Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Arroz e massa podem fazer antecipar a menopausa

Visão Mais

DR

Um estudo britânico conclui que o tipo de alimentos consumidos pode influenciar a idade em que se entra na menopausa - e que as vegetarianas a atingem mais cedo

Mulheres que seguem uma dieta rica em hidratos de carbono atingem a menopausa um ano e meio mais cedo do que a média (que, no Reino Unido, é de 51 anos), conclui uma investigação da Universidade de Leeds com 914 mulheres, publicada na revista científica Journal of Epidemiology and Community Health. Enquanto isso, comer muito mais peixes gordos e legumes frescos adia a menopausa por 3,3 anos.

Os investigadores não estudaram os mecanismos que levam a estes resultados, mas arriscam algumas explicações. Por um lado, o arroz e as massas causam um aumento do risco da resistência à insulina, que por sua vez conduz à diminuição dos níveis de globulina de ligação a hormonas sexuais e a um acréscimo de estrogéneo - amplificando o níumero de ciclos menstruais. Por outro, os antioxidantes dos legumes e o ómega-3 do peixe podem ajudar a prolongar a menstruação. A ingestão de vitamina B6 e de zinco são mais dois fatores que deverão adiar a chegada da menopausa.

Outra conclusão do estudo é que as vegetarianas também entravam na menopausa mais cedo. "Apesar de termos descoberto que os legumes frescos estão associados a uma menopausa mais tardia, a nossa investigação demonstrou ainda que as mulheres vegetarianas tinham uma idade mais precoce na menopausa natural, em comparação com as que não eram vegetarianas. Esse resultado está de acordo com outros estudos que também relataram uma idade mais precoce na menopausa natural entre os vegetarianos", lê-se no estudo.

Os investigadores levaram em conta outros fatores que poderiam influenciar o resultado, como o peso, mas alertam que deixaram de fora eventuais causas genéticas, que também têm um efeito considerável na idade da menopausa.