831, 93 995 2299

Encerra Seg

Rincão do Mar

Os mariscos não aparecem no expositor, porque passam directamente do viveiro para a cozinha, excepto os congelados tradicionais como, por exemplo, o camarão-tigre. Na frescura, são insuperáveis. M.G.S.

Av. Serpa Pinto, 204-208, Matosinhos

T. 22 938 5639/40

Encerra Seg

Toupeirinho

Pequena, mas bem recheada, a sala exibe um expositor repleto de peixe e marisco. Amêijoas à Bulhão Pato, salada de lavagante, sapateira desfiada e servida num pratinho com o recheio dentro da casca, percebes ou "percebas", como se diz por lá, cozidos na hora e servidos quentinhos, camarão da costa. M.G.S.

R. do Godinho, 27, Matosinhos

T. 22 938 7016

Encerra Dom

 

PORTO

Churrascão do Mar

Nas entradas camarão (à paulista, na frigideira, no "espetinho", em cocktail, tropical, com abacate), amêijoas à Bulhão Pato e ostras ao natural, tudo muito apetecível; nos mariscos: parrilhada, que é excelente, tal como a lagosta à Thermidor, mas também há lavagante, camarão-tigre e camarão gigante na brasa. M.G.S.

R. João Grave, 134, Porto

T. 22 606 8458

Encerra Dom



 

  

VILA NOVA DE GAIA

Casa Branca

Num restaurante de praia não podiam faltar peixes e mariscos frescos que chegam diariamente das lotas de Matosinhos e da Póvoa para serem cozidos, grelhados ou assados. M.G.S.

R. da Bélgica, 86, Praia de Lavadores, Vila Nova de Gaia

T. 22 772 7400

Encerra Seg

 

AO CENTRO



CASCAIS

Beira Mar

À entrada, dá gosto ver o aquário de mariscos, oriundos de viveiros próprios. Vale a pena saborear as amêijoas à Bulhão Pato, a sapateira recheada, as gambas al'ajillo, a santola, os mexilhões à portuguesa (com molho de tomate, cebola, pimento) ou à marinheira (com natas, cebola, alho francês) e outros mariscos geralmente servidos como entrada. M.G.S.

R. das Flores, 6, Cascais

T. 21 482 7380

Encerra Ter

Eduardo das Conquilhas

Tem uma fama tão grande quanto a fila de espera que existe para comer as famosas conquilhas e muitos outros mariscos. Apesar da demora, o resultado final (re)compensa. A fazer as delícias de todos os apreciadores de mariscos e bons petiscos desde 1965. S.C.

R. Capitão Leitão, Lt. 8, Parede

T. 21 457 3303

Encerra Qua

Monte Mar

Sob as rochas, em tanques de água salgada, à boca do mar, tem viveiros próprios com bruxas, lagostins, lagosta, lavagantes e sapateiras. Estes e outros mariscos que não carecem de viveiro, como os percebes, as gambas da costa, os carabineiros, as ostras e as amêijoas são propostas de entradas irrecusáveis. As gambas da costa ainda quentes da cozedura com sal grosso e maionese; as amêijoas legítimas, grandes e frescas, à Bulhão Pato, à espanhola, à marinheira (em molho de natas com alho francês) e ao natural; as saladas de lagosta e de lavagante; a lagosta grelhada, à .ermidor ou suada com o arroz rosado, a casquinha de sapateira recheada, os carabineiros com alhinho na frigideira. M.G.S.

Estr. do Guincho, Oitavos, Cascais

T. 21 486 9270

Encerra Seg

Porto de Santa Maria

Na montra ou na canastra que vai à mesa com amêijoas, gambas, lagostins, santolas, lagostas, lavagantes. Mariscos ao natural e em arroz (só gambas e lagosta e/ou lavagante) ou açorda (de gambas ou de lagosta). M.G.S.

Estr. do Guincho, Cascais

T. 21 487 0240/9450.

Encerra Seg



ERICEIRA

Mar à Vista

Está encostada à praia dos Pescadores, no centro da Ericeira, quase sobre o mar. O motivo de atracção é o marisco, razão pela qual, mal nos sentamos à mesa, aparece um pratinho com percebes e camarão da costa. Outras opções a ter em conta: amêijoas, canilhas, lagostas, lavagantes, santolas, sapateiras, ostras, às vezes navalheiras e outros frutos do mar, quase sempre para cozer e servir ao natural ou, em alternativa, para grelhar, como se faz com o camarão-tigre de Moçambique, que é o único congelado. M.G.S.

R. de Santo António, 16, Ericeira

T. 261 862 928

Encerra Qua

Marisqueira de Ribamar

Na "curva do moinho", como é conhecida por todos os comensais da região, a relação qualidade/ /preço é a grande mais-valia desta casa mais afastada do circuito mediático das marisqueiras da Ericeira. Comece com amêijoas à Bulhão Pato, sapateira recheada ou camarão e prossiga com uma mariscada composta por vários produtos do mar. Também há marisco ao peso. S.C.

EN 247, Santo Isidoro, Ribamar, Ericeira

T. 261 862 441

Encerra Qua jantar; Qui

Terra Mar

Com viveiros próprios, o restaurante garante qualidade e frescura em todas as especialidades servidas: gambas (cozidas, panadas, al ajillo), sapateira recheada; sopa rica do mar; mariscada; arrozes e cataplanas. S.C.

EN 247, Ribamar, Ericeira

T. 261 865 924

Não encerra



 

  

LISBOA

Mercado do Peixe

Uma casa grande no Alto da Ajuda, em Monsanto. Em seu redor, um grande parque de estacionamento com guarda, o desafogo da mata, o horizonte aberto. No interior, duas salas amplas com uma banca de pescado e um grelhador ao centro. Os clientes dirigem-se à banca, a fim de fazerem as suas escolhas: entre os mariscos há sempre amêijoas, carabineiros, camarão-tigre, lagosta, lavagante, às vezes lagostins, percebes e outros. M.G.S.

Estr. Pedro Teixeira, Vila Simão, Caramão da Ajuda, Lisboa

T. 21 361 6070

Encerra Dom jantar

O Pinóquio

Está num recanto da Praça dos Restauradores. Gambas da costa cozidas com sal ou amêijoas na cafeteira abertas ao vapor (amêijoas boas do Algarve, frescas, carnudas, passadas por azeite, alho, coentros com um leve toque de mostarda, a lembrar Bulhão Pato), como entrada; mas não faltam outras opções interessantes, de que são exemplo, nos mariscos: percebes, canilhas, lagosta, lavagante e camarão-tigre. M.G.S.

Pç. dos Restauradores, 79-80, Lisboa

T. 21 346 5106

Não encerra

Ramiro

Na montra vêem-se mariscos frescos e muito apetecíveis. No interior, onde as mesas se alinham de forma a aproveitar ao máximo o espaço disponível, estão mais dois mostruários que prendem o olhar ao colorido das lagostas, lavagantes, lagostins, gambas (tigre, do Algarve, etc.), carabineiros, camarões (de Espinho), santolas, sapateiras, navalheiras, búzios, canilhas, percebes, ostras e muito mais. A cozinha sabe tirar partido da categoria dos mariscos, levando-os a cozer ou a grelhar no ponto certo. M.G.S.

Av. Almirante Reis, 1 G-H, Lisboa

T. 21 885 1024

Encerra Seg

Sete Mares

Está normalmente cheio. À entrada vê-se uma bancada com peixe e, dentro, tem um aquário com mariscos. Para entrada, o camarão de Espinho, as gambas da costa (são as brancas) ao sal, as amêijoas à Bulhão Pato, há canilhas, percebes e lagostins vivos para cozer ao momento, entre outras boas propostas. M.G.S.

Av. Columbano Bordalo Pinheiro, 108 A, Lisboa

T. 21 727 2385

Encerra Dom

Tico-Tico

Além dos afamados croquetes e bifes que todos adoram, muitos são os clientes que ali vão só pelo marisco fresco. Da montra de mariscos diversos pode escolherse sapateiras, santolas, amêijoas, camarões. E para quem for buscar para comer em casa pode contar com a oferta de um saquinho de tremoços. S.C.

Av. Rio de Janeiro, 19 D, Lisboa

T. 21 849 1495

Encerra Qui



 

  

OEIRAS

Relento

O viveiro e o expositor de mariscos, colocados à entrada e diante do balcão sendo este destinado apenas ao serviço para fora, dão o mote para uma refeição que, em regra, começa com amêijoas à Bulhão Pato, conquilhas, camarão de Tróia ou de Espinho e percebes. São os mariscos preferidos dos clientes, notando-se a relação entre qualidade e preço de cada produto, por exemplo no camarão de Tróia e de Espinho ou nos percebes grandes das Berlengas e Vila do Bispo ou dos vulgares do Cabo da Roca e da costa. M.G.S.

Av. dos Combatentes da Grande Guerra, 10 C, Algés

T. 21 411 4063

Encerra Qua



PENICHE

Estelas

Sala com aquário de mariscos. Para escolher: amêijoas à pescador, em versão parecida com a receita à Bulhão Pato, grilos (a que noutros lugares chamam bruxas ou santiaguinhos), lagostas, lavagantes, navalheiras e santolas da costa. Se aprecia lagosta, deve saber que se faz com ela a mais famosa receita desta região: lagosta suada à moda de Peniche. M.G.S.

R. Arq. Paulino Montez, 19, Peniche

T. 262 782 435, 96 503 0770

Encerra Qua



SINTRA

Adraga

O dado essencial da cozinha é a qualidade dos produtos, em especial os mariscos e os peixes, "às vezes acabadinhos de pescar e ainda a saltar". Bons mexilhões, mas só quando o mar permite a sua apanha. E não faltam outros mariscos, irrepreensíveis na sua frescura e bondade: amêijoas (à Bulhão Pato e à D. Suzete, estas com camarão, também muito boas), canilhas, percebes, santolas, sapateiras, lagostas, lavagantes, etc. M.G.S.

Praia da Adraga, Almoçageme, Colares

T. 21 928 0028

Não encerra

Piscinas das Azenhas do Mar

Boa cozinha à base dos produtos do mar. Há sempre mariscos apetecíveis, como as amêijoas, os percebes, a gamba nacional, as bruxas, a sapateira recheada, a lagosta da costa e o lavagante, visíveis no viveiro. M.G.S.

Azenhas do Mar, Sintra

T. 21 928 0739

Não encerra



A SUL

ALJUSTREL

Cervejaria O Cabecinha

Fica no centro da vila de Aljustrel esta casa bem conhecida por terras alentejanas, parcas em locais de qualidade para comer marisco. O expositor de grandes dimensões exibe os diversos mariscos como as navalheiras, o camarão, a lagosta, o lavagante, os percebes ou as santolas, tudo fresco e bem confeccionado. S.L.F.

Av. Antero Quental, 22, Aljustrel

T. 284 601 517

Encerra Dom



ALMADA

Amarra ó Tejo

O jardim do velho castelo de Almada, sobranceiro ao Tejo, oferece um panorama espectacular de Lisboa. Da ementa, salientam-se as amêijoas ao natural ou à Bulhão Pato, percebes, gambas cozidas ou al ajillo e camarão-tigre. M.G.S.

Jardim do Castelo, Almada

T. 21 273 0621

Encerra Seg; Ter almoço



ALMOGRAVE

Café Restaurante O Josué

Casa familiar no litoral alentejano, a meio caminho entre Vila Nova de Milfontes e o Cabo Sardão, é ponto de paragem obrigatória. Da ementa variada em carne, peixe, petiscos e marisco fresco vale a pena saborear percebes, navalheiras, santolas, amêijoas, sapateira, lavagante e lagosta. S.C.

R. José António Gonçalves, 87, Longueira, Almograve

T. 283 647 119

Encerra Ter (excepto Jul-Set)



 

  

CACELA VELHA

Casa de Pasto

É neste carismático lugar com vista para a ria Formosa que se comem as famosas ostras do Algarve. Casa simples, com bancos e mesas corridos, onde o cliente põe a mesa. Para comer: amêijoas, gambas e camarão fritos. Atenção ao horário, só funciona das 16 e 30 às 22 horas. S.C.

Lg. da Igreja, Cacela Velha

T. 281 952 126

Não encerra



ÉVORA

Cervejaria Jaime

Está afastada do centro da cidade, no bairro da Malagueira, mas vale a visita. Nesta casa simples de atendimento simpático o marisco é bom e a preços acessíveis. Amêijoas, sapateiras, berbigão e outros mariscos conforme a "faina". S.L.F.

R. dos Trabalhadores, Évora

T. 266 733 980

Encerra Qui



SESIMBRA

Bar do Peixe

Fica mesmo no areal e merece a distinção de "um dos melhores restaurantes de praia do País". Para comer: lapas grelhadas na chapa, percebes, amêijoas à Bulhão Pato, camarão de Sesimbra, gambas, mexilhão à espanhola. S.C.

Praia do Moinho de Baixo, Aldeia do Meco

T. 21 268 4732

Encerra Ter (excepto Jul-Ago)

Celmar

Há quem aprecie tanto os petiscos que faz deles a refeição: camarão da costa, lapas, mexilhões, amêijoas, santola, casco de sapateira. M.G.S.

R. Central do Meco, 3, Aldeia do Meco

T. 21 268 3704

Encerra Seg

Domingos

É uma espécie de ex-líbris do Meco. Há décadas que o senhor Domingos e família estão atrás do balcão a cozinhar petiscos para os veraneantes, apenas aos fins-de-semana e feriados. Talvez por isso precisem de ajuda. Ali, são os clientes a pôr a mesa e a levantarem-se para ir buscar as travessas. Se ouvir um grito "Mexilhões, quem pediu?" não se assuste, é assim que a coisa funciona. E bem, a avaliar pelas muitas pessoas que se deliciam com as iguarias ali servidas. L.O.

R. Comércio 26/26 A, Aldeia do Meco

T. 21 268 3511

Encerra Seg-Sex

O Pinhal

De certeza que vai encontrar amêijoas, camarões e mexilhões. Nos dias de mais sorte, ainda pode apanhar canivetes, conquilhas, lapas. A confecção há-de ficar ao gosto do cliente. Prove também as saladinhas, com destaque para a de búzios. L.O.

Estr. da Fonte, 21, Aldeia do Meco

T. 21 268 3720

Encerra Qui



 

  

SILVES

Marisqueira Rui

Casa simples com muitos lugares, conhecida pelo bom e diversificado marisco. Do aquário às montras, as opções são várias: sapateiras, santolas, lagostas, percebes, amêijoas, ostras, entre outros tantos mariscos. Nos pratos confeccionados o arroz de marisco é uma excelente opção. S.L.F.

R. Comendador Vilarinho, Silves

T. 282 442 682

Encerra Ter



VILA DO BISPO

Café Correia

Casa com muita tradição no barlavento algarvio. É em Vila do Bispo que se comem os melhores percebes apanhados na Costa Vicentina, cozidos na hora, chegando à mesa ainda a fumegar. Santola, sapateira, camarão na frigideira ou camarão guisado são outras opções. S.C.

R. 1.º de Maio, 4, Vila do Bispo

T. 282 639 127

Encerra Sáb



ZAMBUJEIRA DO MAR

Azenha do Mar

É dos restaurantes mais concorridos da zona e faz, inteiramente, jus à fama que tem. Esqueça a decoração, o mais importante é mesmo a comida. O marisco, entenda-se. Ao natural ou cozinhado, mas sempre fresco. As sapateiras têm muita saída, assim como o arroz de marisco que dá para quase uma família. Os preços são imbatíveis e não fazem reservas. S.R.

Praia da Azenha do Mar, Brejão, Zambujeira do Mar

T. 282 947 297

Encerra Qua