Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Beber cerveja pode ajudar a aumentar a fertilidade dos homens

Visão Mais

Juan Medina / Reuters

Uma nova investigação conduzida por cientistas italianos sugere que o consumo moderado de álcool é positivo para a qualidade dos espermatozoides

Beber algumas cervejas (ou até uma garrafa de vinho) por semana pode ajudar os homens a aumentar a sua fertilidade. A descoberta é de um novo estudo conduzido por investigadores italianos da Fondazione Policlinico, em Milão, em que se inquiriram mais de 300 homens relativamente aos seus hábitos de consumo de álcool.

Descobriu-se, então, que os consumidores moderados de cerveja tinham um maior número de espermatozóides no seu sémen, aumentando as hipóteses de fecundação.

A autora principal do estudo, Elena Ricci, refere que os homens que bebem moderadamente álcool - para os que preferem cerveja, a quantidade ideal corresponde a entre quatro a sete garrafas de 330ml - têm um volume mais elevado de sémen e maior número de espermatozóides do que os que bebem menos do que isso. "Neste grupo de homens, a ingestão moderada de álcool está positivamente associada à qualidade do sémen", afirma.

De acordo com os cientistas, estes resultados estão relacionados com um lúpulo utilizado na produção da cerveja, o Xanthohumol, e para os apreciadores de vinho, com os antioxidantes que as uvas do vinho têm: estes compostos melhoram a qualidade dos espermatozóides e protegem-nos de vários danos.


Apesar disso, é necessário investigar mais profundamente a relação do álcool com a fertilidade masculina, já que estudos anteriores relacionam o seu consumo em excesso com efeitos prejudiciais à saúde.