Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Beber café é bom para a saúde e para a vida amorosa

Visão Mais

DR

Vários estudos comprovam que beber café faz bem à saúde e aumenta a confiança. E isso faz de sim uma pessoa mais atraente

Cátia Leitão

Café é um vício bastante comum em todo o mundo. Faz os consumidores sentirem-se mais acordados e enérgicos. Estudos dizem que beber café é bom para a saúde, mas existem ainda outros benefícios.

Tal como os outros vícios, o café deve ser consumido com moderação. O limite recomendado é de 400mg por dia. Passar essa barreira pode causar insónias, inquietação e até aumentar o ritmo cardíaco. Mas a maioria das pesquisas sobre o consumo de café indica que este não é mau para nós e está associado a alguns benefícios de saúde bastante impressionantes.

Um desses benefícios está diretamente ligado à saúde do fígado. Uma análise baseada em nove estudos diferentes comprovou que o consumo do café está ligado à redução do risco de cirrose - resultado de agressões ao fígado que provocam a substituição do tecido hepático normal por nódulos e tecido fibroso, normalmente ligada a um consumo excessivo de álcool. Beber uma chávena de café reduz o risco em 22%. Se beber duas chávenas por dia a redução passa para 43%, três chávenas para 57% e quatro chávenas diminuem o risco de cirrose para 65%.

O café também é bom para o coração. Uma investigação a 200 estudos concluiu que as pessoas quem bebem entre 3 a 4 chávenas de café por dia tinham 19% menos probabilidade de morrer de doenças cardiovasculares. Existem também provas de que quem consume entre 3 a 5 chávenas de café por dia tem uma possibilidade menor de chegar a ter sinais de doença cardíaca visto que o café promove a saúde do coração ao protegê-lo contra danos arteriais causados por inflamações.

Beber café ajuda à prevenção de diabetes tipo 2, doença crónica que afeta a forma como o corpo metaboliza a glicose, principal fonte de energia do corpo. Um conjunto de estudos concluiu que cada chávena adicional de café por dia reduz em 7% o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Também o risco de cancro pode ser reduzido com o consumo de café. Um estudo descobriu que quem consume pelo menos 3 chávenas da bebida por dia diminui em 18% a probabilidade de ter cancro. Uma chávena por dia está associada a uma redução de 15% no risco de cancro do fígado, 8% de cancro do endométrio - um dos mais comuns entre no sexo feminino. Os consumidores de café são também menos propensos a sofrer de cancro da faringe e da próstata.

Há também estudos sobre consumo de café e a saúde do cérebro que concluiram que os consumidores regulares de café eram aproximadamente 16% menos propensos a sofrer de doença de Alzheimer, demência ou declínio cognitivo. Os investigadores mostraram que a cafeína bloqueia as inflamações no cérebro que podem provocar a o declínio cognitivo da mente. O café pode ter um efeito tão positivo na inflamação no cérebro, que os adultos com mais de 65 anos que apresentavam níveis mais elevados de cafeína no sangue, não registaram sintomas da doença de Alzheimer ou apenas registaram mais tarde.

Outro dos benefícios que o café tem na saúde está ligado às doenças mentais. Um estudo com mais de 50 mil mulheres provou que beber pelo menos uma chávena por semana reduz em 15% o risco de depressão e 2 ou 3 chávenas por dia reduzem em 20% esse mesmo risco. Outro estudo mostrou que os consumidores de café eram 45% menos propensos a suicidar-se sendo que esta percentagem aumentava para 53% em quem bebia mais de 4 chávenas por dia.

Um estudo com mais de 500 mil pessoas europeias descobriu que num período de 16 anos, os homens que bebiam três ou mais copos por dia tinham 12% menos probabilidades de morrer e as mulheres com 7% menos chances de morrer. Em particular, as pessoas eram menos propensas a morrer de doenças circulatórias e digestivas. Também uma investigação com 185 mil americanos confirmou que as pessoas que bebiam uma chávena por dia eram 12% menos propensas a morrer enquanto que duas a três chávenas estavam associadas a uma diminuição de 18% no risco de morte precoce.

O consumo do café está também ligado à perda de peso visto que aumenta o metabolismo e ajuda a queimar gordura mais rapidamente. Tem ainda a capacidade de melhorar os níveis de energia e de torná-lo mais inteligente porque o ajuda a concentrar. Vários estudos sugeriram que a cafeína aumenta sentimentos de otimismo e autoconfiança, enquanto dissipa o tédio e a fadiga. Assim, uma chávena de café pode ser o "ingrediente secreto" para o sucesso.

A cafeína promove a estimulação do sistema nervoso central, o que ajuda a impulsionar a memória e a melhorar as habilidades do pensamento. Além do mais faz com que se sinta mais alerta. Os indivíduos - homens e mulheres - que apresentam traços positivos, como honestidade, utilidade, bom estado de alerta e pensamento positivo são fisicamente mais atraentes para os observadores. É assim que o café pode melhorar a sua vida amorosa.