Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

25 minutos de sauna ou uma sessão de exercício vigoroso? Para a saúde, o efeito é o mesmo

VISÃO Saúde

EmirMemedovski/ Getty Images

Se é daquelas pessoas que prefere ficar sentadas a mexer-se muito, está com sorte. As saunas podem trazer benefícios à saúde semelhantes aos do exercício. É, pelo menos, a conclusão de um estudo alemão, que aponta semelhanças entre 25 minutos de sauna e uma sessão numa máquina de remo

Pedro Dias

Pedro Dias

Jornalista

Se o exercício cansa o corpo, a sauna fá-lo da mesma maneira. Um estudo da Universidade Martin Luther de Halle-Wittenberg, na Alemanha, descobriu que passar 25 minutos na sauna aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial da mesma forma que uma sessão numa máquina de remos.

No fim da sauna, os valores voltam ao normal, o que leva os investigadores a acreditar que a sauna traz “benefícios a longo-prazo semelhantes ao exercício”. No entanto advertem que, ao não haver atividade física envolvida, a sauna não ajuda na perda de peso.

“Pensava-se que o calor dilatava os vasos sanguíneos e que isto diminuía a pressão arterial”, refere Sascha Ketelhut, cientista desportivo e principal autor deste estudo. As pessoas com tendência a ter baixas de tensão são inclusive aconselhadas a evitar saunas. Contudo, os investigadores acreditavam que tal não passava de “assunções” e que, acerca dos efeitos da sauna, “pouca investigação foi feita”.

E foi isso que fizeram. Para tal, pediram a 19 voluntários saudáveis que tivessem a sua pulsação e tensão arterial medidas durante uma sessão de 25 minutos de sauna. Os resultados demonstraram que tanto a pressão arterial como os batimentos cardíacos aumentaram durante este tempo. Passados os 25 minutos, já fora da sauna, ambos os valores baixaram para números inferiores àqueles com que os participantes tinham começado a experiência.

Numa segunda fase da experiência, os mesmos participantes fizeram uma sessão de exercício numa máquina de remos enquanto, mais uma vez, mediam a sua tensão arterial e o seu ritmo cardíaco.

“Comparando as duas condições, a pressão arterial e os batimentos cardíacos dos participantes atingiu os mesmos níveis tanto na sessão de sauna como em 2:30 minutos de remo”, concluiu Ketelhut. Portanto, quando usadas regularmente, as saunas podem ser benéficas para a saúde. “Uma sessão de sauna coloca o corpo em esforço”, remata o cientista. “os seus efeitos a longo-prazo são semelhantes aos do exercício”.

Quanto às pessoas com crises de tensão arterial baixa, os investigadores advertem que não é a sauna em si que pode causar uma baixa de tensão, mas o momento imediatamente a seguir, em que os valores baixam momentaneamente abaixo do normal.

Mais, o suor perdido numa sessão de sauna não ajuda na perda de peso, ao não haver atividade física envolvida. “Embora percamos peso na sauna, tal resulta apenas dos fluidos que transpiramos”, comenta Ketelhut. Para evitar a desidratação, o cientista recomenda beber água imediatamente a seguir à atividade.

CONHEÇA A NOVA EDIÇÃO DIGITAL DA VISÃO. LEIA GRÁTIS E TENHA ACESSO A JORNALISMO INDEPENDENTE E DE QUALIDADE AQUI