Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alerta: Tatuagens de henna negra são perigosas para a saúde

VISÃO Saúde

Getty Images

As autoridades dizem que as tintas têm Henna corantes naturais e sintéticos que podem causar alergias

As tatuagens de henna negra, que têm conquistado popularidade nos últimos anos, apresentam riscos para a saúde, avisou o Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento – Infarmed. Segundo o organismo, estas “tatuagens temporárias são pinturas aplicadas na pele que desaparecem passadas algumas semanas” 
– ao contrário das outras tatuagens permanentes, em que as tintas 
são injetadas 
debaixo da pele. 
O problema, garante o Infarmed, é que, para conseguir que estas tatuagens de henna durem mais tempo e fiquem mais escuras, “são adicionadas grandes concentrações de corantes naturais (como o índigo) ou sintéticos (como a parafenilenodiamina 
– PPD)”.

“A PPD é um aditivo ilegal da pasta de henna que permite alcançar um efeito mais rápido e uma cor negra mais intensa da tatuagem temporária”, refere aquela entidade, explicando que pode causar reações alérgicas – eczema de contacto 
– ora limitadas à zona 
da tatuagem ora por todo o corpo. Estas situações “podem ser graves 
e muitas vezes requerem uma intervenção médica urgente ou, mesmo, 
a hospitalização”.