Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Os sinais de alarme da gripe nas crianças

Visão Mais

Dormir demasiado pode ser um sinal de alerta para uma complicação da gripe

DR

Quando a gripe, nas crianças, se torna numa doença mais séria. Saiba como reconhecer os sinais

Para a maioria das crianças uma gripe cura-se em três ou quatro dias e os sintomas são um pico abrupto de febre, tosse, dores de garganta e dores musculares. Mas há casos em que a gripe pode evoluir para uma doença mais grave e a prescrição normal, como beber muitos líquidos, ficar em casa a descansar e controlar a febre não chegam.

Os pais devem estar atentos, principalmente aos bebés e às crianças com menos de cinco anos, já que a sua capacidade de explicação do que sentem é menor.

Há “sinais de alarme”, explica o pediatra Hugo Rodrigues, que os pais devem ter em atenção: dificuldades respiratórias (nota-se, por exemplo, no esforço em abrir e fechar as narinas), respiração mais rápida e monitorização do estado geral. Se a criança continuar prostrada, se não quiser brincar, nem se rir é sinal de é preciso uma ida ao médico. No caso dos bebés, diz o pediatra, “se houver interferência na alimentação e o bebé não conseguir mamar porque tem vómitos” também deve procurar o médico.

Na maioria dos casos mais graves, a gripe evolui para a pneumonia e, menos frequentemente, para uma condição “semelhante à sepsis”, de acordo com Hugo Rodrigues, em que a resposta do organismo à infeção é exagerada e causa extrema dor e desconforto, desorientação, falta de ar e coração acelerado.

Sinais a que os pais devem estar atentos para que a gripe não se torne perigosa

- Febre persistente

- Respiração diferente

- Dor ou pressão no peito

- Lábios azuis ou roxos

- Se se recusa a comer ou a beber

- Se está prostrada

- Quando está muito irritável

- Dorme demais

- Está confusa