Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Segredo para não engordar? Comer à hora certa

Visão Mais

gbrundin

Um estudo realizado por investigadores do Brigham and Women’s Hospital, em Boston, sugere que, além de seguir uma dieta saudável, é importante comer a uma determinada hora para conseguir manter o peso

Seguir uma dieta saudável, preferencialmente mediterrânica, é um dos passos para combater a obesidade e até para quem quer perder peso. Agora, um estudo, conduzido por investigadores do Hospital Brigham and Women, da Universidade de Harvard, EUA, e que pretendia perceber se a ingestão tardia da refeição principal do dia influenciava a microbiota intestinal, ou seja, o conjunto de microorganismos presentes no sistema digestivo, descobriu que a hora das refeições é, realmente, importante.

Para a investigação, os pesquisadores analisaram a saliva e as fezes de 10 mulheres de 25 anos, durante duas semanas, quatro vezes por dia, todas elas saudáveis e a seguir uma dieta mediterrânica. A equipa descobriu que a diversidade de bactérias aumenta e diminui seguindo um padrão específico, com algumas horas em que todos os tipos de micróbios se concentram e outras com pouca variedade.

Todas as pessoas analisadas acordavam às 8h da manhã, sendo que algumas delas fizeram a primeira refeição às 14h30 e outras às 17h30 e a diferença observou-se, precisamente, neste ponto: no grupo que comia às 14h30, a diversidade bacteriana diminuía entre as 8h e as 16h e aumentava entre as 16h e as 24h; já no segundo grupo, o padrão observado foi precisamente o oposto.

Na segunda fase do estudo, os horários dos grupos foram alterados e os testes mostraram, também, alterações na quantidade de bactérias. A investigação, publicada na revista científica The FASEB Journal, concluiu, por isso, que seguir uma dieta saudável não chega, se a ingestão de alimentos for feita em horas inoportunas. O ideal é, portanto, que se faça a refeição principal do dia às 14 horas, caso a hora de despertar seja por volta das 8h, ou seja, seis horas depois.

Ao El País, Marta Garaulet, autora do estudo e investigadora no Hospital Brigham and Women, diz que não se deve comer depois das 15 horas, porque isso "pode produzir alterações na microbiota" que favorecem o desenvolvimento de inflamações e a obesidade, assim como intolerâncias alimentares e outros problemas de saúde.