Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova VISÃO Saúde já nas bancas

VISÃO Saúde

Sabia que há cada vez mais homens novos com falta de vontade de ter sexo? E que a mulher aguenta mais a dor porque teve de aprender mais cedo a conviver com ela? Está tudo explicado na 5ª edição da VISÃO Saúde que é dedicada às doenças do sexo masculino e feminino e que já está nas bancas

Isto é só o princípio de um grande problema. O frenesim da vida de hoje põe as pessoas, no fim do dia, desfeitas, extenuadas, a tomar ansiolíticos e antidepressivos. Quem quer ter sexo assim?!" A questão é levantada por Pedro Vendeira, presidente da sociedade Portuguesa de Andrologia, que numa entrevista à VISÃO Saúde, conta as mudanças que se estão a verificar entre os homens portugueses, que garante, estão a revelar uma “baixa da libido”. “Aquilo que antes se dizia das mulheres – que não tinham vontade [de sexo] –, hoje há cada vez mais homens a não ter desejo, até os que estão na faixa dos 20-30 anos”. A entrevista integra o tema principal da 5ª edição da VISÃO Saúde que já está nas bancas, dedicada à saúde dos homens e das mulheres e as diferenças na manifestação das doenças e nos tratamentos. Sabia, por exemplo, que nas mulheres, ao contrário dos homens, o sinal de alarme de um enfarte não é a dor no peito mas o extremo cansaço?

Ao longo das páginas da revista, médicos e médicas explicam os problemas de cada um: elas vivem mais, mas eles têm mais anos de vida saudável; elas toleram melhor a dor, mas eles tem mais força física; elas possuem um sistema imunitário mais poderoso, mas isso torna-as mais sensíveis a doenças autoimunes. Os homens abusam dos maus hábitos, como fumar e comer mal, e sofrem mais de problemas de hipertensão e de cancro do pulmão. Isto sem contar com o que os distingue em anatomia e em questões fisiológicas e que faz com que eles se debatam com os problemas da próstata e com a disfunção erétil; e ela com o cancro da mama e doenças da tiroide.

Nesta revista, os doentes relatam as suas histórias e os médicos explicam com pormenor cada um dos problemas, dando dicas de como prevenir e tratar estas doenças, que afetam milhões de portugueses.