Visão Mais

Siga-nos nas redes

Perfil

Afinal, quem engorda com o casamento são elas... mas a culpa é deles

Visão Mais

DR

Mulheres afirmam que engordam quando vão viver com os companheiros por causa dos hábitos pouco saudáveis dos homens

Um estudo da firma Space Station reuniu mil participantes britânicos, 500 mulheres e 500 homens, e analisou os hábitos alimentares dos inquiridos quando estes decidiram ter uma vida conjunta com os parceiros. Os homens, na sua generalidade, ingerem uma quantidade de calorias diárias superior à das mulheres. A recomendação é de 2500 calorias para o sexo masculino e 2000 para o feminino. Talvez por isso mais de um quarto das mulheres engorda ao ir morar com o companheiro.

27% das mulheres revelou ter aumento de peso quando começou a morar com o seu parceiro por este basear a sua alimentação em pizzas, batatas fritas, comida entregue ao domícilio e escolhas pouco saudáveis. As intervenientes do sexo feminino revelam ainda que ao fim de poucas semanas da mudança começaram a adotar as práticas dos homens.

As mulheres culpam mesmo os homens por estas alterações de peso e consideram que estes representaram um "impacto negativo" nas suas dietas. As restantes mulheres, 73%, dizem que os homens causaram pouco ou nenhum impacto na sua alimentação.

Do outro lado, 40% dos homens que participaram neste estudo, revelam que as suas companheiras afetaram positivamente as suas dietas. Eles acrescentam ainda que passaram a comer menos comida de plástico quando começaram a dividir casa com as respetivas namoradas. Os outros 60% dizem que pouco ou nada mudou nos seus hábitos.

O mesmo estudo conclui que apenas um em cada dez casais admite que a vida sexual melhorou depois de começarem a viver juntos. 37% dos participantes afirma que passou a ter menos relações sexuais com o parceiro depois da mudança e os restantes afirmam que morar junto não provocou qualquer tipo de alteração na vida sexual do casal.

No que diz respeito ao espaço, um em dez casais afirma que tem falta de espaço em casa desde que o cônjuge se mudou. Mais de metade dos homens diz que a namorada ocupou grande parte do espaço na casa quando comparado com apenas 20% das mulheres a afirmar o mesmo dos respetivos namorados.

Dipti Trait, hipnoterapeuta, em declarações sobre o estudo da Space Station disse ao jornal Daily Mail que "nós, como seres humanos, começamos a relaxar quando nos sentimos estáveis. Este sentimento de relaxamento pode estender-se a várias áreas das nossas vidas. Portanto, se nos sentimos seguros nas nossas relações amorosas, podemos começar a relaxar os nossos comportamentos, como por exemplo os hábitos alimentares". O hipnoterapeuta acrescentou ainda que "quando estamos numa relação em que nos sentimos confortáveis, tendemos a aproveitar esse sentimento de segurança e os nossos hábitos tornam-se rotina. Hábitos são apenas ações e escolhas que nós fazemos sem pensar muito no assunto, quando ficamos confortáveis nas nossas vidas porque tudo está a correr bem, o cérebro entra no modo rotina e essas rotinas na maior parte das vezes passam despercebidas porque se tornam normais". Dipti conclui então que "como seres humanos, ganhar e perder peso torna-se na maior parte das vezes está diretamente ligado aos nossos comportamentos e hábitos".

Mas nem tudo são más notícias tendo em conta que outro estudo, lançado em Julho deste ano, revelou que os casais que engordam juntos são mais felizes. O estudo analisou 160 casais recém-casados ​​durante um período de quatro anos e examinou o peso, felicidade e satisfação dos casais durante esse tempo. Os resultados mostraram que aqueles que ganharam alguns quilos eram mais felizes, enquanto que os casais que continuavam magros eram mais propensos a separar-se.