Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fadiga crónica pode ser desencadeada por sistema imunológico hiperativo

VISÃO Saúde

GettyImages

Uma investigação recente conduzida por investigadores no Reino Unido sugere que o sistema imunológico pode ter um papel importante no desenvolvimento da Síndrome de Fadiga Crónica

A Síndrome da Fadiga Crónica - ou Encefalomielite Miálgica -, sensação de cansaço extremo e permanente, pode ser provocada por um sistema imunológico descontrolado, que esteja a reagir a alguma doença ou a um stress emocional elevado, conclui um novo estudo realizado por investigadores do Kings College London.

A equipa analisou 55 pacientes tratados com medicamentos para combater a hepatite C, que fortaleciam o sistema imunitário, e percebeu que estes doentes apresentavam os mesmos sintomas que as pessoas que têm fadiga crónica.

De todos os pacientes estudados, 18 deles desenvolveram sintomas semelhantes aos da Síndrome da Fadiga Crónica, o que sugere que o impulso dado ao sistema imunológico pode desencadear mudanças no organismo a longo prazo.

Os investigadores analisaram os níveis de fadiga dos pacientes, assim como o estado do sistema imunológico, antes, durante e após o tratamento, identificando quais deles desenvolveram sintomas de fadiga crónica. Nos 18 em que a resposta foi afirmativa, a equipa percebeu que havia uma resposta imunológica muito mais forte à medicação.

Além disso, observou-se que esses pacientes tinham um sistema imunológico hiperativo antes do início do tratamento.

"Pela primeira vez, mostramos que as pessoas propensas a desenvolver uma doença semelhante à Síndrome da Fadiga Crónica têm um sistema imunológico hiperativo, tanto antes como durante um "desafio" ao sistema imunológico", afirma Alice Russell, do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência do Kings College London, que liderou a pesquisa.

A equipa afirma que este estudo, embora ainda num estágio inicial, é o primeiro passso para identificar este problema no seu início e poder atuar de forma mais eficaz.